• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 pseudociências que você não sabia que existem

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      23/04/19 às 16h37

A verdade é difícil e a fantasia é reconfortante. Essa é uma frase que todos nós poderíamos dizer sem carregar qualquer tipo de remorso. Os fatos nem sempre são óbvios ou claros, por isso, a mentira em diversos casos foi introduzida e aceita no lugar de evidências. Hoje encaramos esse tipo de coisa como uma falha moderna da sociedade. No entanto, se olharmos para a história, o fenômeno da desinformação generalizada é bastante comum. Muito mais comum do que possamos imaginar inclusive. Isso tem total relação com a pseudociência que existe no mundo. No entanto, há algumas que você ou até mesmo nós não ouvimos falar.

A pseudociência é qualquer tipo de informação que não se baseia em fatos científicos. Podem ainda ser fatos que possuem um alto padrão de conhecimento, mas que não resulta da aplicação de métodos científicos. Trata-se de uma reivindicação. Crença ou prática que se apresenta como científica, mas não segue exatamente um método científico válido. Sendo assim, carece de provas ou plausibilidade.

Pensando um pouco sobre o assunto, resolvemos trazer essa matéria. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou para você, caro leitor, algumas pseudociências que você não sabia que existem. Se você souber alguma outra pouco conhecida, comenta pra gente aí embaixo. Aproveite para compartilhar desde já com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco a seguir e surpreenda-se.

1 - Frenologia

Assim como os humanos ficaram intrigados com os mistérios de mundos distantes, também somos cativados por algo desconhecido que se esconde em nossas próprias mentes. A frenologia era um ramo da psicologia que se tornou popular no início do século XIX. Essa teoria foi derivada de obras do médico Franz Joseph Gall. Ele deu o nome de "cranioscopia". Ele e seus seguidores mantinham a crença de que a personalidade e a inteligência de uma pessoa seriam capazes de se formular pela forma do crânio da pessoa. O formato do crânio podia dizer muito. As pessoas usavam isso para "ler o caráter" de outra.

2 - Iridologia

Essa é uma pseudociência médica do século passado. A iridologia não desapareceu por completo. Um sistema diagnóstico criado por Ignatz Von Peczely tornou-se então uma prática médica alternativa que ainda tem escolas e programas que proclamam sua eficácia hoje. Ele teve essa ideia ainda na infância ao cuidar de uma coruja com a asa quebrada. Ele percebeu que a ave tinha uma faixa preta em sua íris que foi substituída por listras brancas quando se curou. Adulto, Peczely publicou um artigo sobre. A hipótese era de que a íris se conecta ao resto do corpo, então as cores dos olhos indicam a saúde geral. A teoria é bastante compreensível, mas ele não conduziu a pesquisa e os testes apropriados para provar isso como um estudo válido. Nunca houve alguma evidência anatômica ou fisiológica para apoiar suas reivindicações.

3 - Reflexologia

A reflexologia se parece com a iridologia, mas se expande para o corpo inteiro. Também chamada de terapia de zona, a reflexologia afirma que o corpo possui áreas reflexas capazes de promover a cura quando a pressão é aplicada. William Fitzgerald foi um médico norte-americano que criou um mapa das zonas correspondentes nos pés. Quase vinte anos depois, uma enfermeira e fisioterapeuta chamada Eunice Ingham expandiu o trabalho do médico. Ela foi responsável por espalhar duas ideias pelos Estados Unidos. A pseudociência logo incluiria as mãos e pés, instruindo que eles faziam ligações com os órgãos centrais. É uma forma de acupuntura sem o uso de agulhas. Afirmam que isso pode ajudar a lidar com uma série de problemas, como perda de peso, pedras nos rins, catarata, surdez etc. A reflexologia é basicamente uma massagem glorificada nas mãos e pés.

4 - Terapia de Conversão

A terapia de conversão usa tratamentos falsos e bárbaros a fim de curar o que nunca foi um transtorno em primeiro lugar. Tudo começou com o psiquiatra alemão Albert Von Schrenck-Notzing que fez a afirmação ousada de que, por meio do hipnotismo, havia transformado um homem gay em heterossexual. Isso transformaria em algo utilizado por psiquiatras e médicos que mexiam com pessoas LGBT. Usavam essa teoria e experimentos em tentativas mal intencionadas de consertá-las. Essa terapia tentaria associar de forma negativa a atração pelo mesmo sexo por meio de vômito induzido e choques elétricos quando eram mostradas cenas de pornografia. Algumas pessoas chegaram a ser lobotomizadas por isso. Os defensores da terapia afirmaram quem ela foi capaz de curar 50% das pessoas que se submeteram, mas nada jamais foi comprovado.

5 - Canais em Marte

As pessoas ficaram fascinadas pelo Sistema Solar durante séculos e o planeta Marte esteve sempre no meio os estudos. Em 1907, Marte ganhou destaque nos noticiários. Isso quando o The New York Times afirmou que havia vida no planeta vermelho. O astrônomo Percival Lowell fez um relato afirmando ter visto um "sistema de canais" no Planeta Vermelho. Ele dizia que o lugar estava habitado por seres que elevavam sua inteligência constantemente. No entanto, não há canais em Marte.

6 - Homeopatia

Essa pseudociência se baseia na frase "combata fogo com fogo". Essa abordagem partiu do médico alemão Samuel Christian Hahnemann, no final dos anos 1700, antes que a maioria das práticas modernas de medicina fossem estabelecidas. Ele desenvolveu alguns sintomas parecidos com a malária ao entrar em contato com um pedaço de casca de cinchona. Essa casca contém quinina, que é um composto usado para tratar malária. A ocorrência fez com que o médico declarasse a primeira lei da homeopatia. Ele dizia que gostos são curados por gostos. Hoje ainda utilizam a homeopatia com fins medicinais e os remédios geralmente são bebidos, o que diferencia das vacinas. É arriscado, pois convence os clientes de que não precisam de uma visita médica, visto que resolve o problema de forma superficial, ou seja, externa.

7 - Teorias do Astronauta Antigo

Os astronautas do passado, também conhecidos como alienígenas antigos, são propriamente classificados como uma pseudoarqueologia. Ouvimos esses tipos de teorias em uma variedade de contextos. Aliens aparentemente chegaram ao nosso planeta em algum momento do passado, deixando evidências de sua visita, assim moldando culturas humanas e o meio ambiente. Segundo a crença, eles construíram pirâmides, o Stonehenge, deixaram círculos nas plantações e assim por diante. Outra grande evidência é que diferentes religiões do passado têm mitos sobre criaturas e deuses alienígenas. As teorias envolvendo o Egito Antigo não passam de pseudociência. Ninguém, até hoje, conseguiu provar esses eventos na Terra.

E aí, o que você achou dessa lista? Acredita em alguma coisa aqui presente? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Vale lembrar sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   Listverse  
Imagens Medium
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+