icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


7 seres vivos que sobrevivem nas piores condições do planeta

POR Isabela Ferreira    EM Mundo Animal      27/11/17 às 14h04
capa do post 7 seres vivos que sobrevivem nas piores condições do planeta

Nosso planeta é rico em diversidade. Existem pessoas, animais, seres, plantas, enfim... Todas as formas de vida podem ser encontradas em várias formas diferentes. No entanto, algo vem chocando cientistas cada vez mais: a capacidade de certas criaturas em sobreviver a condições extremas em nosso planeta. Lugares em que a vida seria teoricamente impossível, mas que lá está ela... Firme e forte.

Essas criaturas são chamadas de "extremófilos", organismos que tem a capacidade de sobreviver, ou até mesmo necessitam de condições geoquímicas bem extremas. Desta forma, se existem esses seres capazes de sobreviver às mais intensas diversidades, o que poderia impedir a existência de vida fora da Terra? É exatamente isso que vem intrigando os cientistas. Enfim, pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos, separamos abaixo 7 seres vivos extremófilos. Confere aí!

1 - Bactéria "Thermus aquaticus"

No Parque Nacional de Yellowstone, localizado nos Estados Unidos, podem ser encontradas regiões que originam caldeiras de água quente, que podem ultrapassar os 90ºC de forma bem fácil. Apenas por esta informação já parece impossível que algum ser vivo possa sobreviver a estas condições, no entanto, acredite... Existe! Conhecida como Thermus aquaticus, é a bactéria responsável pela cor que podemos ver em volta de caldeiras.

2 - Sapos

Existem determinadas espécies de sapo que são capazes de sobreviver às mais adversas condições climáticas. Um bom exemplo é a nomeada como "sapo de madeira". Sua presença na América do Norte em épocas de muito frio, fazem com que o sapo simplesmente congele durante esse tempo, e ao chegar da primavera, descongela e volta a viver como se nada tivesse acontecido.

Naturalmente, em um processo de congelamento as células do corpo secam e morrem. No entanto, esses sapos são capazes de envolver suas células em glicose, fazendo com que elas não sequem e sobrevivam de forma estabilizada até a época de descongelamento.

3 - Urso d'água

Também conhecido como "Tardigrada", é um ser microscópico, capaz de sobreviver no vácuo e resiste a temperaturas de até -200ºC. Por outro lado, também é capaz de resistir aos 150ºC positivos. É uma criatura realmente impressionante e que desperta o interesse de cientistas e curiosos do mundo inteiro. Como se já não bastasse, ainda pode sobreviver às extremas condições de pressões atmosféricas, cerca de 6 mil vezes mais do que o valor considerado normal.

Acredita-se que estes serão os últimos seres a morrer em nosso planeta, antes do desaparecimento do sol, em cerca de 5 milhões de anos. Também pode sobreviver 30 anos sem comer ou beber. É simplesmente impressionante!

4 - Barata

Sim, as baratas também podem resistir às piores condições... Talvez seja por isso que é tão difícil matar uma delas. Ronda pelo mundo boatos de que se houvesse uma guerra nuclear, as baratas se incluiriam no grupo das poucas criaturas sobreviventes. Conseguem passar semanas sem alimento, e de forma bem assustadora, também são capazes de viver por um bom tempo sem cabeça. Bizarro!

São uma das criaturas mais antigas do mundo, e podem remontar aos 300 milhões de anos. Seriam literalmente, da época dos dinossauros... Portanto, já dá pra perceber que são realmente capazes de lidar com as mais bruscas condições do planeta. Pesquisadores resolveram fazer o teste para descobrir se as baratas seriam mesmo capazes de sobreviver à radiação. Expuseram alguns desses insetos a um grau de radiação que poderia matar um humano saudável em apenas 10 minutos. O impressionante aconteceu: 50% deles conseguiu sobreviver.

5 - Verme do diabo

Já ouviu falar nele? Por muito tempo os cientistas acreditaram que apenas organismos unicelulares eram capazes de sobreviver às condições de extrema profundidade. No entanto, há pouco tempo encontraram vermes microscópicos e multicelulares vivendo a milhares de metros abaixo da superfície.

O tal verme do diabo foi encontrado em amostras de água colhidas a cerca de 2,2 quilômetros de profundidade, na África do Sul. Por incrível que pareça, tal descoberta pode ajudar na exploração em busca de vida em outros planetas, inclusive em terrenos subterrâneos.

6 - Bdelloidea

Também conhecidos como rotíferos de Bedellloidea, são pequenos seres invertebrados e fêmeas, encontradas em água doce. Sim, nunca foi encontrado um macho entre elas, fazendo com que se reproduzam de forma assexuada. Graças ao seu DNA, conseguiram desenvolver uma maneira de sobreviver em condições de desidratação extrema e também a níveis elevados de radiação.

7 - Aranha Saltadora do Himalaia

No Peru, as pessoas costumam viver em grandes altitudes, principalmente as de La Rinconada, que podem viver até aos 5.100 metros acima do nível do mar. No entanto, o título de ser vivo capaz de sobreviver às maiores alturas, fica com a aranha saltadora do Himalaia. Ela é capaz de viver em até 6.700 metros de altura, sendo que sua principal fonte de alimento são os insetos explodidos pelos fortes ventos do local. Consequentemente, também é capaz de sobreviver com pouco oxigênio.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!


Próxima Matéria
avatar Isabela Ferreira
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest