• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 técnicas médicas populares que podem não funcionar

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      18/01/19 às 17h50

Tratamento médico pode ser o que muitas pessoas procuram quando estão doentes, mas algumas preferem apostar em tratamentos que são tidos como não convencionais. Mas a medicina alternativa, como algumas pessoas chamam, pode ser mais arriscado do que as pessoas acham.

Os adeptos desses tipos de tratamento podem acreditar piamente neles, mas, segundo estudos, pacientes que sofrem de doenças graves e que abandonam os tratamentos convencionais têm mais chances de morrer. Aqui listamos algumas técnicas médicas alternativas que podem não ser das mais confiáveis.

1 - Iridologia

Esse campo de estudo diz que algumas doenças alteram a forma, a cor e a estrutura da íris. A iridologia usa um mapa espacial em que áreas diferentes da íris correspondem a diferentes órgãos internos.

É certo que a íris muda conforme os genes, mas ela não muda ao longo da vida. E estudos científicos não confirmam a eficácia dos iridodiagnósticos e oficialmente a ciência acha essa prática uma fraude. Além disso, esses diagnósticos falsos podem levar pessoas a fazerem tratamentos desnecessários.

2 - Método Voll

Segundo as pessoas que apoiam esse método, ele pode substituir 10 médicos e consegue detectar alérgenos, vírus, parasitas, anormalidades no funcionamento dos órgãos internos e doenças graves nos estágios iniciais. Eles usam um dispositivo com dois eletrodos e medem a resistência elétrica da pele nos dedos da mão e do pé.

Estudos clínicos não apoiam esse método e nos EUA é proibido. Essa prática pode ser perigosa para as pessoas que têm marca-passo e pode informar erroneamente o tratamento aos pacientes.

3 - Bioressonância

Nesse diagnóstico é afirmado que todas as células do corpo têm sua própria frequência de oscilações eletromagnéticas. E essa frequência pode ser alterada por várias doenças, bactérias, fungos e parasitas, mas um aparelho especial pode normalizá-la.

Primeiro, o médico fala com o paciente e informações são inseridas no dispositivo do BDI e depois o paciente vê no monitor imagens de seus órgão, mas elas são na verdade fotos de um banco de imagens que mostram lesões patológicas. E para tratar essas doenças falsas, o tratamento é feito com o próprio dispositivo e remédios homeopáticos e suplementos.

4 - Hemoscanning

Com essa técnica, o sangue é tirado do dedo anelar, colocado em um microscópio e mostrado ao paciente em um monitor especial. Com esse método, fala-se que pode detectar o estado da imunidade do paciente, a falta de vitaminas e minerais, desequilíbrio hormonal e a presença de parasitas e fungos. A eficácia desse método não é comprovada e algumas pessoas acham que se trata de um método para vender mais suplementos dietéticos.

5 - Água estruturada

As pessoas que acreditam nessa técnica dizem que a água pode mudar sua estrutura conforme as emoções humanas e ainda creem que há uma memória das substâncias que são dissolvidas nelas. E essa energia vital deve ser restaurada com ajuda de dispositivos especiais. E depois disso, a água se torna curativa e pode ser usada para prevenção e tratamento de doenças.

6 - Medicina energética

Segundo esse ramo da medicina, algumas doenças são causadas pelo mal funcionamento da estrutura energética da pessoa. Os que acreditam nessa medicina dizem que a energia vital é tão fina que não pode ser detectada por nenhum aparelho. Então, os curandeiros alegam ver essa energia e conseguem tratá-la, e as pessoas têm que acreditar em sua palavra.

7 - Medicina corpo-mente

Essa medicina se baseia na teoria de que fatores mentais e emocionais regulam a saúde física com um sistema de conexões neurais, hormonais e imunológicos que são independentes do corpo. E para curar as pessoas, técnicas psicológicas, sociais espirituais são usadas com o intuito de preservar a saúde e prevenir doenças.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+