icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 seres folclóricos brasileiros "fofinhos" que dão vontade de ter no nosso quintal

POR Isabela Ferreira EM Entretenimento 22/11/17 às 17h05

capa do post 7 seres folclóricos brasileiros "fofinhos" que dão vontade de ter no nosso quintal

Assim como praticamente todos os lugares do mundo, o Brasil também é recheado de lendas. Mais conhecidas por integrarem nosso folclore, fazem parte de uma série de expressões populares vindas de todas as partes do país, que mostram nossa identidade nacional. Embora seja algo extremamente importante em nossa cultura, esses contos folclóricos parecem estar perdendo sua força dentro de nosso território.

Bom, o fato é que existem muitas lendas conhecidas por todos, mas outras são difundidas apenas no local em que foram criadas. Existem muitos seres e criaturas que realmente merecem nossa atenção e que possuem certas características bem "fofinhas". Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 seres folclóricos que até dá vontade de ter em nosso quintal, confere aí!

1 - Boto cor-de-rosa

Certamente você já deve ter escutado sobre a lenda do boto. Também conhecido como Boto cor-de-rosa, tem origem das regiões amazônicas. Segundo a lenda, nos dias em que os povos comemoram a festa junina, o boto simplesmente sai das águas da Amazônia, se transformando em um belo rapaz que tem como objetivo, atrair as belas donzelas e levá-las para o fundo de seu rio. Desta forma, é algo comum que na Amazônia se use o termo "filho de boto" quando o pai da criança não é conhecido. Mas convenhamos... Um boto é um animal verdadeiramente fofo.

2 - Caipora

Caipora é mais um de nossos seres folclóricos que são considerados como guardiões das florestas. Seu gênero é definido de acordo com a cultura de cada região, há lugares em que é uma mulher e outros em que é homem. Seu nome também vem de origem tupi-guarani, significando "habitante do mato". Inspirado no Curupira, sempre que vê caçadores ameaçando animais e plantas de suas terras, dá uivos muito altos fazendo com que os caçadores fujam assustados. Seu papel é cuidar do meio ambiente. Segundo a lenda, sua força é dobrada em dias santos e nos finais de semana.

3 - Curupira

Sem dúvida, um dos personagens folclóricos que mais praticam travessuras. Ele é representado por um garotinho de cabelos vermelhos, mas sua principal marca são os pés virados para trás. Seu nome tem origem do tupi-guarani, que significa "corpo de menino". Ele é o responsável por cuidar da flora e da fauna, sempre assobiando para assustar caçadores e deixando pegadas pelo chão para confundi-los.

4 - Iara

Essa é uma lenda originária do tupi. Também conhecida como mãe d'água, é representada por uma sereia de beleza impressionante, que tem o costume de atrair pescadores com seu canto, no intuito de levá-los para o fundo das águas e matá-los. Diz a lenda que inicialmente, ela era apenas uma índia de beleza estonteante e que causava inveja por onde passava. Até mesmo seus irmãos tinham inveja.

Um dia decidiram matá-la, mas foi ela quem cometeu o ato. Como forma de punição, acabou sendo condenada a viver eternamente na água. Embora seja um dos mais cruéis personagens folclóricos, Iara é uma criatura realmente adorável e que certamente, tem canta como ninguém, não é mesmo...?

5 - Saci-Pererê

Assim como o Curupira, o Saci-Pererê é um dos seres folclóricos mais travessos. Seu nome tem origem também do tupi-guarani e é uma das mais famosas lendas brasileiras. É caracterizado por um garotinho negro que possui apenas uma perna. Sem contar que vive fumando seu cachimbo e usa uma pequena carapuça vermelha que é capaz de lhe dar certos poderes.

Conhecido por ser muito brincalhão, aparece sempre em forma de um redemoinho. A lenda diz que muitos tentaram capturá-lo para colocá-lo dentro de ma garrafa, mas sem sucesso. Maldade, né? Embora seja travesso, com certeza seria bom ter o Saci por perto para manter boas prosas.

6 - Comadre Florzinha

Também conhecida como Comadre Fulozinha, ou Mãe da Mata, é uma cabocla de longos cabelos e que costuma usar enfeites florais. Ela é a responsável por defender as plantas e animais  das matas, contra os predadores naturais e outros tipos de ameaças. É uma pequena criatura que adora receber mimos, principalmente quando se trata de mingau, mel ou fumo. Sua personalidade é que é um pouco duvidosa... As vezes é muito meiga e prestativa, mas também pode ser malvada quando quer.

7 - Mãe de Ouro

Esse não é um de nossos contos folclóricos mais conhecidos, no entanto, é bastante presente em determinadas regiões do país, principalmente no centro-oeste, nordeste e sudeste. Acredita-se que tenha tido início na época em que houve o ciclo do ouro. A Mãe de Ouro é representada por uma mulher com longos cabelos, que sempre veste um longo vestido branco. Em algumas versões, também é descrita como uma bola de fogo que se transforma em uma bela mulher.

Ela teria a capacidade de voar, desta forma, encontrando tesouros escondidos por onde passar. Mas ao contrário do que se imagina, ela não leva humanos até esses locais. Sua missão é proteger esses locais, garantindo que o ouro não seja explorado.

E então pessoal, o que acharam? Qual desses seres folclóricos é o mais "fofo" para vocês? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários.


Próxima Matéria
avatar Isabela Ferreira
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest