icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 serial killers nunca foram identificados

POR Diogo Quiareli    EM Curiosidades      27/05/19 às 18h31
capa do post 7 serial killers nunca foram identificados

Existem diversos mistérios que assombram o nosso mundo desde tempos antigos, não é mesmo? Há casos naturais que nunca tiveram uma explicação, desaparecimentos e crimes terríveis envolvendo serial killers. No entanto, graças aos avanços tecnológicos, principalmente no meio investigativo, agências policiais de todo o mundo se encontram mais bem equipadas do que antes. Hoje é possível identificar com precisão e uma determinada rapidez, diversos serial killers. Nas décadas de 1970 e 1980, histórias envolvendo assassinos em série dominaram os Estados Unidos e vários outros países ao redor do mundo, como Austrália, Reino Unido etc.

Foi aí que surgiram alguns nomes famosos que conhecemos até hoje. No entanto, existem vários assassinos em série que nunca foram capturados. Ainda não é possível saber se esses monstros estão mortos ou continuam vagando por aí, atacando pessoas ou não. A busca por cada um continua. Foi pensando nisso que resolvemos trazer essa matéria. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou para você, caro leitor, alguns serial killers que nunca foram identificados. Se você souber algum que não listamos, manda pra gente aí embaixo. Aproveite para compartilhar com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco a seguir e surpreenda-se.

Serial killers não identificados

1 - Dr. No

Esse foi o assassino de uma prostitua de Ohio. Os repórteres locais foram chamados após a descoberta do corpo de Shirley Dean Taylor, de 23 anos. Esse corpo foi encontrado atrás de uma barreira de trânsito em Medina Country, Ohio, no dia 20 de julho de 1986. Casos como esse se estenderam por Ohio por mais uma década. Anna Marie Patterson foi encontrada morta no dia 8 de fevereiro de 1987, em um caso parecido. Após essas, houve outras prováveis vítimas do assassino, todas a sangue frio e cruel. No entanto, ainda não há evidências que provem quem seja o assassino, por mais que existam alguns suspeitos.

2 - Rainbow Maniac

Também chamado de Assassino de Paturis Park, esse era um assassino que visava os homossexuais de Carapicuíba, interior de São Paulo. Acredita-se que ele tenha sido responsável por 13 mortes na cidade e mais 3 em Osasco. O primeiro caso foi em 4 de julho de 2007, quando matou Jose Cicero Henrique, de 32 anos. Ele costumava matar usando um revólver 38. Houve diversas investigações, mas nunca chegaram ao assassino em si. Ainda não se sabe ao certo quem cometeu os crimes ou se ainda está vivo.

3 - Assassino da estrada de New Bedford

A cidade de New Bedford, em Massachusetts, tornou-se lar de um serial killer entre 1988 e 1989. O assassino ainda não foi identificado. Sua primeira vítima foi Debra Medeiros, de 29 anos. Ela foi encontrada no dia 3 de julho de 1988. A partir daí, outras vítimas foram surgindo e o prazo entre um caso e outro era bem curto. Três homens foram investigados no caso, mas nada foi provado. Até hoje, a polícia busca encontrar o autor de todos esses crimes cometidos na cidade.

4 - Stoneman

Muito acreditam que Stoneman não passe de uma lenda urbana. No entanto, na Índia, 13 pessoas foram vítimas desse assassino. Elas eram atingidas na madrugada por uma pedra na cabeça. Nenhuma das vítimas foi identificada pela polícia, visto que viviam nas ruas e não possuíam documentos. Acredita-se que o assassino tenha sido um jovem com uma doença mental grave, mais possivelmente esquizofrenia paranoica. O mesmo não foi identificado até hoje, mas a polícia ainda busca pistas a respeito.

5 - Assassino de Sete Pontes

Esse assassino atuou em Rocky Mount, condado de Edgecombe e Halifan, Carolina do Norte. Ele buscava jovens e mulheres negras prostitutas. Uma das primeiras vítimas foi Melody Wiggins, de 29 anos, encontrada em 2005. Ela foi encontrada morta por um fazendeiro local. Nikki Thorpe foi a próxima encontrada. Um suspeito, Antwan Pittman, foi acusado pelas pessoas de ser o assassino em 2011. No entanto, não há acusação ou prova policial de que ele seja o serial killer.

6 - Atlanta Ripper

Um serial killer não identificado deixou diversos corpos de mulheres negras nas ruas de Atlanta entre 1911 e 1912. Ele foi chamado de Jack, o Estripador americano, após os casos do serial de Londres, em 1888. Mais tarde, ficou conhecido como Atlanta Ripper. Quase todas suas vítimas eram descritas como atraentes e bem vestidas. Elas foram esfaqueadas até a morte, antes de serem cruelmente mutiladas. Estima-se que ele tenha matado 21 mulheres. Até hoje não se sabe a identidade do perverso assassino que assombrou Atlanta no século passado.

7 - Serial Killer de Hwaseong

Essa pode ter sido a mais infame série de assassinatos da história da Corria do Sul. Começou em 1986 e foi até 1991. O caso ocorreu na cidade de Hwaseong, na província de Gyeonggi. Dez mulheres, entre 14 e 71 anos, foram assassinadas. O caso envolveu diversos policiais e cerca de 3 mil suspeitos. A primeira vítima foi Lee Wan-im, de 71 anos, no dia 15 de setembro de 1986. Após isso, não pararam de aparecer pessoas mortas e sem se identificar o assassino. Esse caso ainda foi resolvido e as autoridades não sabem quem seria o assassino.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.


Próxima Matéria
Via   Listverse  
Imagens Maxim
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest