icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


7 sinais de que você tem alergia ao frio

POR PH Mota EM Ciência e Tecnologia 05/07/17 às 14h40

capa do post 7 sinais de que você tem alergia ao frio

O Brasil é famoso por ser um país tropical e ter uma cultura que gira ao redor de hábitos típicos de dias de calor, ainda que algumas áreas (principalmente na região sul) convivam com o frio com mais frequência. Por conta disso, as reações durante momentos de frente fria podem ser de surpresa para muita gente. Mas você sabia que algumas pessoas se preocupam com isso por motivos de saúde? É o caso de quem sofre com alergia ao frio.

Também chamada de perniose ou urticária do frio, a alergia ocorre quando a pessoa é exposta a baixas temperaturas, seja a partir de objetos gelados ou mesmo alimentos e bebidas nessa condição. Os casos são raros e são percebidos em apenas 3% da população mundial, segundo estimativas, atingindo principalmente jovens adultos. Quando percebidos, provocam reações como erupções na pele, coceira, mal-estar e até mesmo febre.

Além de motivos por objetos e alimentos frios, os sintomas podem aparecer quando a pessoa é exposta a ambientes frios comuns no outono ou no inverno. Porém, mesmo em estações de calor, os problemas podem surgir após contato com água fria ou percepção de queda de temperatura (mesmo que seja uma queda pequena e não resulte um frio intenso, de 26ºC para 24ºC, por exemplo).

Durante as crises de reação alérgica ao frio, os pacientes podem sofrer com erupções e vergões na pele e coceira na região afetada. O problema também pode levar a dores de cabeça, dores abdominais, mal-estar e febre. Em casos de exposição prolongada, as crises podem ser mais graves ainda, gerando queda de pressão ou inchaço da língua e garganta, que podem bloquear a respiração.

A alergia pode surgir por predisposição genética ou surgir sem nenhuma motivação clara ou histórico familiar ao longo da vida.

Sintomas

1 - Placas avermelhadas ou amareladas nas áreas expostas ao frio

2 - A região afetada pode parecer sem sangue

3 - Dedos das mãos e dos pés inchados

4 - Sensação de dor e queimação

5 - Coceira na pele, principalmente nas extremidades do corpo

6 - Podem surgir feridas e descamação na pele inchada e vermelha

7 - Podem surgir vômito e dor abdominal

Tratamento

A alergia ao frio não é uma condição que tem cura, mas permite tratamento. Além disso, a doença não dura a vida toda e pode haver remissão espontânea depois de alguns anos.

O primeiro passo do tratamento é fazer o diagnóstico para determinar a temperatura que desperta a alergia. Em pacientes que reagem a temperaturas relativamente altas - acima de 20ºC, por exemplo -, o tratamento é feito com anti-histamínicos consumidos em doses altas, maiores que as habituais. Apesar do tratamento ajudar a tolerar temperaturas mais baixas, não impede as crises.

Pacientes que não realizam os tratamentos apropriados podem sofrer com complicações graves como resultado da falta de sangue algumas áreas do corpo. Nos casos mais graves, é possível o aparecimento de necrose e necessidade de amputação da área atingida.

O problema também não deve ser confundido com a sensibilidade ao frio, que são casos de pessoas extremamente sensíveis a baixas temperaturas, mas sem nenhum tipo de reação alérgica. Essas pessoas sentem mais frio que o normal, mas não apresentam os mesmos sintomas que os alérgicos e podem estar sofrendo de outras doenças ou baixa taxa de gordura no corpo.

O que achou da condição? Enquanto alguns adoram se embrulhar em cobertas durante o frio, outros precisam fugir dele com toda a força, para evitar crises terríveis.


Próxima Matéria
avatar PH Mota
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest