• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 sinais do seu corpo que você nunca pode ignorar

POR Leticia Rocha    EM Curiosidades      26/03/19 às 14h56

Nosso corpo funciona como uma máquina, imagine todo o trabalho que suas células, seu coração e seu cérebro fazem para que você faça tudo perfeitamente. Andar, falar, pensar, trabalhar, respirar, te manter acordado, te manter vivo! Precisamos confessar que isso não é nada simples e deve ser bastante trabalhoso. Mas nem sempre essa máquina funciona da forma correta e pode acreditar, mesmo que não perceba, há sinais do seu corpo que você não pode ignorar e eles podem ter origens psicológicas.

Quando perceber qualquer um desses sinais que iremos te mostrar, considere que a luz vermelha foi ligada! Procure um médico psiquiatra ou um psicoterapeuta para tentar resolver a situação da melhor forma possível, pois assim você vai estar evitando que a máquina pife! Mas lembrando que isso, só vale quando as causas físicas destes problemas já tiverem sido descartadas.

1 - Dor de cabeça

A maioria das vezes em que sentimos dor de cabeça, sentimos porque estamos sobrecarregados ou estressados. Se elas forem constantes, significa que está na hora de desacelerar. Tire um tempo dos seus dias para descansar e se distanciar dos problemas. Não se culpe por isso, você precisa de descanso, precisa relaxar, isso vai fazer com que as dores de cabeça melhorem.

2 - Dor no pescoço

A dores no pescoço estão relacionados ao rancor, quando estamos magoados ou inconformados com algo que alguém nos fez. Por isso, é preciso perdoar a quem nos fez mal ou até mesmo nos perdoar, se for o caso. Tente reavaliar sua relação consigo mesmo e com os outros, e aprenda a perdoar.

3 - Dor nos ombros

A dor nos ombros acontece quando nos sentimos saturados emocionalmente ou quando estamos sendo pressionados. Talvez você precise tomar uma grande decisão, mas ainda não sabe como fazer isso. A dica para aliviar isso é compartilhar seus problemas com um amigo. Mesmo que você não chegue a uma resolução,  só o ato de desabafar já vai te deixar muito mais aliviado.

4 - Dor na parte de cima das costas

Essa dor está diretamente ligada ao nosso emocional, na verdade, a nossa carência emocional. Acontece quando nos sentimos sozinhos e desamparados. Para tentar melhorar isso, o melhor a fazer é se abrir, ser mais amigável. Tente conhecer pessoas novas, não concentre tanto em si mesmo.

5 - Dor nos cotovelos

Essa dor pode estar ligada à sua falta de flexibilidade, não apenas corporal. Mas sim a recusa em aceitar mudanças ou algo novo. Para resolver isso, tente ser mais flexível, pare de lutar contra coisas que são inevitáveis. As mudanças, uma hora ou outra, irão acontecer, então facilite as coisas para si mesmo.

6 - Dor no quadril

Outra dor que está ligada a dificuldade de aceitar mudanças. É comum que essa dor afete aqueles que adoram permanecer em sua zona de conforto. Aqueles que não estão disponíveis de nenhuma maneira à mudanças. A dica é quase igual a que já falamos. Não resista ao fluxo natural da vida, que é cheio de mudanças. Tente se adequar a todas elas do seu modo, mesmo que isso ocorra de forma um pouco mais lenta.

7 - Dor nos joelhos

A dor nos joelhos acontece quando somos muito egocêntricos, quando pensamos que o mundo gira a nosso redor. Ou que todos devem satisfazer as nossas vontades. Para melhorar isso, o ideal é tentar olhar mais para o outro. Para aqueles que estão sempre ao nosso redor, faça algo por eles e não por nós mesmos.

E você, sabia que nosso corpo pode dar tantos sinais sobre como vai nosso interior? Nos conte aqui nos comentários se você é ou já foi acometido por algum desses sinais. Aproveita e marca aquele amigo ou amiga que precisa ler isso.

Próxima Matéria
Leticia Rocha
Jornalista e aprendiz de Dani Noce. No insta é ticia_rochaa
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+