• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 mortes que inspiraram grandes músicas famosas

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      07/02/19 às 15h22

Músicas têm um poder e um lugar muito grande nas nossas vidas. Elas marcam instantes, são capazes de alegrar ou entristecer um momento, nos remeter a um momento especial e nos distrair.

Existem vários estilos musicais e cada pessoa tem o seu preferido. As músicas pop, por exemplo, falam sobre viver o momento e aproveitar, o rock'n'roll prega um estilo de vida que talvez não seja muito longo. E independente do gênero, uma das inspirações para as músicas sempre foi a morte. E algumas músicas foram inspiradas na morte de pessoas reais.

1 - Mother and Child Reunion

Esse foi o primeiro single de Paul Simon depois do rompimento com Art Garfunkel. O hit fez com que a carreira de Simon decolasse. Essa música é considerada uma das maiores e melhores de Simon. O que chamou atenção na música foram os riffs de reggae e a letra um tanto enigmática.

A inspiração para o título da música veio quando Simon viu em um cardápio chinês um prato de galinha e ovo chamado reunião de mãe e filho, e achou o trocadilho muito bom, tanto que resolveu transformar aquilo em um título de uma música. Mas a inspiração para a música veio quando, em 1972, seu cachorro morreu e na perda do seu animal de estimação, ele conheceu a morte. Essa lição é refletida na música.

2 - Detroit Rock City

Uma das músicas mais sombrias do Kiss ainda consegue ter um beat alegre. As pessoas podem estar mais acostumadas com a versão do rádio dessa música, mas na versão do álbum fica claro o significado da música.

A música começa com um anúncio de um acidente de carro fatal e detalha os últimos minutos de um fã correndo para o show do Kiss. Drogado e bêbado, o homem colide com um caminhão e morre. E essa letra se baseia em uma história real. O guitarrista da banda, Paul Stanley, escreveu a música depois de ler uma notícia que mencionava um acidente de carro do lado de fora de um show do Kiss, em Charlotte. E por respeito a como a cidade ajudou a banda em seu começo, ela foi trocada para o título da música.

3 - Tennessee

Em 1992, Arrested Development parecia ser o maior grupo de rap do mundo e seu estilo era polido e tinha influências do jazz, em uma época em que o rap no estilo gangster estava começando a crescer. A música, que fez com que eles alcançassem o sucesso, foi Tennessee. A música é totalmente religiosa e foi escrita durante um período de luto.

O vocalista da banda tinha acabado de ir ao seu estado natal para enterrar sua avó. E como a senhora tinha ajudado a criar o cantor, a perda foi muito grande. O funeral da avó também deu a Todd Thomas a chance de se reaproximar de seu irmão Terry, que morreu com uma reação asmática grave, aos 29 anos. Depois de perder duas pessoas da sua família, ele se sentou e escreveu seus pensamentos. A música é tratada como uma oração e o discurso fala que as letras acabaram de sair dele em um fluxo de consciência.

4 - The Way

No dia 29 de junho de 1997, um casal de idosos saiu de sua casa em Salado, no Texas, para ir até Temple, 24 quilômetros de distância. Mas eles nunca mais voltaram para casa. Depois que chegaram ao seu destino, eles decidiram ir para o Arkansas e depois nunca mais foram vistos.

A jornalista Denise Gamino escreveu sobre o desaparecimento do casal de 80 anos no dia 2 de julho. O vocalista da Fastball, Tony Scalzo, leu a matéria e quis dar um ar mais otimista para a história e compôs a música The Way. E ao invés de um casal com Alzheimer indo rumo ao esquecimento, a música fala que eles estão deixando seus problemas para trás em um último grande prazer.

5 - Teenage Dirtbag

Essa música foi o único sucesso da banda Wheatus e ela é um tanto quanto estranha. Nela há vários efeitos sonoros como acidentes de carro, arranhões aleatórios e o canto nasal agudo do vocalista. A canção fala de um garoto tímido que tenta falar com uma garota por quem ele é apaixonado.

O vocalista, Brendon Brown, cresceu em Long Island e conheceu um garoto chamado Ricky Kasso. Kasso ficou conhecido em todo EUA, em 1984. Kasso e seu amigo Gary Lauwers tomaram drogas e acenderam uma fogueira e, segundo Kasso, o próprio satanás em forma de corvo disse a ele para matar seu amigo. Foram 36 facadas dadas em Lauwers. E foi essa história que Brown pegou e colocou em sua música, apesar de que, a única parte presente na canção é que o assassino gostava de heavy metal.

6 - Stayin' Alive

Essa música dos Bee Gees não foi apenas popular, ela também foi bastante influente. E seu ritmo contagiante foi uma das razões. Essa música foi o primeiro registro de um loop de bateria. Isso foi feito porque a mãe do baterista, Dennis Bryon, morreu durante a gravação e Bryon teve que ir para a Inglaterra.

A morte da mãe do músico foi lamentável, mas não foi em vão. O ritmo da música é próximo de 110 batidas por minuto, que é perto do batimento ideal de um coração. Então os instrutores de primeiros socorros usam a música para treinar as pessoas.

7 - Telstar

A primeira banda britânica a chegar a ser número 1 na Billboard Hot 100 não foi os Beatles, mas sim a banda que é geralmente esquecida: The Tornados. Em 1962, dois anos antes dos Beatles aparecerem, essa banda estava com seu grande sucesso Telstar.

A música tinha sido escrita por Joe Meek que já tinha experiência e tinha escrito o sucesso "Jhonny remember me", supostamente junto com Geoff Goddard e o fantasma de Buddy Holly. Hipoteticamente, Goddard e Meek invocaram o fantasma de Holly que, através de um tabuleiro de ouija, escreveu a música que seria a número 1.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+