7 pessoas famosas que nos espionavam secretamente

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      07/02/20 às 15h43
foto de destaque

Todos os nossos heróis, um dia, praticam atos impertinentes. Ainda assim, tendemos a perdoá-los. Afinal, pequenos erros não nos incomodam, não é verdade? E daí que uma celebridade foi rude com seus fãs? E daí se alguém obtém idéias sensacionais utilizando entorpecentes? É altamente compreensível. Em contrapartida, todo esse cenário muda quando os erros ultrapassam determinados limites. No século 20, por exemplo, um número de pessoas proeminentes famosas por suas obras de arte ou invenções conspiraram ativamente contra nós.

Esses indivíduos trabalharam ativamente em conspirações, que representam abertamente o conceito de traição. Confira agora, 7 pessoas famosas que nos espionaram e ainda se safaram.

1 - Roald Dahl

Roald Dahl ficou conhecido por suas inúmeras produções. As mais famosas foram Charlie e a Fábrica de Chocolate e James e o Pêssego Gigante. Antes de tornar-se famoso, Dahl trabalhou com inúmeras outras coisas. Uma delas foi espionando cidadãos americanos. De acordo com inúmeros relatos, Dahl foi descrito como um espião completamente incapaz de manter um segredo. Foi ele quem trouxe à tona um dos casos amorosos vividos por Franklin D. Roosevelt.

2 - Ernest Hemingway

Enquanto viveu, Ernest Hemingway foi, diariamente, assombrado pelo FBI. J. Edgar Hoover, um dos agentes da polícia secreta americana, tinha um interesse especial em Hemingway, porque estava convencido de que o lendário escritor era um agente secreto que vendia informações à KGB. A constante vigilância do FBI deixou Hemingway tão paranoico, que seus amigos estavam convencidos de que ele estava ficando louco. Tanto que se internou em um hospital psiquiátrico. Mas, afinal, Hemingway era ou não era espião? Sim, era. Arquivos, recentemente, divulgados revelaram que Hemingway se encontrava com agentes da KGB, em 1941.

3 - A Duquesa de Windsor

Wallis Simpson tornou-se duquesa de Windsor quando se casou com Edward, duque de Windsor. Esse foi o terceiro casamento de Wallis. Edward amava Wallis, mas rumores sugerem que ele não era correspondido. Wallis zombava constantemente do marido por ser impotente. Durante seu casamento, a duquesa teve um caso com o ministro das Relações Exteriores nazista, Joachim von Ribbentrop. Desde então, a donzela passava informações sobre o governo britânico aos nazistas.

4 - O Duque de Windsor

Wallis Simpson pode não ter sido uma ótima esposa, mas isso não significa que Edward também era inocente. Segundo informações do FBI, Edward sempre esteve disposto a ajudar a causa nazista. Edward era amigo de Adolf Hitler. Em contrapartida, o ditador alemão mantinha a amizade por puro interesse. Tanto que a relação de amizade continuou quando a Segunda Guerra Mundial começou. Em suma, tanto Wallis, quanto Edward estavam trabalhando a favor de Hitler.

5 - Arnon Milchan

O empresário e produtor de filmes israelense, Arnon Milchan, é uma dessas pessoas famosas que sempre foram idolatradas. Milchan produziu alguns dos filmes mais amados de todos os tempos. Entre suas produções conhecidas estão Pretty Woman, Fight Club e Gone Girl. O empresário, que sempre foi rico, também trabalhou em inúmeros projetos que não envolviam a indústria cinematográfica. Milchan, por exemplo, ajudou Israel a impulsionar o próprio programa nuclear. Ele também ajudou a África do Sul a se defender das críticas em relação ao apartheid.

6 - Leon Theremin

Leon Theremin foi um físico e inventor russo. Ele foi o criador de um dos primeiros instrumentos musicais eletrônicos, o teremin, em 1919. Para chegar até a invenção do famoso instrumento, Theremin, percorreu uma longa estrada: estudou física, astronomia e música na Universidade de São Petersburgo. Theremin também criou o "The Thing", um dispositivo de escuta que não requeria fonte de energia. Em suma, o objeto foi usado para espionar o governo dos EUA.

7 - Kim Philby

Kim Philby foi um dos espiões britânicos mais famosos da história. E por que ficou tão famoso assim? Basicamente, porque ele enganou todo o governo britânico. Philby, na verdade, foi um espião soviético. Isso mesmo. A divisão anti-soviética do MI6 sempre teve agentes soviéticos atuando, secretamente, no governo britânico. Philby era um deles.

E você? Conhece outras pessoas que também trabalharam como agentes secretos? Se sim, deixa um comentário.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

2 SINAIS QUE FALTAM PARA JESUS VOLTAR - E SE FOR VERDADE

Próxima Matéria
avatar Arthur Porto
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+