icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 padrões de beleza feminina inusitados que existem ao redor do mundo

POR Natália Pereira EM Curiosidades 11/12/17 às 18h45

capa do post 7 padrões de beleza feminina inusitados que existem ao redor do mundo

Os padrões de beleza existem em todos os lugares. Principalmente quando se trata da aparência feminina. Por mais que as suas consequências já tenham se mostrado danosas de várias formas, eliminá-las é mais difícil do que deveria ser. Muitas pessoas são afetadas pelos esteriótipos colocados pela sociedade em que vive. O corpo magro, cabelo liso e rosto delicado são alguns dos principais modelos exigidos pelo nosso país, assim como Estados Unidos.

A situação das mulheres em diversos países é bem complicada e já gerou matérias como "7 realidades tristes das mulheres em outros países". As colocações em relação a aparência das mulheres fazem com que elas tenham muita insegurança com o próprio corpo e com sua beleza. Gerando casos de anorexia, excessivos tratamentos de beleza e até suicídios. Isso felizmente vem sendo questionado no Brasil e muitos já estão indo contra esses padrões. Mas como isso acontece mundo afora? Qual o ideal de beleza feminina colocada nas culturas afora? Foi exatamente para responder esse questionamento que juntamos os padrões de beleza mais bizarros espalhados por aí.

7. Nova Zelândia - Ta Moko

O estereótipo de beleza conhecido como Ta Moko tem mais de 1000 anos de tradição. Ele vem da Nova Zelândia e consiste em uma espécie de tatuagem. A diferença é que elas são feitas através de cicatrizes e marcações. Elas fazem parte de um ritual sagrado e a maioria é feita no rosto. Já que para eles a cabeça representa a parte mais sagrada do corpo.

6. Japão - Yaeba

O Yaeba é um dos perfis estéticos utilizados no Japão. Ele é feito sobre os dentes das mulheres e é muito procurado por elas independente da idade, sendo bem popular por lá. Ele é feito através de uma cirurgia dentária que força os dentes caninos para frente. Fazendo com que eles entortem. Ele se popularizou junto com um grupo chamado AKB48.

5. Coreia do Sul - Rosto em "V"

Esse procedimento consiste em fazer cirurgias no rosto para torná-lo mais fino e dentro dos padrões esperados. A beleza extremamente padronizada dos países asiáticos nem sempre são naturais. Precisando enfrentar muitos processos até adquirir a "forma perfeita". A maioria das mulheres que passam por essa transformação tem um rosto mais quadrado, considerado "masculino" e desejam ter uma feição mais feminina. Para isso elas retiram parte da lateral do queixo e fazer com que ele tenham um formato de "V".

4. África - Alargadores

Para se diferenciarem e alterarem um pouco a sua aparência, as mulheres das tribos Masai usam enormes alargadores. Com o passar dos anos elas vão alargando ainda mais as suas orelhas. Fazendo com que o seu tamanho represente também a sua idade já que as mais velhas possuem orelhas ainda maiores que as jovens. Os alargadores são feitos principalmente de pedras, madeiras e espinhos.

3. Japão - Gyaru

Outra das modas atrativas para os japoneses é a Gyaru. Esse estilo não precisa necessariamente de mudanças físicas, apesar de muitas acabarem aderindo a esse meio para ficarem ainda mais "delicadas". Em geral essa moda consiste em se vestir como uma boneca. Se maquiando dessa forma também. Para que isso aconteça muitas delas usam muita maquiagem e enormes cílios postiços. Além de cabelos artificiais e compridos. Suas roupas também são extravagantes e bem menininhas.

2. França - Natural

Nós brasileiras temos um padrão de beleza extremamente oposto a esse. As mulheres do nosso país costumam depilar quase todas as áreas possíveis. Elas tiram os cabelos das axilas, pernas, virilha e até do braço. Enquanto isso, as mulheres da França aderiram uma moda um pouco diferente. Para elas o bonito se trata do natural. Elas não aderem aos nossos métodos de estética nesse aspecto. O seu conceito de natural inclui não usar muita maquiagem nem fazer cirurgias estéticas. Seus maiores cuidados são com a pele e os cabelos.

1. África - Discos nos lábios

Outra tribo da África usa arcos como forma de beleza. Eles são os Mursi e dessa vez os discos não ficam na orelha mas em um lugar bem inusitado. As mulheres dessa cultura esticam seus lábios com o uso de discos realmente grandes. Além de ser uma representação de beleza para sua cultura, esses arcos na boca das mulheres ainda são sinal de maturidade sexual.


Próxima Matéria
avatar Natália Pereira
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest