• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 rituais e cultos mais bizarros do Japão

POR Jesus Galvão    EM Entretenimento      24/09/19 às 18h51

Os anos e as eras se passaram, e ao longo do tempo, a sociedade foi se modificando. Principalmente em relação aos ritos, cultos e tradições. Os rituais, em geral, são um convite à sociedade, para se unir e participar de um evento ou cerimônia, em que toda a comunidade está envolvida. Entretanto, as sociedades, chamadas "modernas", possuem bem poucos ritos. Enquanto que, no passado, os rituais eram parte integrante da vida cotidiana das pessoas.

Essa cerimônias, festas e festivais costumavam possuir uma natureza religiosa, onde se celebrava os mais variados tipos de coisas. Do ano novo, ao nascimento ou renascimento de uma divindade. Ou até mesmo a lembrança dos seus parentes, que já se foram. Basicamente, todas as sociedades possuem rituais e, no Japão, isso não seria diferente. Pensando nisso, listamos para vocês, alguns rituais, cultos e festivais mais curiosos que acontecem, por todo o país asiático, e que vocês podem não conhecer. Confira!

1 - Rituais de purificação

Muitos rituais tradicionais japoneses têm como base a religião xintoísta. Alguns deles se concentram na purificação dos indivíduos. Eles são conhecidos como Harae, supostamente, podem limpar o corpo e a mente de espíritos malignos e poluição. Um dos rituais de purificação mais comum da cultura japonesa é enxaguar o rosto e as mãos com água pura antes de entrar em santuários e locais considerados sagrados.

2 - Hadaka Matsuri

Também conhecido como o "Festival de Homens Nus", o Hadaka Matsuri acontece na cidade de Okayama. Cerca de 10 mil homens, geralmente, entre 23 e 42 anos, se reúnem vestindo apenas o fundoshi, um tipo de tanga tradicional. O local mais famoso para a realização do festival é o Templo Saidaji.

Os homens no festival buscam um ano de boa sorte e para isso disputam por um amuleto chamado de Shingi. O clima nesta época do ano apresenta temperaturas muito baixas. Surpreendentemente, não é algo que não impede os participantes de darem um mergulho nas águas geladas dos rios e mares para sua purificação.

3 - Konomiya Hadaka Matsuri

Este festival acontece todos os anos, no dia 26 de fevereiro, na cidade de Konomiya, reunindo cerca de 10 mil homens vestidos apenas de tanga. Ele teve início em 767 d.C., como tentativa de dissipar uma praga que assolava a região. Durante a cerimônia, os homens tocam o Shin-otoko, um homem completamente nu e barbeado, para transferir suas impurezas e infortúnios para ele. Antigamente, as pessoas se ofereciam como "oferendas" para serem o Shin-otoko, porém, tal aspecto do "ritual" se perdeu ao longo do tempo.

4 - Festival do Fogo de Yoshida

O Festival do Fogo de Yoshida acontece sempre no dia 26 de agosto, na cidade de Fujiyoshida. Em síntese, é dirigido a deusa do Monte Fuji, Konohanasakuyahimé-no-mikoto. Em suma, o intuito é agradecer à montanha por não entrar em erupção. Além de também servir para comemorar o final da temporada de escalada. Ademais, há cerca de 500 anos, as famílias locais realizam o festival.

5 - Bênçãos

Em diferentes estágios da vida das pessoas no Japão, elas podem passar por uma série de rituais que são chamados de bênçãos. Em suma, a primeira dessas bênçãos é chamada Hatsumiyamairi e ocorre no 32º dia da vida de um menino ou no 33º dia de uma menina. A criança é levada para um santuário xintoísta por sua avó, uma vez que acredita-se que a mãe esteja impura, após o nascimento do filho.

Ao atingir as idades de 3 e 5 anos para meninos e 3 e 7 anos para meninas, elas participam de um ritual conhecido como Shichi-Go-San. O evento é realizado com o objetivo de comemorar o crescimento. Do mesmo modo que o bem-estar das crianças. Ao completar 20 anos, eles passam a ser considerado adultos. Em suma, é quando eles começam a usar roupas de adultos.

6 - Festival de pipas de Hamamatsu

Entre 3 e 5 de maio na cidade de Hamamatsu acontece o Festival de pipas. Mais de 100 pipas coloridas e bem construídas enfeitam os céus da costa de Nakatajima. O festival teve inicio no século XVI e se mantém vivo até os dias atuais. A intenção era comemorar o nascimento do filho do governante do castelo Hamamatsu. Os moradores ad cidade tradicionalmente até hoje soltam pipas pelos ares toda vez que um bebê nasce na família. Tal costume é chamado de hatsudako.

7 - Festival de Neve Yokote Kamakura

Reza a lenda que este festival tem mais de 450 anos de história. Ele se fundamenta na tradição de devolver as decorações de Ano Novo aos deuses. E como eles fazem isso? As queimando. Tudo acontece nos dias 15 e 16 de fevereiro, na cidade de Yokote. As crianças constroem cabanas de neve, como se fossem pequenos santuários em homenagem a Suijin, uma divindade da água.

As pessoas podem entrar nessas cabanas onde são oferecidos amazake, uma bebida doce e fermentada de arroz, bolos de arroz e sopa doce de feijão vermelho pelas crianças. Logo em seguida, todos se envolvem em conversas sobre o deus da água e outros deuses mais modernos cujos cultos são menos cerimoniais.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+