icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 memorias traumáticas que só quem foi educado na base da "palmada" vai entender

POR Magno Oliver    EM Entretenimento      22/08/16 às 19h54
capa do post 7 memorias traumáticas que só quem foi educado na base da "palmada" vai entender

Algumas crianças são tão levadas e custosas que gostam de aprontar o tempo todo e os pais acabam apelando para o método da "palmada" para tentar conter e educar eles sobre coisas que são e não são permitidas de se fazer.

Você sabia que mentir no Facebook corrompe suas memórias reais? Aqui no site da Fatos Desconhecidos, nossa redação já exibiu para você como isso acontece.

É claro que a lei da "palmada" já existe atualmente e proíbe que as crianças sejam educadas assim. Vale lembrar que não estamos fazendo apologia a nenhum tipo de violência.

Mas antes dela ser promulgada em 2011, muita gente já passou por algumas memórias traumáticas que só quem já passou por uma "educação" nesse sentido vai entender.

Pensando nisso, nossa redação separou para você uma listinha com algumas coisas que só pessoas que já foram educadas com umas boas cintadas e chineladas para tomar jeito vão entender:

1 - Apanhar molhado

Levar uma surra depois que saia do banho ou estava com o corpo molhado era algo extremamente horrível. As chineladas ou cintadas doem bem mais e o corpo fica bem avermelhado.

2 - Mandar parar enquanto está apanhando

Era só um de nossos pais vir com a varinha ou o cinto para nos bater que a gente soltava incessantes "para, mãe!", "para, pai!" altos e repetidamente.

3 - Não quero ouvir um "piu"!

Sempre que nossos pais iam dar uma surra na gente, eles gostavam de desafiar dizendo: "se você der mais um pio, eu te bato mais ainda". E quem nunca disse "piu" internamente, não é mesmo?

4 - A mãe sempre tinha uma varinha guardada para bater

Sempre que nossos pais iam nos bater e não tinham nenhuma chinela, vara ou cinto por perto, a gente respirava aliviado achando que não íamos levar palmadas, mas tudo era ilusão. Eles sempre tinham um cinto ou algo para dar uma chinelada na gente.

5 - Mostrar o boletim com nota vermelha era mais palmada

Ir mal com as notas na escola era um trauma complicado de lidar. Sempre que o boletim vinha com nota baixa, os alunos tinham que mostrar aos pais e, insatisfeitos, a palmadinha era certa.

6 - Ter que responder ao que eles perguntam como forma de punição

Esse vídeo mostra uma mãe "educando" o filho depois de ele ter postado nas redes sociais pornografia da namorada. E enquanto ela bate, é perceptível um comportamento que traumatizou muita gente: as perguntas feitas a ele como forma de punição e conscientização sobre o erro que cometeu.

7 - Ter que ouvir um "não chora!" enquanto apanhava

Algumas vezes apanhar dos pais tinha que ser algo feito em silêncio porque eles sempre gritavam para nós, enquanto apanhávamos, "não chora que é pior!", "não chora!".

Você também recebeu algumas palmadinhas para ser educado? Mande seu comentário para gente. Conte uma experiência que passou!


Próxima Matéria
avatar Magno Oliver
Magno Oliver
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest