• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 segredos sobre a propaganda na era Nazista que você não sabia

POR Mateus Graff    EM História      20/07/18 às 16h47

A propaganda nazista é descrita como a poderosa propaganda psicológica que foi usada por Hitler e Goebbels. Eles literalmente manipularam a população alemã. Quer um exemplo? Tudo começou convencendo os alemães de que, em meio a crise, os judeus eram a causa dos problemas econômicos que o país estava vivendo. Esse é só um pedaço do iceberg das táticas que foram usadas nessa época.

Pois bem, nós resolvemos trazer alguns fatos sobre como os nazistas usaram a propaganda para manipular os alemães que são segredos para muitos. Então, caros leitores curiosos da Fatos Desconhecidos, confiram agora a nossa matéria com os 7 segredos sobre a propaganda na era Nazista que você não sabia:

1 - Joseph Goebbels

Goebbels eram um excelente orador público e manipulador. Ele foi um dos primeiros membros do Partido Nazista. Na verdade, ele era oponente de Hitler no começo, mas logo o ditador viu que Goebbels tinha muito potencial.

Goebbels se tornou um dos discípulos favoritos de Hitler. No ano de 1933, por causa de sua lealdade e talento, Hitler o nomeou como Ministro da Propaganda. Ele controlava toda vida cultura do Reich, incluindo canções que poderiam ser escutadas e quais obras de arte poderiam circular pela Alemanha. Goebbels foi o cara que encorajou milhares de alemães a darem a vida por uma causa 'condenada'.

2 - O livro que fez Hitler para ganhar dinheiro

No ano de 1924, Hitler foi condenado por traição depois de tentar derrubar o governo. Ele foi condenado à execução, mas um juiz acabou dando cinco anos de prisão para ele. O cara ficou preso apenas nove meses, tempo que ele usou para escrever um livro.

Estamos falando do Mein Kampf, no qual ele expressou suas ideias antissemitas, racialistas e nacional-socialistas então adotadas pelo partido nazista. Algumas versões do livro foram dedicadas a propaganda.

O livro, como muitos dizem, era pra lá de tedioso. Mas todos que se casavam recebiam uma cópia como presente de casamento do governo alemão. Isso fez com que o livro do ditador fosse o mais vendido daquela época. Isso também trouxe muito dinheiro para o ditador, já que ele embolsava os royalties de cada livro vendido.

3 - Trabalhando a imagem de Hitler

Depois que Hitler foi solto da prisão, ele resolveu derrubar o governo através da democracia. Nacionalmente ele já era conhecido como agressivo e arrogante. Isso era o que os nazistas gostavam em Hitler, mas as pessoas precisavam ter outra impressão sobre ele.

Em 1932, então, foi lançado um livro chamado The Hitler No One Knows (O Que Ninguém Sabe Sobre Hitler, em tradução livre). O livro tinha 100 fotografias de Hitler, feitas pelo seu fotógafo oficial. Esse livro tentava mostra que Hitler era homem um espetacular, educado, culto e intelectual.

Essa foi mais uma oportunidade em que Hitler embolsou os royalties das fotografias.

4 - Olimpíadas nazista

Os Jogos Olímpicos de 1936 foram concedidos à Alemanha antes mesmo de Hitler estar no poder. A ascensão do partido nazista quase fez as Olimpíadas serem boicotadas. Nessa época, Hitler já se preparava para a guerra, porém, aproveitou o evento para passar a imagem de uma Alemanha pacífica e próspera.

Eles fizeram enormes construções e financiaram as Olimpíadas de Berlim. Esse foi o primeiro evento esportivo a ser transmitido na televisão. Os alemães esconderam a perseguição a judeus e visitantes estrangeiros. Placas banindo judeus de lojas, por exemplo, foram temporariamente retiradas. Ah, não podemos esquecer que os nazistas também colocaram um judeu para competir em uma equipe alemã.

Enquanto Jesse Owens deixava os nazistas furiosos, os Jogos Olímpicos de Berlim ajudaram e muito a fazer propaganda para os Nazistas. A Alemanha estava 'maquiada' e muita gente gostou do que viu.

5 - Propagandas enganosas de Theresienstadt

Em 1944, existiam indícios de que coisas cruéis estavam acontecendo na Alemanha. Os nazistas tinham dificuldades para esconder o massacre dos judeus. Em junho desse ano, a Cruz Vermelha foi visitar o acampamento de Theresienstadt. O lugar foi especialmente preparado para dar uma impressão de que os ocupantes estavam sendo bem tratados.

A Cruz Vermelha tomou cafés em jardins e chegaram até a jogar uma partida de futebol com os internos. Eles relataram que os judeus estavam em boas mãos, mas todo mundo sabe que eles foram enganados. Depois que eles partiram, os nazistas colocaram os prisioneiros em trens e os mandaram para Auschwitz, um famoso campo de concentração.

6 - Kolberg

A Alemanha nazista estava quase completamente derrotada em 1944. Cidades alemãs eram atacadas, os russos invadiam cada vez mais o leste e os britânicos e americanos estavam preparando uma invasão na Europa Ocidental.

Goebbels queria fazer os alemães lutarem até o fim e foi aí que ele encomendou um filme chamado Kolberg. Sendo um dos filmes mais caros feitos na época, eles precisaram de vários soldados para fazer o filme e cerca de 200 mil pessoas foram convocadas para servirem como figurantes.

O filme acontece durante a Guerra Napoleônica e conta a história de uma defesa heroica da cidade de Kolberg. Através da determinação, os moradores conseguem derrotar as forças francesas, que eram muito superior a eles. Já deu para entender qual mensagem Goebbels queria passar, né!?

Mas o filme não emplacou nas bilheterias, até porque, quando ele foi lançado (em janeiro de 1945), a Alemanha estava em ruínas.

7 - Os Lobisomens

Em 1945 as coisas não estavam boas na Alemanha. Comida e combustível não chegavam, escolas e universidades estavam fechadas e nem mesmo os livros eram publicados. Mas o que não mudou foram as propagadas dos nazistas.

Eles faziam promessas milagrosas, mas Goebbels teve uma grande ideia. Ele criou os Lobisomens, uma organização que estava pronta para lutar e vencer a guerra. Mas como uma Alemanha derrotada, os Lobisomens conseguiram pouco. Para vocês terem uma ideia, o único ataque bem sucedido foi quando eles assassinaram o prefeito de Aachen (uma cidade independente da Alemanha).

A última campanha de propaganda de Goebbels pode até ter saído pela culatra. Enquanto a ameaça do Lobisomem contribuiu para que os aliados ocidentais avançassem com mais cautela, os soviéticos não tinham tais preocupações sobre a vida de seus homens.

E aí, o que achou dos "truques publicitários" usados pelos nazistas? Não podemos negar que é genial, mesmo sendo usado para o mau. Não esqueça de deixar o seu comentário aqui embaixo, caro leitor!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+