• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 países que podem surgir no futuro

POR Arthur Porto    EM Mundo Afora      29/08/19 às 18h46

Atualmente, em todos os países, movimentos separatistas operam com táticas diversas. Entretanto, vale ressaltar que o objetivo é o mesmo: mais autonomia e, se possível, independência. Os movimentos separatistas surgem por diferentes motivos. Podem ter cunho político, étnico ou racial, religioso ou social. Em sua maioria, trata-se de colônias ou territórios pequenos que se sentem desvalorizados pelos governos principais de seus países.

Depois da ousadia da Catalunha, que chegou a declarar sua secessão da Espanha antes de sofrer uma intervenção do governo central, outras partes do mundo parecem que estão dispostas a seguir o mesmo exemplo. Não é de hoje que territórios e países em diferentes partes do mundo buscam independência.

Nesse quesito, pode-se dizer que o ano de 2014 foi um dos mais agitados. Na época, algumas fronteiras foram redesenhadas. A Crimeia, por exemplo, foi anexada à Rússia em um controverso processo. Além disso, a Escócia, assim como Irlanda do Norte e País de Gales, conquistaram independência em relação ao Reino Unido.

Como forma forma de valorizar e garantir mais direitos e investimentos à sua população, os movimentos passaram buscar independência. Por esse motivo, não estranhe, novos países certamente surgirão em breve. Confira, agora, sete países que, teoricamente, já redefiniram ou terão que redefinir as próprias fronteiras.

1 - Bélgica

Um abismo profundo continua dividindo a Bélgica em duas partes: os flamengos, no norte do país, e os valões, no sul. Em suma, desde sua independência em relação aos Países Baixos, em 1830, a Bélgica é uma monarquia. Essa divisão foi impulsionada pelas classes alta e média de católicos, que falam francês e vivem no sul do país, numa região conhecida como Valônia. O francês foi instituído como idioma administrativo oficial nas Forças Armadas, no Parlamento e como língua nas escolas do país. O holandês ou flamengo permaneceu como idioma considerado de servos e lavradores. Entretanto, continua a ser falado na região de Flandres, mais populosa, mas também mais pobre. A divergência idiomática é até hoje um assunto no país. Atualmente, o governo fala abertamente em dividir o país em dois.

2 - Síria

Hoje, a Síria está no meio de uma trágica guerra civil. Em suma, a guerra é o principal motivo para que o país se separar em várias nações. Para se ter uma ideia, o país é formado basicamente por grupos religiosos: sunitas, cristãos, alauitas, drusos, mandeus e iazidis. Os árabes sunitas formam o maior grupo populacional do país. Os sunitas, por exemplo, já se consideraram uma nação independente.

3 - Catalunha

A Catalunha é uma região específica da Espanha que já possui autonomia por ter declarado sua sua secessão antes de sofrer uma intervenção do governo central. Os catalães tomaram tal decisão por acreditarem que são diferentes dos espanhóis, já que possuem tradições e idioma diferentes.

4 - Ryukyu

As Ilhas Ry?ky? são um grupo de ilhas ao sul de Kyushu e ao norte de Taiwan. O norte é conhecido como Satsunan Shot?, e pertence à província de Kagoshima. Já o sul é conhecido como Ry?ky? Shot?, e pertence a Okinawa. Assim como os outros países, o grupo de ilhas também anseiam pela independência.

5 - Judéia

Em maio de 1948, Israel proclamou sua independência. Entretanto, em menos de 24 horas, exércitos do Egito, Jordânia, Síria, Líbano e Iraque invadiram o país. Em suma, na chamada Guerra de Independência de Israel, as recém-formadas e pouco preparadas forças de defesa de Israel expulsaram os invasores. A guerra durou cerca de 15 meses e custou a vida de seis mil israelenses. Na época, quase 1% da população judaica do país. Após negociações na ONU, a Planície Costeira, a Galileia e todo o Neguev ficaram sob a soberania israelense. Além disso, a Judéia e a Cisjordânia ficaram sob o domínio da Jordânia. Por fim, a Faixa de Gaza ficou sob a administração egípcia e a cidade de Jerusalém ficou dividida. A Jordânia controla a parte leste, incluindo a Cidade Velha, e Israel, o setor ocidental.

6 - Estados Unidos

Como você sabe, as guerras civis foram a principal razão para os estados dos Estados Unidos tornarem independentes. Se essas divisões e diferenças culturais nos Estados Unidos não foram abortadas, é possível que alguns dos estados possa tornar-se independente nos próximos 20 anos. Em 2012, 50 estados apresentaram uma petição com centenas de milhares de assinaturas pedindo a separação da União. Os dois estados com maior probabilidade de abandonar a União são Alasca e Texas.

7 - Turquestão Oriental

O Turquestão Oriental refere-se à parte oriental da região do Turquestão na Ásia Central. Atualmente, é a região autônoma Xinjiang, que pertence à República Popular da China. Entretanto, a população, majoritariamente, é formada por uigures.

Próxima Matéria
Via   LolWot  
Imagens LolWot
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+