• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 mortes ridículas causadas em profissões seguras

POR Renata G Pereira    EM Curiosidades      26/09/19 às 16h08

A segurança no trabalho é essencial. E é por isso que medidas de segurança devem ser tomadas, para que a vida e o bem estar do profissional sejam preservados.  Porém, não há como erradicar acidentes de trabalho, eles podem vir a acontecer. E, infelizmente, muitos casos podem causar mortes.

Pensando nisso, profissões de riscos como, policiais, bombeiros, guarda-costas e dublês, tendem a ter salários mais altos e seguro de vida. Já que os profissionais correm risco de vida. Mas, aparentemente, evitar profissões de risco, não é uma garantia de evitar acidentes de trabalho. Vamos conhecer 7 mortes ridículas causadas em profissões seguras.

1- Jardineiro

Em 2014, o jardineiro Nathan Greenaway, de 33 anos, foi levado às pressas para o hospital, no Reino Unido. Os médicos fizeram uma série de exames, e não conseguiram descobrir o que havia de errado. E cinco dias depois, Nathan morreu com falência múltipla dos órgãos. Inconformado com sua morte, o pai de Nathan, fez incansáveis pesquisas para descobrir o que aconteceu com o filho.

Após a autópsia, o médico legista concluiu que a causa da morte foi uma espécie de flor do gênero Aconitum. Esse gênero possui 250 espécies e são venenosas. E o que aconteceu com Nathan, é que deve ter manuseado a flor sem luvas, o que causou o seu envenenamento. É uma flor roxa atraente, que já matou inúmeras pessoas.

2- Ator

Os produtores de filmes buscam sempre o realismo, em especial com a produção de efeitos especiais. Ou usando como arma de suporte, armas de fogo reais, com munição em branco sobre réplicas. Mas, um erro, e pode ser fatal. Ao longo da história, houve vários casos de mortes, causadas por armas de suporte. Porém, um caso que ficou famoso, foi à morte de Brandon Lee, filho de Bruce Lee.

No filme The Crow, Brandon interpretava um músico de rock, que voltava dos mortos para se vingar. No final das gravações, enquanto Brandon gravava a cena de sua morte, uma das balas atingiu seu abdômen e parou perto da coluna.  O ator caiu no chão, mas só perceberam que ele estava ferido, quando o sangue começou a escorrer. Brandon foi levado ao hospital, mas os cirurgiões não puderam fazer nada. Ele morreu em 1993, as investigações concluíram que foi um acidente.

3- Agricultor de tabaco

A princípio, agricultura é uma profissão segura, desde que medidas de segurança sejam adotadas, é claro. Mas, em fevereiro de 2019, três produtores de tabaco, no Zimbábue, estavam classificando o tabaco debaixo de um galpão de palha. E foi quando um raio atingiu o galpão, matando os três agricultores. A polícia confirmou a morte como um acidente trágico.

4- Auxiliar de hotel

Em janeiro de 2019, um menino de 13 anos morreu na Índia. Ele trabalhava como ajudante em um hotel. Sua função era lavar utensílios e fazer atividades domésticas. Ao que tudo indica, o menino não tomou os devidos cuidados. Seu corpo foi encontrado esmagado, entre um elevador usado para transporte de alimentos e a churrasqueira. Após um relatório de inspeção, a polícia indiciou o proprietário e o gerente do hotel, por homicídio culposo.

5- Chef

Salvo em ocasiões onde os chef de cozinha podem sofrer cortes ou queimaduras, a profissão não é considerada de risco. Mas, para Peng Fan, um chef chinês, não foi assim. O chef estava preparando uma iguaria rara, um prato especial feito da cobra Cuspir, da Indochina. Quando ele foi pegar a cabeça da cobra, que havia sido cortada 20 minutos antes, a cobra mordeu a mão. O veneno da cobra paralisa o sistema respiratório, causando asfixia. Quando a assistência médica chegou, Peng Fan, já estava morto.

6- Pastor de ovelhas

Em 2001, no Egito, o pastor de ovelhas Mokhtar Adam Fadl, de apenas 20 anos, estava dormindo ao lado de seu rebanho. Enquanto dormia, ele foi baleado por uma ovelha. Isso mesmo! Uma das ovelhas chutou seu rifle. Mokhtar havia esquecido de amarrar o rifle. E isso fez com que a arma disparasse e o tiro atingisse o seu peito, o matando.

7- Operador de montanha russa

Em 2003, em Idaho, Doug McKay, coproprietário de um parque de diversões, subiu em uma montanha russa para lubrificar uma parte da pista na plataforma do super Loop 2. Mas o brinquedo estava em uso, e um carrinho de passageiros o atingiu. E o carregou por 9 metros acima, antes de deixá-lo cair. Antes de atingir o solo, Mckay bateu inúmeras vezes ao longo do brinquedo. Ele sofreu um traumatismo craniano fatal. Trabalhadores do local e muitas crianças ficaram traumatizados e cobertos de sangue.

Próxima Matéria
Renata G Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+