• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 pessoas extremamente ricas que se tornaram terríveis assassinos

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      28/10/19 às 15h01

Quem nunca sonhou em ser bilionário? Todos nós, ao menos uma vez, pensamos em como seria a vida com tanto dinheiro e como seria poder ter absolutamente tudo que quiséssemos. Além disso, ser rico dá as pessoas o poder e as sentirem invencíveis.

O dinheiro pode fazer com que as pessoas escapem das consequências de várias coisas, senão da maioria. Mas nem sempre isso é uma verdade e, às vezes, as más ações os alcançam. Muitas pessoas ficaram protegidas pelo seu dinheiro por anos. Mas alguma hora, elas foram confrontadas pelos seus crimes. Mostramos aqui alguns crimes cometidos pelos extremamente ricos.

1 - Robert Durst

Esse homem é o herdeiro do magnata imobiliário americano Seymour Durst. Robert é suspeito de ter matado três pessoas. Uma delas é Kathleen McCormack Durst, que foi sua primeira esposa, e desapareceu em 1982. A segunda foi a amiga de sua mulher, Susan Berman. Ela foi morta em 2000. E a última foi sua vizinha, Robert Morris Black, que foi morta em 2001.

Esses casos são vinculados diretamente com Robert. Mas acredita-se que ele possa ter matado outros. Ele foi acusado de matar Black. E quando estavam em julgamento, ele disse que uma arma disparou enquanto ele se defendia de seu vizinho. Robert foi preso pelo assassinato de Susan Berman, em 2015.

2 - Nathan Leopold e Richard Loeb

Os irmãos Loeb eram muito ricos e tinham futuros promissores. Mas eles cometiam crimes pequenos como furtos. E queriam cometer um assassinato perfeito. Eles ficavam procurando sua vítima por um tempo, até que encontraram Bobby Franks, um garoto.

Os irmãos colocaram Bobby no carro e o mataram. Na outra manhã, eles enviaram uma nota de resgate à família do menino. O corpo de Bobby foi encontrado bem rápido e a polícia logo rastreou Nathan Leopold. O crime foi descoberto e os irmãos confessaram. Eles foram condenados à prisão perpétua.

3 - Michael Skakel

A família Skakel era bastante rica e ligada aos Kennedy. O pai, raramente, via seus filhos e os deixava sob a supervisão dos funcionários. Quando já estava mais velho, um dos filhos, Michael, teve uma paixonite por uma menina chamada Martha Moxley. Depois de um tempo, a menina foi achada morta com suas calças abaixadas e a cabeça esmagada por um taco de golfe.

O clube de golfe ia até a família Skakel. E Thomas Skakel teria sido a última pessoa a ser vista com Martha. Thomas e Michael foram submetidos a testes de mentiras e passaram. Durante os anos seguintes, várias pessoas dizem ter ouvido Michael contar que ele tinha matado Martha. E a história dele, ao explicar onde ele estava no momento da morte, foi mudando ao longo dos anos. Em 2000, ele foi acusado pelo assassinato de Martha e condenado.

4 - Phil Spector

Ele foi um produtor musical de vários discos pop, lançados na década de 1960. Spector chegou a trabalhar com Tina Turner e John Lennon. Ele era bastante bem sucedido até que de repente seu sucesso desapareceu e o homem ficou recluso.

Mas, em 2003, Spector voltou às manchetes. Isso porque ele tinha matado a atriz Lana Clarkson em sua casa. Ele teve dois julgamentos. O primeiro, em 2007, não foi conclusivo. O segundo, em 2008, o condenou, considerando-o até mesmo culpado por assassinato em segundo grau. E assim,Spector foi condenado a 19 anos de prisão.

5 - Harold Landry

Esse homem era um texano rico, que morava na Inglaterra com sua esposa, Lucy Landry. Por fora, os dois pareciam ter o casamento perfeito, mas a verdade é que o casal via outras pessoas e a relação era cheia de episódios de rancor. Lucy pediu o divórcio e Harold tomou as precauções para que a mulher não se beneficiasse de nada.

No dia 1º de fevereiro de 2010, Lucy foi encontrada morta. Ela foi esfaqueada 20 vezes. Os filhos do casal estavam a poucos metros da mãe mas, felizmente, a polícia a encontrou primeiro. Harold foi preso e disse que estava se defendendo da mulher. Mas o promotor não acreditou nessa versão e Harold foi condenado à prisão perpétua.

6 - Lyle e Erik Menendez

Os irmãos Menendez são filhos do rico executivo de entretenimento, José Menendez e de Mary Menendez. Quando os pais morreram, os irmãos não eram suspeitos. Mas eles começaram a gastar o dinheiro herdado, tirando férias e comprando casas novas. E então eles passaram a chamar bastante atenção.

Erik confessou ter matado seus pais. Antes disso, ele ameaçou seu psicólogo, que contou para sua mulher as ameaças feitas por Erik. Ela então contou à polícia. Então, os irmãos foram presos. Os irmãos foram condenados à prisão perpétua em um terceiro julgamento.

7 - Ashton Sachs

O homem era filho de um casal muito rico, Andra e Brad Sachs. Em 2014, Andra, Brad e seus dois filhos foram baleados em sua casa, enquanto dormiam. Ashton pareceu ser o filho de luto, e até fez um discurso emocionante sobre seus pais.

Posteriormente, descobriu-se tudo. Ele dirigiu durante 18 horas, até a casa de seus pais. Na ocasião, ele levou uma espingarda automática. Ashton não deu um motivo real para explicar porque matou sua família. Ele se declarou culpado e foi condenado à quatro prisões perpétuas.

Próxima Matéria
Via   Listverse  
Imagens Listverse
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+