icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 últimas imagens e vídeos de animais antes da extinção

POR Isabela Araujo EM Curiosidades 19/07/18 às 16h37

capa do post 7 últimas imagens e vídeos de animais antes da extinção

Os animais extintos são aqueles que desapareceram na natureza por diversos motivos. Alguns causados por fenômenos naturais ou até pela intervenção humana. O último é realmente lamentável. Os principais motivos incluem mudanças climáticas, pesca, caça e contaminação do solo, da água, do ar, além da destruição de habitats.

Quando pensamos em animais extintos, é normal lembrarmos de dinossauros e outras criaturas pré-históricas. Entretanto, existem muitos animais já extintos como aves, tigres, leões, cobras, rinocerontes. Felizmente, alguns desses animais sobreviveram tempo suficiente para serem registrados através de vídeos e fotos. Confira essa lista de animais que já entraram em extinção, os quais foram fotografados e filmados:

1 - Quagga

O quagga é uma subespécie extinta da zebra das planícies. Esse animal vivia na África do Sul desde o final do período Pleistoceno até o século XIX. O quagga se parece com a mistura de duas espécies diferentes - zebra e cavalo. A parte da frente do corpo possui listras brancas como a zebra e a parte de trás é marrom, como a de um cavalo.

Esses animais já foram encontrados no Karoo da Província do Cabo e na parte sul do Estado Livre de Orange na África do Sul. Eles pararam de ser vistos após o início dos assentamentos dos holandeses, na África do Sul. Infelizmente, eles foram fortemente caçados, o que fez com que o quagga fosse extinto na natureza, em 1878. Alguns deles foram levados para um zoológico na Europa, e o último quagga visto morreu em Amsterdã, no dia 12 de agosto de 1883.

2 - Heath Hen

Heath Hen era uma espécie de galinha norte-americana extinta em 1932. Essa ave era bastante encontrada durante os tempos coloniais, porém começou a ser caçada para servir de alimento. Muitas pessoas especularam que o primeiro jantar do Dia de Ação de Graças dos peregrinos incluía galinhas e não o tradicional peru selvagem.
No final do século XVIII, a galinha entrou para o cardápio dos homens mais pobres. Devido à caça intensa, esses animais começaram a entrar em extinção. Em 1890, restavam cerca de 120 a 200 galinhas na ilha Martha's Vineyard, perto do estado de Massachusetts.

No final do século XIX, restavam apenas 70. Em 1908, as aves foram protegidas por uma proibição de caça e logo a população cresceu para 2000 galinhas. Contudo, devido a vários motivos como um incêndio destrutivo e uma doença chamada Histomoniasis, os números começaram a diminuir rapidamente. Apenas uma galinha sobreviveu em 1928 em morreu em 11 de março de 1932.

3 - Leão-da-barbária


Também conhecido como Leão de Atlas ou Leão Núbio, o leão da Barbária é uma subespécie de leões que já foi extinta na natureza. O animal era encontrado no norte da África, especificamente no Egito e Marrocos. Os romanos os usavam no Coliseu para lutar com gladiadores. Seus números diminuíram muito em meados do século XIX. A última gravação registrada de um leão selvagem da Barbária, ocorreu em 1942, no Marrocos. Pequenos grupos de animais podem ter sobrevivido na Argélia até o início dos anos 1960 e no Marrocos, até meados da década de 1960, embora não existam provas.

4 - Tilacino

O tilacino era um animal semelhante a um cachorro, porém tinha uma bolsa abdominal como a dos cangurus. Eles foram chamados de "tigre da Tasmânia", devido às suas listras transversais escuras que cobriam a parte de trás de seu corpo, semelhantes às dos tigres.

Acredita-se que o tilacino tenha sido extinto na Nova Guiné. Eles se tornaram praticamentes extintos na Austrália continental há 2.000 anos. Na Tasmânia, eles sobreviveram até a década de 1930. O último tilacino a ser morto na natureza foi filmado em 1930 por Wilf Batty, um agricultor de Mawbanna. O último exemplar visto foi preso em um cativeiro, também conhecido como "Benjamin". Ele morreu no zoológico de Hobart em 7 de setembro de 1936.

5 - Pombo-passageiro

O pombo-passageiro era uma espécie extinta de pombo bastante encontrada na América do Norte. Sua população original foi estimada em cerca de 5 bilhões de indivíduos. O que faz dela uma das aves mais abundantes do planeta. Entre 1870 e 1900, o pombo-passageiro desapareceu. A caça e o desmatamento são as possíveis causas de sua rápida extinção.

Alguns pesquisadores acreditam também que o pombo-passageiro simplesmente não conseguiu sobreviver em bandos menores, pois isso era algo "incompatível com a ecologia social da espécie". Esses pombos eram muito rápidos e podiam atingir a velocidade de 100 km por hora. Acredita-se que o último pássaro visto na natureza tenha sido baleado em 1901. O último pombo-passageiro preso em um cativeiro chamava-se Martha. Esse morreu no dia 1 de setembro de 1914, no Zoológico de Cincinnati.

6 -Laysan Rail

Esses pássaros foram encontrados por marinheiros russos em 1828, quando passaram pela ilha de Laysan, no Havai. Eles disseram que esses pequenos pássaros de 15 centímetros de comprimento eram os mesmos ou semelhantes às espécies encontradas em Lisianski. Embora pequenas, essas aves não tinham medo e iam atrás de moscas, mariposas e restos de carne de carcaças de aves.

A principal ameaça à sua existência aconteceu quando coelhos foram introduzidos em Laysan. Esses animais destruíram a vegetação, transformando a ilha de Laysan em uma tigela de poeira. Até o início dos anos 1910, havia cerca de 2.000 aves. Já em 1923, havia apenas duas. Oito pássaros foram levados as Ilhas Midway, mas dois morreram imediatamente devido à falta de comida e abrigo. A espécie foi extinta na ilha de Laysan em 1923.

7 - Tigre-de-java


O tigre javanês é uma subespécie de tigre extinta que costumava habitar na ilha indonésia de Java. No início do século XIX, eles eram tão comuns na ilha, que em algumas áreas, eram considerados nada mais que pragas. Então, eles foram impiedosamente caçados e envenenados. Como a população humana cresceu, os tigres de Java foram levados à beira da extinção devido a uma severa redução no habitat.

Em 1940, os tigres javaneses foram empurrados para montanhas e florestas remotas. Em meados da década de 1950, havia apenas 20 a 25 tigres em Java e em 1972, apenas sete a doze tigres.
Em 1989, foram encontradas marcas de tigres de Java, embora nenhum animal foi encontrado. Desde então, muitas pesquisas foram realizadas e até câmeras foram montadas. No entanto, não há indicação de tigres javaneses vivos em nenhum lugar.

Bônus

Dodô

O Dodô é um pássaro extinto há 3 séculos. A ave, que não conseguia voar, foi vista pela última vez em 1662, nas Ilhas Maurício. Ele era um grande pássaro de asas curtas e bico longo, o qual era capaz de quebrar as amêndoas mais duras que existiam na região. Não existem muitos relatos sobre o animal.

Entretanto, foi realizada uma recente amostra dos ossos do animal, a qual sugere que seus ovos eram chocados por volta do mês de agosto, e que os filhotes atingiam rapidamente o tamanho adulto. Segundo alguns relatos de marinheiros, encontrados em registros históricos, o animal costumava fazer a troca de penas em março. Segundo eles, sua plumagem era cinza e macia.


Próxima Matéria
avatar Isabela Araujo
Isabela Araujo
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest