• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 teorias da conspiração envolvendo organizações secretas que são verdadeiras

POR Isabela Araujo    EM Curiosidades      03/08/18 às 17h13

As teorias da conspiração são formas de explicar e entender algo sobre questões mais diversas. Na maioria das vezes, elas são completamente absurdas, apesar de serem bastante tentadoras. Algumas são bastante idiotas como a que diz que o desafio do balde de gelo é um ritual satânico. Convenhamos, não dá para levar a sério a grande maioria delas, por isso elas acabam surgindo e desaparecendo rapidamente.

No entanto, algumas teorias da conspiração se revelaram verdadeiras com o decorrer do tempo. Pode parecer estranho pelo mistério que as envolvem, mas elas foram totalmente confirmadas. Algumas são extremamente aterrorizantes e cruéis. Nós, da Fato Desconhecidos, selecionamos algumas teorias da conspiração que são totalmente verídicas. Acredite, pode confiar. Confira:

 

1 - Projeto Sunshine


Uma das conspirações mais sombrias já existentes diz que o projeto Sunshine foi encomendado pelo Comitê de Energia Atômica dos EUA e pela Força Aérea dos EUA. Ele foi idealizado a fim de investigar os efeitos da radiação nuclear sobre os seres humanos e o meio ambiente. O governo dos Estados Unidos colhia amostras de bebês e crianças para serem utilizadas nessas investigações, muitas vezes sem a permissão dos pais. O maior motivo da utilização de crianças para o teste é que elas geralmente têm quantidades mais altas de estrôncio em seus ossos, o que significa que seus tecidos são mais suscetíveis a danos por radiação.

2 - MKULTRA


MKULTRA é uma das conspirações mais conhecidas. A premissa geral - agora comprovada como verdadeira - era de que o governo dos EUA testava drogas psicodélicas e alucinógenas como o LSD em cidadãos americanos e militares sem que eles soubessem. O principal objetivo era identificar drogas e procedimentos para serem usados em interrogatórios e torturas pois assim o indivíduo é forçado a confessar seus crimes através do controle mental. Esse experimento deixou muitos de seus "participantes" com trauma e até danos cerebrais. O projeto foi considerado antiético e então encerrado.

3 - Envenenamento por álcool


Essa conspiração não tem um nome específico, mas trata-se de um envenenamento de bebidas feito pelo governo dos Estados Unidos. Durante a Lei Seca na década de 1920, o consumo do álcool foi criminalizado e muitas pessoas acabaram ignorando a nova medida. Como forma de solução para esse problema, o governo dos EUA contaminou as bebidas alcoólicas com metanol. Infelizmente, cerca de 10.000 pessoas morreram por envenenamento através do metanol.

4 - Espionagem do governo dos EUA


Em junho de 2013, o analista de sistemas e ex-administrador da CIA, Edward Snowden, divulgou milhares de documentos secretos a vários jornalistas. Esses detalharam a sofisticada rede de inteligência que os EUA, juntamente com outros países ocidentais, vinha usando para espionar populações civis ao redor do mundo de forma ilegal.

Grande parte dessa espionagem foi feita foi feita através de redes sociais como Facebook. Em 2016, por exemplo, as agências do governo dos EUA enviaram aproximadamente 50.000 solicitações de dados de usuários para o Facebook, aproximadamente 28.000 para o Google e cerca de 9.000 para a Apple. A pior parte dessa história é que a Agência de Segurança Nacional realizou várias operações de espionagem em governos aliados dos EUA, como Alemanha, Bélgica, França e Espanha.

5 - A primeira-dama

Em outubro de 1919, o presidente Woodrow Wilson sofreu um derrame que o tornou incapaz de governar. Essa informação é conhecida por muitas pessoas. O que muitos não sabem é que após o derrame, sua esposa, a primeira-dama Edith Woodrow e o médico de seu marido decidiram manter o real estado de saúde de Woodrow em segredo para proteger o seu legado. Edith tinha uma sala em que conduzida reuniões com governadores, congressistas, senadores e assessores de seu marido. Edith assumiu o cargo de seu marido até 1921, quando Warren Harding entrou em seu lugar.

6 - "Máquina de frutas"


Na década de 1960, o governo canadense contratou um professor universitário chamado Frank Roberto Wake para criar um "gaydar ", o que chamou de "Fruit Machine" na época. Esse método consistia em forçar as pessoas a olharem para imagens eróticas de pessoas do mesmo sexo. Enquanto isso, a dilatação da pupila era medida, assim como os níveis de transpiração e as mudanças de pulso. Assim, era possível determinar se a pessoa era homossexual.
O programa auxiliava as empresas a identificarem os funcionários homossexuais para que fossem demitidos. No final da década de 1960, essa terrível "máquina" parou de funcionar.

7 - Operação Mockingbird


Na década de 1950, foi feita pela CIA uma operação chamada Mockingbird. O principal objetivo era comprar a influência da mídia. Em abril de 1976, o Comitê da Igreja, uma força-tarefa do Senado dos EUA, conduziu uma investigação sobre a influência da CIA sobre as organizações de notícias nacionais e estrangeiras, e declarou que a CIA mantinha uma enorme rede global, a qual fornecia informações para a organização e "às vezes" tentava influenciar a opinião através do uso de propaganda encoberta.

 

Próxima Matéria
Isabela Araujo
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+