• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 procedimentos médicos que secretamente não são tão inocentes assim

POR Isabela Ferreira    EM Terror & Sobrenatural      20/09/17 às 17h57

Os procedimentos médicos sempre se fizeram presentes em nosso mundo, porém, de formas diferentes. Há anos atrás seria bem comum que um simples gripe pudesse te fazer ficar de cama por tempo indeterminado, com algum médico natural jogando folhas em cima de você. Achou exagero? Talvez seja, mas a questão é que a medicina realmente avançou e muito.

Dia e noite surgem novas tecnologias e medicamentos, fazendo com que os profissionais da saúde precisem se adaptar às novidades. Bom, acontece que muitos procedimentos médicos de hoje em dia podem ser considerados completamente inúteis, ou até mesmo perigosos. Pensando nisso, separamos abaixo 7 casos semelhante. Dá uma olhada!

1 - Tomografia Computadorizada

Uma tomografia é um exame radiológico que permite a visualização de estruturas do corpo. Muitos a chamam de "super raio-x", e também não é pra menos. O equipamento é gigante. É um procedimento médico que facilitou muito a vida de milhares de pessoas por aí. Antes, só era possível detectar hemorragias e doenças cerebrais por meio de cortes, e a tomografia computadorizada evita isso.

Bom, então qual seria o problema? A radiação, este é o problema! Estima-se que em um procedimento utilizando a tomografia computadorizada, você receba algumas centenas de vezes mais radiação do que em um exame comum de raio-x.

Calma, ninguém aqui está dizendo que exames do gênero podem te matar, mas sim que contem um risco um pouquinho maior. O equipamento é mantido com níveis de radiação mais baixos possíveis, porém, uma pessoa que é submetida frequentemente a isso pode correr alguns riscos.

Pesquisadores acreditam que um em cada 50 casos de câncer no futuro, terá sido provocado por uma sequência de tomografias. Será mesmo?

2 - Exames Físicos

Esses são os tipos de procedimentos médicos a que somos mais submetidos. O médico vai até você, te pede pra tossir e analisa alguma reação de seu corpo. Depois de sair dali, sua saúde parece a de um leão com total vitalidade! É uma prática realizada há anos!

Mas o que teria de errado nisso? Esses exames físicos foram introduzidos na medicina na década de 19020, quando descobriram que as pessoas que eram submetidas a esse tipo de exame tendiam a viver mais. Acontece que a relação entre isso não é muito certa.

As pessoas que mais passam por esse tipo de procedimento, são aquelas que se preocupam em manter um estilo de vida saudável. De acordo com o Departamento de Saúde e Serviços, eles não oferecem nenhum tipo de benefício real, se você tiver algo que precisa de um tratamento. Apesar disso, os médicos continuam aplicando. Deve ser na tentativa de provocar um efeito placebo...

3 - Circuncisão

A circuncisão é uma cirurgia que remove a pele que cobre a glande do pênis, chamada de prepúcio. É um dos procedimentos cirúrgicos mais antigos do mundo, remontando há cerca de 25 mil anos, em algum lugar do Egito Antigo. É considerado ainda como um procedimento religioso, em muitos casos.

E nesse caso, qual seria o problema? Bom, muito se fala sobre o método diminuir as chances de contrair HIV, ou mesmo diminuir os riscos de um câncer no pênis, porém, analisando sobre um outro viés, existem inúmeros procedimentos maliciosos que podem resultar em coisas nada agradáveis.

A maioria dos médicos não indica a circuncisão. E acredite, não é porque o procedimento possui inúmeros efeitos colaterais, mas sim porque é completamente inútil.

4 - Cesarianas

Atualmente uma cesariana traz, de certa forma, conforto para a gestante. Por muito tempo as grávidas tiveram que sofrer bastante até conseguirem dar a luz, sendo que muitas chegavam a morrer por alguma complicação. Hoje em dia, se algo estiver errado e não for possível realizar um parto normal, é possível recorrer à cesária. Não é um dos procedimentos médicos mais fáceis e menos dolorosos do mundo, mas ajuda a salvar muitas vidas.

E qual seria o ponto negativo então? Acontece que muitas mulheres estão escolhendo o procedimento apenas por conveniência. Sabemos que o parto normal é mais seguro e saudável tanto para a mãe quanto para o bebê, mas o medo e a "facilidade" da cesária tem atraído muitas.

É possível tirar toda aquela ansiedade de ter que esperar pelo bebê, e simplesmente marcar um dia para tirá-lo de lá. É algo muito mais cômodo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que apenas 15% dos partos sejam feitos por cesariana, mas a porcentagem é duas vezes mais alta que isso. Aqui no Brasil por exemplo, estima-se que 80% dos bebês passem por isso.

5 - Antibióticos

Há cerca de 100 anos os antibióticos ganharam popularidade. Desde então, começaram a servir como uma ajuda para que nossa saúde esteja sempre em dia. O problema é que fazem parte dos remédios que mais são ingeridos em excesso. Um estudo revelou que 80% das prescrições feitas de um antibiótico usado contra a bronquite, eram desnecessárias.

Muitas vezes os médicos não tem certeza se determinada infecção é bacteriana ou viral, e mesmo assim receitam um remédio contra bactérias. É algo completamente ineficaz e não faz sentido.

Estima-se que 70 mil pessoas sejam encaminhas para as salas de emergência de hospitais, apenas por culpa dos efeitos colaterais do medicamento. Sem contar que ele pode deixar a pessoa dependente... É preciso ter muito cuidado ao receitar, bem como ao consumir.

6 - Xaropes calmantes para crianças

Bom, este é um caso que não é recente, mas que da mesma forma, de inocente não tem nada. No século 19 as pessoas costumavam ser muito ocupadas, se preocupando sempre com seus afazeres domésticos, principalmente as mães. As crianças, por outro lado, parece que sempre gostavam de estar por perto e brincar, fazer barulho, enfim... Coisas de crianças.

Os médicos então passaram a receitar uma espécie de xarope calmante para que as mães pudessem dar aos filhos. Era uma espécie de pastilha para ajudá-los a ficarem mais quietos e seguros... Bom, era o que diziam.

Para que você tenha uma ideia, cada dose consumida pela criança continha cerca de  65 mg de morfina. As crianças ficavam drogadas por um bom tempo, apenas para que os pais pudessem ter momentos de descanso.

7 - Cura elétrica para impotência

Mais um dos procedimentos médicos que eram passados a pacientes no século 19. Muitos homens procuravam desesperadamente uma forma de resolver seus problemas de impotência, e naquela época, a eletricidade já havia se tornado popular. A partir daí, foram desenvolvidos alguns equipamentos, a exemplo de camas elétricas e até mesmo cintos elétricos que prometiam devolver ao homem sua virilidade.

O grande problema nisso tudo, é que nada disso funcionava de fato, sem contar que era algo bastante doloroso. Imagine você nesta situação... Não deveria ser nada agradável, mas estavam realmente dispostos a encarar.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+