• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 tesouros perdidos que podem te deixar milionário

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      22/11/19 às 13h30

Se você é um daqueles fãs de piratas e tesouros escondidos, provavelmente, já sonhou em ser um caçador de tesouros, certo? Então, saiba que isso pode realmente acontecer. Se você gosta de uma aventura e está disposto a procurar por tesouros perdidos, você pode ficar milionário fazendo isso. Quem sabe essa seja a sua verdadeira vocação. Levando em consideração o tanto de tesouros perdidos que existem no mundo, não vai te faltar opção do que caçar.

Ao longo da história, diversos tesouros valiosíssimos, de várias culturas, desapareceram ou foram roubados. Na maioria das vezes, o roubo ou desaparecimento de artefatos preciosos acontece em tempos de guerra ou desastre, quando estão mais vulneráveis. Muitos tesouros já foram recuperados e entregues aos seus verdadeiros donos, outros permanecem perdidos, e talvez nunca sejam encontrados. A não ser é claro, que um grande caçador de tesouros consiga encontrá-los. Se você se considera um bom investigador, temos algumas opções para você. Confira a seguir, 7 tesouros perdidos que podem te deixar milionário.

1 - Arca da Aliança

De acordo com a Bíblia hebraica, a Arca da Aliança é um baú, que continha as tábuas gravadas com os 10 mandamentos. Esse baú era guardado em um tempo em que foi construído pelo rei Salomão. O Primeiro Templo, como era chamado, foi o local mais sagrado do povo judeu. Ele foi destruído pelo exército babilônico, em 587 a.C., quando o rei Nabucodonosor II conquistou Jerusalém e saqueou a cidade. Ninguém sabe exatamente o que aconteceu com a Arca da Aliança depois disso, mas a sua localização tem sido especulada, desde então. Caso ela não tenha sido destruída, quem tiver a sorte de a encontrar, além de ficar muito rico, ainda irá contribuir com a história da Bíblia.

2 - Tesouro escondido de Forrest Fenn

Forrest Fenn foi um colecionador de artefatos raros. Diagnosticado com câncer no rim na década de 1980, ele teve a ideia de esconder todos os seus artefatos mais preciosos e amados e deixar pistas para alguém encontrar o seu tesouro. Ele até deixou um poema em seu livro de memórias falando sobre a caça ao seu tesouro. "Então, escute e escute bem, seu esforço valerá a pena; se você for corajoso, eu te dou o título de ouro", diz o verso final. Milhares de pessoas já procuraram pelo tal tesouro, que é avaliado em US$ 2 milhões mas, até hoje, ninguém chegou nem perto.

3 - Tesouro de Jean LaFitte

Jean LaFitte e seu irmão Pierre, foram piratas franceses, que atacaram vários navios mercantes no Golfo do México. Depois da morte de LaFitte, em algum momento, entre 1823 e 1830, a lenda de seus valiosos tesouros começou a circular por Luisiana. Dizia-se que existem grandes esconderijos, enterrados em algum lugar do lago de Borgne, na costa de Nova Orleans. O fato é que até hoje ninguém colocou as mãos no famoso tesouro.

4 - Joias da coroa da Irlanda

As joias da coroa da Irlanda foram roubadas do Castelo de Dublin, em 1907. Entre as peças roubadas, estava uma estrela de joias da Ordem de São Patrício e um broche de diamante e cinco colares de ouro, todas de propriedade da coroa. As joias ficavam guardadas em um biblioteca do castelo, e a falta de segurança foi a culpada pelo sumiço das peças. O autor do roubo e o paradeiro das joias permanecem um mistério.

5 - O diamante florentino

Com 133 quilates, o diamante florentino "era considerado a maior joia de seu tipo no mundo", descreve o historiador, Gordon Brook-Shepherd, em seu livro: "Imperador sem coroa". As origens do tal diamante e o seu atual paradeiro ainda permanecem desconhecidos. Em 1918, a peça estava na posse da família real Habsburgo, que tinha acabado de ser deposta pelo império, que governava a Áustria e Hungria. A família então guardou o diamante precioso, em um cofre na Suíça. E com a ajuda de um advogado, iria formalizar a venda da joia. Não se sabe o que aconteceu depois disso, só que o diamante desapareceu e ninguém tem notícias da sua localização.

6 - Coruja dourada

Em 1993, um homem, com o pseudônimo de "Max Valentin", decidiu esconder uma coruja dourada, em algum lugar no interior da França. E ele colocou um prêmio para quem a encontrasse. Estamos falando de um prêmio no valor de 1 milhão de francos. Para isso, ele deu 11 pistas do paradeiro da coruja, mas ninguém a encontrou até hoje. Porém, em 1999, ele disse que uma pessoa havia chegado bem perto de encontrá-la, dando esperanças para os caçadores de tesouros.

7 - A fortuna de Thomas Beale

Thomas Beale queria que os seus filhos e colegas tivessem algum trabalho para usufruir da sua fortuna. Para isso, ele decidiu fazer três cifras, uma com o nome de Thomas e os parentes de seu colega. Sendo que uma tinha a descrição exata do seu tesouro, e a outra, com a sua localização. Ele confiou no seu gerente, chamado Robert Morris, para enviar as cifras por correio, para os herdeiros, depois de 10 anos da sua morte. No entanto, essas cifras nunca chegaram. Então, muita prata e ouro no valor de US$ 63 milhões estão escondidos em algum lugar, em Bedford, na Inglaterra. Mas ninguém conseguiu encontrar.

E então, você gostaria de ser um caçador de tesouros? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+