• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 milionários mais ricos em Bitcoin do mundo

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      06/11/19 às 12h05

Para quem não sabe, o Bitcoin é uma moeda digital. Em suma, é utilizada para comprar e vender produtos e serviços pela internet. Diferente de outras moedas, como o real ou dólar, o Bitcoin existe apenas no meio virtual. Ou seja, não existe uma representação física da moeda. Com o objetivo de facilitar as negociações pela internet, o Bitcoin surgiu em 2009.

Até hoje, mesmo após uma década atuando no mercado, não se sabe muito sobre o seu criador. Sabe-se apenas que se trata de um programador, ou grupo de programadores, que utiliza o pseudônimo de Satoshi Nakamoto. Surpreendentemente, a moeda tornou-se, para muitos, uma oportunidade de "investimento" com alto potencial de retorno.

Devido a sua rápida valorização, milhares de pessoas multiplicaram seu dinheiro com a compra de Bitcoins. Conheça agora, 7 indivíduos que ganharam uma fortuna após acreditar no valor da moeda.

1. Barry Silbert - US$ 500 milhões

Barry Silbert é o fundador e CEO da Digital Currency Group, uma empresa de capital de risco, que se concentra no mercado de criptomoedas e na indústria de tecnologia blockchain. Em síntese, Silbert começou a investir em startups de Bitcoin, em 2013. Além disso, como capitalista de risco, Silbert também forneceu financiamento para empresas como BitPay, Coinbase e Ripple. Como se não fosse suficiente, Barry também é o criador do Bitcoin Investment Trust, um fundo privado que permite investidores lucrar com os saltos de preço do Bitcoin, sem ter que se preocupar em comprar e armazenar Bitcoins. Um verdadeiro sucesso, Barry Silbert, até o momento, acumulou um patrimônio líquido de mais de US$ 500 milhões.

2. Kingsley Advani - US$ 5 milhões

Advani começou a investir em Bitcoin com apenas 24 anos. Em suma, de acordo com informações disponibilizadas pela imprensa, o jovem vendeu tudo o que tinha para entrar em tal mercado. Advani disse que investiu cerca de US$ 34.000 em criptomoedas e em startups, que trabalham com tecnologias relacionadas. Analogamente, após o investimento, Advani teve o prazer de observar seu patrimônio líquido chegar a US$ 5 milhões.

3. Andrew Hamilton - US$ 200 milhões

Natural de Chicago, Andrew Hamilton é um dos investidores pioneiros em bitcoin. Foi Hamilton quem fundou a Coupit e a Rubix, ambas plataformas de negociação de criptomoedas. Em pouco tempo, Hamilton obteve sucesso como líder empresarial do setor. Atualmente, Hamilton está entre os que possuem o maior patrimônio de bitcoins do mundo, cujo valor foi estimado em US$ 200 milhões.

4. Ian Balina - US$ 6 milhões

Em síntese, Balina é fundador e CEO da Token Metrics. Basicamente, a empresa de Balina é uma plataforma de pesquisa de investimento, que ajuda investidores a se tornarem melhores investidores. Quando investiu pela primeira vez em tal mercado, Balina arrecadou US$ 3 milhões. Além disso, por trabalhar com análise, criptomoedas e empreendedorismo, sua figura já estampou grandes meios de comunicação, como o The Wall Street Journal, Forbes, CNBC, Huffington Post, The Street, INC e Entrepreneur Magazine. Seu patrimônio líquido é de US$ 6 milhões.

5. Dan Morehead - US$ 200 milhões

Atenção, que o currículo do cara é longo, e é de dar inveja também. Em 2003, Morehead fundou a Pantera Capital Management LP. A empresa, basicamente, trabalha exclusivamente com Bitcoin e outras moedas digitais. Além desta, Morehead também foi cofundador e CEO da Atriax, uma plataforma eletrônica de câmbio. Antes disso, foi chefe de macro trading e CEO da Tiger Management, chefe global de opções de câmbio, no Deutsche Bank, em Londres. Nesse ínterim, Morehead também gerenciou um fundo global de macro negociações do Bankers Trust, tanto na América do Norte, como no Japão. Em síntese, Morehead iniciou sua carreira na Goldman Sachs, como um operador de títulos hipotecários. Formou-se na Universidade de Princeton, em Engenharia Civil, e recebeu o Prêmio Carmichael por ter desenvolvido um excelente tese. Pronto, sem mais delongas, o patrimônio de Dan Morehead foi avaliado em US$ 200 milhões.

6 - Tim Draper - US$ 1 bilhão

Em suma, Draper é um pioneiro de empreendimentos nos EUA e cofundador da Draper Fisher Jurvetson (DFJ) Venture Company, que tem uma posição de liderança, em termos de investimentos de risco, em empresas tecnológicas que estão nos estágios iniciais de desenvolvimento. Atualmente, o capitalista de risco Tim Draper está ativamente investindo em criptomoedas e é um dos principais investidores no projeto Tezos, que atraiu um recorde de US$ 232 milhões em Bitcoin e Ethereum. A atitude de Tim Draper, em relação ao Bitcoin, tornou-se popular devido à sua positividade. Seu patrimônio líquido é de US$ 1 bilhão.

7 - Blythe Masters - US$ 50 milhões

Masters é uma inovadora em serviços financeiros e tecnologia. Ela é ex-CEO da Digital Asset, a start-up fintech de blockchain, sediada em Nova York. Ela também é Presidente Emérita do Conselho de Administração do Projeto Hyperledger de código aberto, da Linux Foundation, membro do Conselho Consultivo Internacional do Grupo Santander, membro do Conselho do OpenBank e membro do Conselho Consultivo da Câmara de Comércio Digital dos EUA. Apesar de estar em um hiato profissional, e embora não seja uma grande fã de bitcoin, Masters ainda é uma das investidores de blockchain mais bem sucedidas, com um patrimônio líquido de US$ 50 milhões.

Próxima Matéria
Via   the richest  
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+