icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 pessoas que foram presas por razões inimagináveis

POR Bruno Dias EM Curiosidades 09/05/19 às 16h02

capa do post 7 pessoas que foram presas por razões inimagináveis

Seguir os princípios básicos da ética e moral são valores essenciais para a vida em sociedade. Preconceitos e discriminações de qualquer espécie, violência física gratuita e violação de direitos elementares são exemplos básicos de crimes, passíveis de punições de diversas ordens.

Mas alguns motivos que para nós parecem bobos, podem levar as pessoas para a cadeia. Existem muitas detenções que foram feitas por motivos idiotas. Nessa lista mostramos que as pessoas acabaram atrás das grades por coisas a priori simples.

1 - Briga de comida

Redes de fast food podem ser um ponto salvador depois de uma noite, ou quando se quer uma comida rápida. Mas o Taco Bell ficou marcado na vida desse casal da Flórida negativamente. Segundo um site, Suzanne Hurlvert, de 51 anos, e Carl Owen Smith, de 65, começaram a brigar por causa do alcoolismo do homem.

A briga foi ficando pior e quando a mulher foi bater no homem com um burrito, ele a esfaqueou com um garfo. Depois disso, ele fugiu do local até que foi encontrado pelos policiais em um bar. Os dois foram fichados na polícia por várias acusações.

2 - Dia de cabelo ruim

Segundo o New York Post, David Davis esfaqueou um homem nas costas enquanto ele estava cortando o cabelo em um apartamento em Stamford, em 2011. O homem que foi esfaqueado, supostamente, se aproximou de Davis de forma agressiva e forçou Davis a usar a tesoura em sua defesa. Ninguém sabe ao certo o que aconteceu entre os dois homens. Quando Davis foi encontrado, ele foi levado pela polícia e sua foto para prisão ficou um tanto quanto engraçada.

3 - Fita VHS

Quem não lembra do tempo em que alugávamos filmes e quando passava o prazo de devolver e tínhamos que pagar uma multa pelos dias atrasados?! Bom, mas James Meyers, da Carolina do Norte, teve uma experiência um pouco diferente. Ele foi forçado a se entregar à polícia por ter esquecido de pagar a multa de um VHS que tinha alugado há 14 anos.

Segundo um canal de TV local, em 2002, um mandado de prisão foi emitido para o homem. Meyers só foi descobrir a respeito do mandado em 2016, depois de ter sido parado pela polícia por causa de um farol queimado. Então ele foi forçado a se entregar à polícia e foi acusado por uma contravenção de classe 3.

4 - Livro atrasado

Bom, parece que é melhor anotarmos o que temos que devolver para não corrermos o risco de parar atrás das grades. Em 2013, Jory Enck, morador do Texas, foi preso por não ter devolvido um guia de estudos que ele tinha pegado na biblioteca há três anos.

Ele foi preso graças a uma lei promulgada no Texas alguns meses antes. Ela determina que a não devolução dos livros pode ser classificada como roubo."Na próxima vez, acho que provavelmente comprarei um livro da Amazon", disse Enck.

5 - Arma

Quando vocês está em um banco ou em algum ambiente fechado e vê alguém com uma arma, o seu instinto é alertar a autoridade que estiver no lugar. Foi exatamente isso que Robert Gursky pensou em fazer quando, em 2013, estava dentro de uma agência bancária e viu um homem com uma arma.

Mas quando Gursky foi avisar o segurança do banco ele apenas gritou "arma" e todo mundo entrou em alarde. Com o mal entendido, a polícia foi acionada e viu que a pessoa com a arma estava com ela legalmente. E o pior foi que Gursky foi acusado por perturbar a paz.

6 - Espaguete

Comer alguma coisa no carro pode ser um problema que você pode nem ter imaginado. Em 2014, uma mulher foi presa em Gainesville, na Geórgia, quando os policiais suspeitaram que a colher que tinha no carro dela tinha restos de metanfetamina. Mesmo falando que o que tinha na colher era molho de espaguete, a mulher passou um mês na cadeia. Até que o laboratório criminal confirmou que ela estava falando a verdade. As acusações foram retiradas e um relatório posterior disse que a mulher estava considerando processar a polícia e os promotores.

7 - Foto no Facebook

As mídias sociais são uma grande parte da nossa vida na atualidade. Mas se você ver sua foto como "procurado" nas redes sociais, é melhor não curti-la. O menino Levi Charles Reardon, de Montana, curtiu uma foto de si mesmo em uma página de procurados por crimes. Pela curtida, os policiais conseguiram rastrear Reardon e o prenderam por acusações de falsificação.


Próxima Matéria
Via   Grunge  
Imagens Grunge
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest