• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 mulheres que mataram as suas próprias famílias

POR Arthur Porto    EM Mundo Afora      20/08/19 às 15h33

Casos de violência e dor marcam a vida de boa parte da população mundial. Sabemos que crimes hediondos são praticados quase todos os dias. As ondas de crime parece nunca cessar. No entanto, dentre todos os casos de violência exibidos nos noticiários, sempre existem aqueles que nos deixam extremamente chocados.

Ficamos de boca aberta quando vemos alguma notícia que envolve a morte de um adolescente. Trememos quando descobrimos que alguém é assassinado em uma parada de ônibus, por exemplo. Os exemplos acima são trágicos, mas, infelizmente, são comuns. Quando nos deparamos com informações como essas, absorvemos e seguimos com nossas vidas normalmente.

Por outro lado, existem aqueles crimes que ficam gravados na memória. Sabe quais são? Confira nossa lista.

1 - Aubrianne Moore

Aubrianne Moore, de 28 anos, fingiu uma consulta médica para tirar as filhas da escola antes das aulas terminarem. Após sair do colégio com as filhas, Aubrianne Moore assassinou as três crianças, uma por uma, em uma zona florestal no Michigan, EUA. Moore disparou contra as crianças com uma caçadeira. Em seguida, com as crianças mortas no banco traseiro do carro, Moore foi até à casa do ex-namorado onde viria a suicidar-se com a mesma arma.

2 - Ethel Geller Yeldem

Ethel Geller Yeldem tinha sete filhos. Três do primeiro casamento e quatro eram do segundo. O motivo não se sabe ao certo, sabe-se apenas que Ethel Geller Yeldem assassinou a tiros os filhos do segundo matrimônio. Os três filhos do primeiro casamento não sofreram nenhum dano. No mesmo dia do crime, Ethel foi para a cadeia. No entanto, nove dias depois morreu. A causa da morte nunca foi divulgada. O crime ocorreu em 1930.

3 - Jennifer e Sarah Hart

Jennifer e Sarah Hart eram companheiras. Ambas haviam adotado seis filhos. Em público, o casal demonstrava ser carinhoso, cheio de amor. No entanto, em 2018, a verdade veio à tona. As mulheres estavam sob vigilância por negligência infantil. Assim, ambas decidiram suicidar-se, atirando o carro em que toda a família estava por uma ribanceira junto ao mar. Jennifer Hart e Sarah Hart, ambas com 39 anos, e os seis filhos adotivos morreram.

4 - Emma Cooper

Emma Cooper usou clorofórmio para drogar toda sua família e depois atirou na cabeça de todos enquanto dormiam. Em seguida, Emma suicidou-se. Apenas o filho caçula sobreviveu. No entanto, o menino faleceu pouco tempo depois. Não se sabe a causa da morte. Além disso, também não se sabe porque Emma decidiu privar o pequeno da morte. Bom, se foi por amor, não acredito.

5 - Rachel David

Immanuel e Rachel David viveram com seus sete filhos no 11º andar de um hotel de luxo em Salt Lake City, Utah, Estados Unidos. Em agosto de 1978, Rachel, sem mais nem menos, decidiu colocar um fim em sua própria vida. No entanto, antes de suicidar, Rachel empurrou um por um de seus filhos da sacada do quarto do hotel.

6 - Judy Kirby

Em março de 2000, Judy Kirby causou um acidente de trânsito que chocou os americanos. Kirby dirigia 160 km/h quando chocou seu carro contra uma mini van. Em seu carro, além de Kirby, estava também três de seus filhos e um sobrinho. Todos morreram, menos Kirby.

7 - Alma May Kepley McAninch

Alma usou uma espingarda para matar cinco de seus filhos. Após cometer o crime, Alma suicidou-se. Seus dois filhos mais velhos sobreviveram porque haviam saído de casa para comemorar o Halloween.

Próxima Matéria
Via   List Verse  
Imagens List Verse
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+