• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 momentos mais importantes para a história do Thor no MCU

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      23/04/19 às 16h01

O filho de Odin participou de muitos eventos significativos na história, mas guardou o melhor para o final. Apesar de Chris Hemsworth ter saído dos quadrinhos com a caracterização, sua representação como Deus do Trovão deixou um pouco a desejar. Basicamente, o Thor no MCU fazia a diferença, mas não chegava a se destacar entre os outros mortais.

O herói passou a ser tudo o que os fãs queriam somente depois do seu terceiro filme solo. Ao avesso de Sansão, o personagem revelou seus verdadeiros poderes depois de se desfazer da cabeleira. Embora ele seja bastante poderoso, podemos dizer que Thor foi um personagem pouco explorado ao longo dos anos. Por isso, quase tudo foi compensado em Vingadores: Guerra Infinita.

Em preparação para Vingadores: Ultimato, selecionamos alguns dos principais momentos da jornada de Thor no MCU. Foram situações cruciais que o ajudaram a evoluir como pessoa e herói. Confira!

1 - Banimento

O primeiro filme solo, embora fraco, serviu como visão geral de Asgard e para apresentar o personagem. A princípio, sua personalidade narcisista o impedia de cumprir seus deveres com humildade e nobreza. Basicamente, Thor tinha poderes, mas ainda não era um herói. Vendo o comportamento destrutivo do filho, Odin decide bani-lo de Asgard para a Terra, sem poderes e muito menos sem o Mjolnir.

2 - A recuperação da dignidade

Depois de seu banimento, na Terra, Thor não é herdeiro de lugar algum, não tem poderes, não é um príncipe. Ele é apenas um homem comum que apresenta sinais de delírio. Ele abaixa a crista e aos poucos se envolve mais na cultura humana. Com o tempo, aprende valores universais, como amizade e amor. Por fim, Thor abandona sua personalidade egocêntrica e, por meio do altruísmo, torna-se novamente digno de empunhar o Mjolnir.

3 - A perda do Mjolnir

O Mjolnir sempre foi a principal arma de Thor. Embora seja um deus e tenha poderes apenas por existir, a ferramenta, além de ser bastante útil nas batalhas, concede mais poderes a ele. Por isso, quando Hela destrói o Mjolnir em Thor: Ragnarok, o herói fica quase sem rumo. Ele não sabe bem o que pode fazer sem sua arma. Como se ela tivesse se tornado uma extensão de seu corpo. Assim, Thor fica, no mínimo, confuso sobre como proceder.

4 - O Deus do Trovão de fato

Apesar da situação parecer problemática, perder o Mjolnir pode ter sido a melhor coisa que lhe aconteceu. Em tempo de desespero, Odin aparece para o filho e levanta uma questão bem simples. Seria Thor o Deus do Marte ou do Trovão? O Pai de Todos lembra Thor que seu real poder não emana da arma. E assim, pela primeira vez em anos de MCU, vemos o verdadeiro Thor representado.

5 - A destruição de Asgard

A passagem de Hela por Asgard não teve resultados positivos para o reino. Mesmo assim, ainda é possível tirar certos proveitos da situação. A relação de Thor e Loki, por exemplo, foi fortalecida. Os dois irmãos viviam brigando, mas no fundo, sempre se amaram. Eles juntam forças para escapar de Sakaar e, enquanto Thor decide voltar para enfrentar Hela e salvar seu reino, Loki foge.

Ao menos foi o que todos pensaram. Loki aparece no momento certo em Asgard, com a nave roubada do Grão-Mestre e ajuda o irmão a salvar os asgardianos. Os dois testemunham a destruição do planeta, porém, como Heimdall os lembra, "Asgard não é um lugar, são pessoas".

6 - A morte de Loki

Vingadores: Guerra Infinita já começa ligando o final de Thor: Ragnarok. Thanos atacou a nave de refugiados asgardianos e ameaça os remanescentes pela Joia do Espaço. Loki tenta mais um truque para salvar a vida do irmão e, no processo, perde a sua. Thanos consegue o artefato desejado e mata o Deus da Trapaça.

Por mais problemas que tiveram no passado, Thor e Loki são irmãos e a morte deste foi bastante sentida por Thor. Ele prometeu a Thanos que o Titã pagaria por aquilo. Nunca antes ele ficou tão motivado.

7 - A forja da Rompe-Tormentas

Thor é encontrado desmaiado no espaço pelos Guardiões da Galáxia. Após despertar, se informa da situação e antes de partir para enfrentar Thanos, faz uma parada em Nidevallir. No local, ele ajuda Eitri a forjar uma nova arma, a Rompe-Tormentas. Com ela, o Deus do Trovão parece ter se tornado ainda mais poderoso.

8 - Não ter mirado na cabeça

Muito provável que nem mesmo Thor saiba responder o porquê de não ter mirado na cabeça. Ele havia acabado de chegar na zona de guerra e atacou na primeira oportunidade. Por um momento, ele acreditou que ter cravado a Rompe-Tormentas no peito de Thanos surtiria algum efeito. Estava errado e o Titã estalou os dedos logo em seguida.

De certa forma, Thor carrega consigo a culpa pelo desaparecimento de metade das vidas do universo. Ele está pronto para o reencontro e pode ter certeza de que, dessa vez, o deus não errará.

Próxima Matéria
Via   SR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+