• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 segredos sobre cirurgia plástica que os médicos não contam

POR Karen Batista    EM Ciência e Tecnologia      10/05/16 às 18h06

As cirurgias plásticas tem se tornado um processo cada vez mais comum, e isso se deve a muitos motivos, sendo um deles a facilidade de pagamento que existe hoje em dia. Além disso, o próprio tempo tem se encarregado de popularizar as cirurgias estéticas.

Pense bem, quantas pessoas próximas a vocês já não se submeterem a algum procedimento? Agora imagine só na época de seus pais, como esse número sem dúvida alguma diminuiria.

Pensando exatamente nisso, nós aqui da Fatos que já abordamos esse assunto outras vezes, como você pode conferir clicando aqui, e descobrindo 6 casos de pessoas que exageraram na cirurgia e ficaram simplesmente horríveis. Agora sim, confira!

1- Que a beleza não é uma questão de gosto, e sim matemática

01

O cirurgião plástico Donald Kress, estudou por anos porque alguns traços da nossa fisionomia são considerados "feios" enquanto outros são considerados belos, e ele descobriu que na realidade independente da fisionomia, traço ou etnia da pessoa, o que realmente pesa aos nossos olhos, mesmo que inconscientemente é a proporção.

2- Mesmo com cirurgias muitas coisas jamais serão alcançadas

02

O cirurgião plástico Schulman, alegou que graças a imagem construída nas mídias, e em especial nas revistas e redes sociais, muitas pessoas tem procurado o serviço já com suas imagens em mãos.

O objetivo? Muitas pessoas simplesmente mostram ao médico como elas querem ficar, não levando em consideração uma série de fatores, o principal deles segundo o próprio médico é o constante uso do Photoshop.

Afinal, a imagem modelo pode servir apenas de referência ao médico, mas o paciente deve entender que certas coisas jamais serão alcançadas.

3- Nem tudo que está bonito logo após a cirurgia, continuará assim por muito tempo

03

Bom, muitas mulheres que colocam as próteses de silicone por exemplo, podem enfrentar uma pequena decepção após suas cicatrizações e após o seu corpo aderir ao implante.

Isso ocorre porque, tempos depois da cirurgia, que até pode ter tido um resultado satisfatório, tanto as cicatrizes podem sofrer alterações, quanto os seus seios tendem a dar uma "caída", visto que peso foi adicionado a mesma pele que já existia ali.

Para evitar esse último problema por exemplo, alguns médicos indicam que algumas mulheres coloquem as próteses acima da altura que elas realmente querem, para quando ocorrer a queda, o silicone acabar ficando no lugar ideal.

4- Leva exatamente 90 dias para se acostumar com um traço novo em seu rosto

04

Essa situação ocorre principalmente entre pessoas que fazem cirurgias para mudar drasticamente a aparência de um de seus traços, como por exemplo no seu nariz, queixo, olhos ou lábios.

5- Se você vai agendar uma cirurgia, marque seu horário para o período da manha

05

Caso você já tenha marcado a sua cirurgia para o período da tarde, você pode querer reconsiderar a sua escolha. De acordo com o cirurgião plástico Kress, procedimentos que requerem delicadeza, precisão de detalhes, como na operação de pálpebras e nariz, são indicadas a serem realizadas no período da manhã, já cirurgias que exigem um grande trabalho motor, como lipos, implantes e etc, ocorrem bem também no período da tarde. Isso porque, leva um tempo para o médico recuperar suas "forças" e precisão de sua mãos, após um longo desgaste.

6- Cirurgiões também devem manter segredo sobre as operações que ele realizou

06

Já ouviu falar sobre pessoas que mudam os seus traços para fugir de alguma situação em que vive? Mudanças faciais completas? Ou até mesmo testemunhas que precisam se submeter a esse processo?

Bom, até pode parecer coisa de filme, mas esse tipo de situação realmente acontece, e por esse motivo, os médicos de área são proibidos de revelarem o verdadeiro nome de seus pacientes e quais processos ele se submeteu.

7- Ser fumante pode ser um fator que pode prejudicar a sua cirurgia

07

Essa questão é uma verdade universal dentro do mundo dos consultórios médicos, isso porque a nicotina contrai os pequenos vasos e interfere diretamente na cicatrização. Por esse motivo, os médicos recomendam (muitas vezes em forma de contrato), que o seu paciente fumante, largue os cigarros pelo menos 1 mês antes da data de sua cirurgia, para dessa forma evitar qualquer complicação.

E vocês queridos leitores da Fatos Desconhecidos, poderiam imaginar que todas essas coisas aconteciam? Comenta pra gente aqui em baixo nos comentários.

Próxima Matéria
Karen Batista
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+