• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 medidas de redução de gastos mais traumatizantes de todos os tempos

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      03/12/19 às 11h17

Se formos parar e analisar como era o mundo há cinco, dez ou cinquenta anos atrás, com certeza, vamos encontrar realidades bem diferentes da que vivemos agora. Essa transformação fica cada vez mais veloz, com a revolução dos avanços tecnológicos e afeta praticamente todas as áreas de nossas vidas. Envolve ações, planos, gastos e muito mais coisas.

Mas com esses avanços, também veem alguns cortes. O dinheiro é uma coisa escassa e todos sabem disso. Quando se quer fazer planos a longo prazo, geralmente, cortamos algumas coisas para que consigamos chegar à meta estabelecida. Mas, infelizmente, quando grandes organizações tentam fazer o mesmo para cortar custos ou achar outras formas de renda, eles tendem a ir por um caminho bastante bruto. Mostramos aqui, alguns desses casos.

1 - Serviço de proteção à criança

Essa organização tem como slogan "vamos pensar nas crianças" e a maioria das pessoas é grata por esse intuito. Mas quando um senador da Georgia, nos Estados Unidos, fala que a organização separa famílias e tenta fazer a adoção de crianças acontecer de maneira rápida por quantias de dinheiro enormes, tal organização parece mais um tráfico de pessoas.

De acordo com a Lei de Adoção e Famílias Seguras, de 1997, a cada criança adotada, o estado responsável recebe entre quatro e seis mil dólares. E ainda tem um bônus de 20 milhões de dólares, se passar no número médio, por ano. E isso faz a adoção virar mais uma competição e uma busca por dinheiro.

2 - Companhias aéreas cortando combustível

Que o avião é um dos meios de transporte mais seguro de todos, disso já sabemos. Mas as companhias aéreas estão passando por problemas financeiros, muito antes de um declínio da economia. E eles acharam um lugar para conseguir economizar dinheiro, mas que não era muito seguro.

As maneiras de reduzir custos tinham que ser encontradas, mas isso não quer dizer trocar os lanches que são servidos à bordo. Uma dessas medidas é que os pilotos viagem apenas com o combustível necessário para levá-los, até o seu destino. Já que combustível extra aumenta o peso do avião e faz com que a viagem fique mais cara.

Outra medida que, teoricamente, teria que ser temporária, era o conserto dos aviões com fita adesiva. Ela é chamada de fita de velocidade e é uma medida temporária, usada para manter os aviões funcionando. Mas, em 2002, a United Airlines, usou a fita para consertar grandes buracos em suas aeronaves, durantes 193 voos.

3 - Hospitais terceirizando prontuários da Índia

É claro que os médicos salvam vidas, mas eles também tem que preencher uma grande quantidade de documentos. E ás vezes eles não tem tempo para isso e suas secretárias acabam fazendo. Até aí tudo bem. Mas no Reino Unido, eles enviam essa papelada para a Índia.

Os hospitais decidiram economizar dinheiro demitindo a maior parte da equipe não-clínica, já que o sistema médico do Reino Unido estava 800 milhões de dólares no vermelho. E na época parecia ser o certo a se fazer, já que qualquer um poderia ser treinado para escrever.

Mas a ideia logo se provou ruim quando um médico recomendou uma amputação abaixo do joelho e a tradução foi totalmente errada. O que foi esquecido é que as pessoas que preenchiam os papéis tinham um trinamento médico, ou então, passavam tantas hora em contato que acabavam aprendendo.

4 - Amputação é mais barato que tratamento

A Grécia passou por momentos muito difíceis na sua economia. E é claro que, com isso, o governo grego tinha que fazer alguns cortes necessários. Infelizmente, parece que esses cortes seriam nas pessoas. Por meio de uma carta à Federação Pan-Helênica de Pessoas com Diabetes, a divisão de benefícios do Instituto Grego de Seguridade Social informou que a organização não conseguiria mais pagar por calçados diabéticos especiais. Isso porque, a amputação sairia mais barato.

O argumento usado foi que os diabéticos com problemas nos pés nem sempre conseguem manter suas pernas. Nem mesmo quando estão usando os sapatos especiais. Então, por isso, a amputação seria uma medida "melhor".

5 - Cobrar ligação em linhas de prevenção ao suicídio

Os serviços de telefone gratuitos que estão disponíveis, para quando as pessoas estão passando por algum tipo de crise, são sempre uma luz no fim do túnel para as pessoas. Mas na Austrália, quem está passando por tais dificuldades tem que ter um pouco de dinheiro economizado, caso precise recorrer a esse tipo de serviço.

As pessoas, que ligam para esses serviços, são cobradas pela ligação. Algumas organizações australianas são de graça se as pessoas ligarem de um telefone fixo. Mas cada vez menos pessoas têm esse tipo de linha. Então, se elas precisarem ligar de um celular serão cobradas.

6 - Trancar deficientes mentais por dinheiro

O estado de Nova York realmente cuida dos seus deficientes mentais. O Medicaid coloca muito mais dinheiro em serviços para pessoas com deficiência mental em Nova York, do que em outros estados. E dependendo o estado, pode cuidar dos seus deficientes para sempre.

O reembolso por pessoa diariamente é de 4.500 dólares. E isso traz para a economia do estado, aproximadamente 1,2 bilhão de dólares. Então, é de interesse do estado manter o maior número possível de pacientes sob seus cuidados. Então, por isso, muitos não saem das instalações e elas se transformam em verdadeiras prisões.

7 - Deixar uma casa queimar por falta de pagamento

No dia 29 de setembro de 2010, a casa de Gene Cranick, no Tennessee, pegou fogo. Logo, o proprietário ligou para o corpo de bombeiros e pediu ajuda. Mas o corpo de bombeiros não atendeu seu pedido e deixou a casa queimar. Isso porque Gene não tinha pagado sua proteção contra incêndio.

Ele não tinha pagado a taxa anual de 75 dólares, que a região exige para a cobertura de serviços de emergência. E como água não nasce em árvores, o homem não foi ajudado.

Próxima Matéria
Via   Cracked  
Imagens Cracked
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+