icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 traços mais comuns em pais de filhos bem sucedidos

POR Magno Oliver EM Curiosidades 13/01/17 às 18h53

capa do post 7 traços mais comuns em pais de filhos bem sucedidos

Qual é a idade ideal para a mulher ter filhos? Aqui no site da Fatos Desconhecidos, nós já mostramos para você qual é o período indicado.

Os pais estão sempre preocupados com o futuro dos filhos e em como seus pupilos vão lidar com a vida adulta, assim que atingirem a maioridade.

E com os pais de filhos bem-sucedidos, a coisa não é muito diferente. Você sabia que eles possuem traços em comum? Então confira na matéria alguns deles:

1 - Dão valor ao esforço

O que as crianças aprendem sobre os seus erros também diz respeito à sua realização futura. Os pais estimulam os filhos a tirarem notas boas em uma prova porque são inteligentes e isso cria um pensamento "fixo". Se eles são estimulados a serem parabenizados pelo esforço, a mentalidade criada será a de "crescimento".

Segundo a psicóloga da Universidade de Stanford, Carol Dweck, o sucesso é pensado de duas formas pelos adultos e crianças: fixa e de crescimento.

A primeira diz que "Uma "mentalidade fixa" pressupõe que nosso caráter, inteligência e habilidade criativa são dados estáticos que não podemos mudar de maneira significativa, e o sucesso é a afirmação dessa inteligência inerente. Esforçar-se para o sucesso e evitar o fracasso a todo o custo tornam-se uma maneira de manter o senso de ser inteligente ou qualificado." Já a segunda, a de crescimento, diz que "prospera no desafio e vê o fracasso não como evidência de falta de inteligência, mas como um trampolim para o crescimento e uma forma de estimular nossas habilidades existentes".

2 - As expectativas projetadas são altas

Uma pesquisa do professor Neal Halfon, da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, feita com 6.600 crianças nascidas em 2001, concluiu que os pais projetam uma expectativa alta sobre as realizações e conquistas dos filhos.

O resultado mostrou, depois de um teste aplicado, que 57% que tiveram desempenho ruim tinham pais que projetavam esperança de que eles frequentassem uma faculdade, enquanto que 96% das que se saíram bem tinham responsáveis que esperavam que elas fizessem faculdade. O estudo observou que as expectativas são lá em cima, com relação ao futuro dos filhos.

3 - São mais tranquilos e menos estressados

A preocupação é com o tempo que passa com os filhos e focar na qualidade desse momento e não as vezes que vocês ficaram juntos. O estresse é um fator que atrapalha muito.

Segundo o sociólogo da Universidade Bowling Green State, Kei Nomaguchi, " O estresse das mães, especialmente quando elas estão assim por causa do malabarismo que fazem com o trabalho e cuidado com as crianças, pode afetar negativamente seus filhos". A calma é o segredo da boa relação e uma característica em comum entre pais e filhos.

4 - O fator econômico

Ter dinheiro é um fator que ajuda a ter uma educação eficaz. De acordo com o pesquisador da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, Sean Reardon, a diferença entre famílias com alto e baixo rendimento é "aproximadamente 30 a 40% maior entre as crianças nascidas em 2001 do que entre as nascidas 25 anos antes".

Nos Estados Unidos, o fator financeiro influi na pontuação no vestibular, o famoso SAT das crianças.

5 - Matemática é ensinada logo cedo

Começar a desenvolver as habilidades matemáticas logo cedo é uma enorme vantagem para a criança que os pais bem sucedidos investem logo cedo na educação dos filhos.

Segundo o pesquisador da Universidade Northwestern, Greg Duncan, "A importância primordial das habilidades iniciais de matemática - de começar a escola com um conhecimento de números, ordens de número e outros conceitos matemáticos rudimentares - é uma das conclusões do estudo.

O domínio precoce das habilidades matemáticas prediz não só a realização futura em matemática, como também prevê a realização futura em leitura".

6 - O relacionamento pai e filho é baseado no relacionamento sensível

Segundo o hypescience, "um estudo de 2014 com 243 pessoas nascidas na pobreza descobriu que as crianças que receberam "cuidados sensíveis" nos primeiros três anos não só se saíram melhor em testes acadêmicos na infância, como tiveram relacionamentos mais saudáveis e maior realização acadêmica em seus 30 anos.

Pais que são cuidadores sensíveis são aqueles que respondem às necessidades do seu filho prontamente e adequadamente, fornecendo uma base segura para as crianças explorarem o mundo.

'Isso sugere que os investimentos em relações precoces entre pais e filhos podem resultar em retornos de longo prazo que se acumulam nas vidas dos indivíduos', disse o coautor do estudo e psicólogo da Universidade de Minnesota, Lee Raby".

7 - Alcançam níveis educacionais altos e os filhos seguem o exemplo

Ensino médio, faculdade, pós-graduação, mestrado, doutorado, quanto maior o nível educacional dos pais, maior é a probabilidade de criar os filhos para que eles também sigam esse caminho, segundo a revelou a psicóloga da Universidade de Michigan, Sandra Tang.

Em seu estudo feito com um grupo de mais de 14.000 crianças entre 1998 a 2007, as que nasceram de mães adolescentes(18 anos ou menos) eram menos propensas a terminar o ensino médio ou ir para a faculdade.

O que você achou dos traços em comuns entre pais e filhos? Mande seu comentário para gente!


Próxima Matéria
avatar Magno Oliver
Magno Oliver
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest