• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 motivos pelos quais você deve assistir Aquaman

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      12/12/18 às 12h57

A DC no cinema não estava quebrada, mas depois de um começo promissor se perdeu com tanta interferência. Foi preciso um susto para fazer a Warner Bros. cair na real e fazer seu dever de casa da melhor maneira possível. Infelizmente, a crise chegou com Liga da Justiça. O mais importante, porém, era que nem tudo estava perdido. Assim como fez com Petty Jenkins e seu Mulher Maravilha, o estúdio decidiu que ao contratar James Wan para encabeçar o filme solo de Aquaman, ele teria a liberdade necessária para fazer seu trabalho.

Com a decisão, os deuses do Olimpo sorriram felizes e agora é a vez dos fãs! Junto com Homem de Aço e Mulher Maravilha, o primeiro filme de Aquaman está entre os melhores da Warner/DC. O longa prova que apesar dos tropeços, os heróis da DC têm futuro no cinema. Abaixo, confira alguns motivos para conferir o filme!

1 - Um simples começo

Por mais que as pessoas saibam que Aquaman é o rei de Atlântida e consegue falar com peixes, a história em si do personagem é desconhecida por tantos outros. Sendo este o primeiro filme solo do herói, nada mais natural do que contar como tudo começou. O longa tem uma história simples de origem. Vemos a jornada de Arthur Curry, híbrido de humano com o lado atlântico, em sair de sua vida como ninguém até assumir seu lugar como governante da cidade submersa. O conflito apresentado é familiar, nenhum personagem é profundamente explorado ou mesmo está errado por completo. E isso era exatamente disso que a DC precisava. Algo mais contido, uma história de origem descomplicada e divertida.

2 - Jason Momoa como Aquaman

Com 1,93 m de altura, uma voz poderosa e uma presença de ambiente intimidadora, nenhuma pessoa poderia imaginar Jason Momoa assumindo o papel de um herói. Muito menos de um personagem como Aquaman. Zack Snyder, porém, não viu problema em apostar no ator. Nem mesmo Momoa acreditou quando o papel foi oferecido a ele. Em uma entrevista, chegou a comentar que quando soube da proposta, acharia que viveria algum vilão e morreria rápido. Já os fãs, viam o ator perfeito para interpretar Lobo. Mesmo assim, não é que Aquaman foi certeiro!?

Jason Momoa apresentou um personagem carismático, emocional e, quando necessário, bruto. A adaptação foi inspirada na versão dos Novos 52, a qual, no começo, traz o herói cheio de dúvidas sobre sua responsabilidade e seu lugar no mundo. Sentimentos que o ator não teve problemas em demonstrar.

3 - Um filme sem vergonha

Não teve para ninguém! Provavelmente, o herói mais zoado de todos os tempos foi Aquaman. Muito disso graças a série animada Super Amigos. Não importava o quão incrível o personagem era nos quadrinhos, a breguice da animação fez a infame fama do personagem. Zack Snyder tentou tirar um pouco esse efeito, colocando o personagem num traje mais discreto e um tanto mais sério. Até a chegada de James Wan. O cineasta não teve vergonha alguma em colocar Aquaman em seu tradicional uniforme laranja e verde, ainda com tons brilhantes.

O filme é despido de pudor. Além do traje icônico, Wan também ousou retratar as ondas cerebrais omitidas do herói quando ele se comunica com a vida marinha. Como se não bastasse, por diversas vezes, vemos o personagem em poses típicas dos quadrinhos, com quadros que parecem ter sido retirados das páginas. O longa não teve medo de ser uma história fantástica de super-herói!

4 - O toque de James Wan

E por falar em James Wan, o malaio fez toda a diferença. O filme é dele! E ao longo da projeção, percebemos seu estilo particular, em especial nas cenas de ação. Wan optou pelos planos de sequências para retratar as lutas, decisão que resultou em cenas fantásticas. Por exemplo, atenção na parte de perseguição na Itália. As batalhas no fundo do mar são outro espetáculo à parte. Muito bem coordenadas, mesmo com a situação um caos, o espectador não se perde na história. Wan concede charme na transição entre passado e presente. Sem contar também, claro, com a pitada de horror presente em certas cenas.

5 - Visualmente incrível

Aquaman é um filme que merece ser visto no cinema! As cenas de batalha são monstruosas, a recriação de Atlântida é de tirar o fôlego e as cores são vibrantes. Como não poderia deixar de ser, boa parte da história é contada no mundo submerso. No entanto, esqueça aquela bolha de ar vista em Liga da Justiça. Aqui, as pessoas simplesmente falam em baixo da água e pronto. Os movimentos variam perfeitamente entre a sutilidade e a agressividade. Atlântida é mostrada de forma bastante real. Os personagens flutuam com controle, cavalgam cavalos marinhos gigantes, tubarões e interagem com o cenário aquático de maneira orgânica.

6 - Casal real

Em alguns lugares, houve certas reclamações a respeito da química entre Jason Momoa e Amber Heard. Contudo, a relação deles é tão simples quanto a própria história. O filme usa um pouco da velha (e eficiente) tática da romancista inglesa Jane Austen. A grosso modo, o casal se odeia no início, mas se amam no final. Como visto em Liga da Justiça, Arthur e Mera não se bicam muito. Ela vai a procura dele para que possa salvar Atlântida de entrar em guerra com a superfície.

A medida em que a história se desenrola, os dois se veem obrigados a trabalhar juntos por um objetivo em comum. Nesse tempo, eles desenvolvem afeto um pelo outro. Uma estrutura mais que simples e que se revelou eficiente para juntar o futuro rei e rainha de Atlântida. Eles formam um casal bonito e equilibrado, sendo ela mais racional e ele mais emocional.

7 - Equilíbrio emocional

Aquaman é um filme de aventura que sabe muito bem balancear os outros gêneros presentes na história. Existe bastante humor, contudo, este não é forçado ou mesmo desnecessário. Ele é usado para ajudar a demonstrar a personalidade de seu protagonista. Sendo assim, quando a cena possui um teor mais dramático, ela se mantém ao drama. Da mesma forma quando necessita ser mais séria. O cômico não é imposto em momentos chaves, mantendo, portanto, a integridade do momento. James Wan não utilizou o humor como mero alívio, mas como parte da história.

Próxima Matéria
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+