icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 maneiras que as pessoas foram banidas dos parques da Disney e Universal

POR Erik Ely    EM Curiosidades      15/04/20 às 17h45
capa do post 7 maneiras que as pessoas foram banidas dos parques da Disney e Universal

Quando se trata de parques temáticos, não podemos entrar no assunto sem deixar de falar dos prestigiados parques da Disney e da Universal. Isso porque, as duas empresas têm propriedade em mais lugares do que você pode imaginar. No entanto, com isso, também há muitas pessoas que acabaram sendo banidas desse tipo de parte. Assim, separamos 7 maneiras que as pessoas foram banidas dos parques da Disney e Universal.

Para se ter uma ideia, somente em 2019, mais de 200 milhões de pessoas visitaram um parque da Disney ou da Universal. E claro, com tantas pessoas, podemos imaginar que muitas dessas pessoas fizeram algo que ia contra as regras. Dessa forma, aproveite o momento para aprender com o erro dos outros.

1 - Filmagem nos bastidores

Em 2013, o vlogger Adam the Woo foi banido de toda propriedade da Disney, em Orlando, na Flórida. Isso aconteceu porque a Disney é extremamente protetora com sua mãe e somente em algumas exceções, as pessoas podem capturar imagens. Depois disso, Adam pôde voltar para o parque em 2015.

2 - Usando bandeiras, sinais ou banners

De fato, esses parques levam a segurança muito a sério. Em 2018, um homem, chamado Dion Cini, foi banido de todas as propriedades por colocar uma série de cartazes, enquanto passava pelas atrações. As placas e bandeiras diziam "Trump 2020" e "Mantenha a América Grande". Contudo, a Disney afirmou que ele foi banido pelo "ato de vandalismo" e não por nenhuma questão política.

3 - Ficando bêbado

Ao 53 anos, Ellen McMillion foi banida de todas as propriedades da Disney depois de ter ficado bêbada e perdido o controle. Nessas condições, ela deu um tapa em um motorista que estava no estacionamento e fez o maior escândalo. Em justificativa ao banimento, o parque declarou que esse tipo de comportamento "inseguro" não seria tolerado.

4 - Começando uma briga

Na Califórnia, duas famílias foram banidas por iniciarem uma briga, na frente de todo mundo. Para se ter uma ideia, uma mulher chegou a ficar inconsciente por alguns instantes. Assim, depois de ser atendida, as duas famílias foram banidas do parque.

5 - Agredindo funcionários

Ninguém gosta de grande filas para entrar em um brinquedo. Porém, nada justifica agredir um funcionário por conta disso. Em 2019, uma mulher tentou entrar na Torre do Terror da Disney, mas como não possuía nome na lista, foi barrada. Com isso, a mulher começou a gritar e a xingar. Em seguida, ela deu um soco na cara de um funcionário. Sem mais explicações, a mulher foi banida do parque.

6 - Sendo racista

Em 2019, um grupo de pessoas fez uma série de gestos racistas enquanto passeavam pela montanha russa da múmia, em um parque da Universal. Dessa forma, eles foram fotografados enquanto faziam saudações nazistas e exibiam placas de supremacia. Depois de que a notícia chegou aos superiores do parque, eles declararam que "o ódio não tem lugar assim". Por isso, a ação não foi tolerada.

7 - Invasão de propriedade

Depois de ser banido e poder voltar voltar ao parque, Adam the Woo recebeu uma proibição permanente, em 2017. Isso porque, ele fez uma série de vídeos em que se aventurava por prédios abandonados e fechados.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest