• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 verdades sobre pôsters famosos que vão te deixar impressionado

POR Magno Oliver    EM Curiosidades      23/06/16 às 10h23

Você já reparou em alguns pôsters fixados por aí na rua? Eles sempre trazem algum tipo de mensagem, seja em um anúncio, uma foto de um artista famoso e são usados para os mais diversos fins.

Você sabe por onde andam os famosos acusados de crimes? E os que possuem irmãos gêmeos e você não sabia? Aqui no site da Fatos Desconhecidos, nós já exibimos para você estas matérias.

Existem pôsters de artistas famosos, de propagandas que marcaram época, um cientista que se sagrou na história, um momento que aconteceu em um determinado lugar ou até mesmo um beijo que marcou os cinemas.

As finalidades para a criação de um pôster são várias. Numa reportagem de Roberto Martínez, do jornal mexicano "El Universal", publicada em 2011, ele explicou a origem de algumas fotos e pôsters mais famosos do mundo.

Nossa redação separou para você algumas verdades sobre pôsters famosos que vão te deixar impressionado. Confira:

1 - Lord Kitchener quer você

4

O cartaz com a imagem do secretário de Estado da Guerra, Lord Kitchener, surgiu em setembro de 1914 e conseguiu trazer um número incrível de voluntários que fez com que Kitchener organizasse o maior exército de voluntários que o Reino Unido já viu lutar na Frente Ocidental.

Um ponto interessante nesse cartaz é que a imagem se tornou a inspiração para o lendário Tio Sam que foi usado na Primeira e Segunda Guerras Mundiais com o slogan "Eu quero você para o exército dos Estados Unidos da América".

2 - O almoço no topo do arranha-céus

lunchtime_atop_a_skyscraper_by_sixx83

A foto do almoço no topo do arranha-céus com 11 trabalhadores no 69º andar do edíficio RCA, em Nova York, foi tirada pelo fotógrafo Charles Ebbets, no ano de 1932, durante os últimos meses de obras.

A maioria das pessoas na imagem são emigrantes que saíram de onde moravam para tentar uma nova vida. O crédito das fotos foi dado como desconhecido por muitos anos.

Charles C. Ebbets não havia sido reconhecido como o fotógrafo da imagem. Depois de meses de investigação é que uma empresa de investigação privada localizou o verdadeiro dono. Antes do reconhecimento, o crédito havia sido atribuído a Lewis Hine.

3 - A clássica imagem de Albert Einstein

f0360bd2430acca923fcd3e50bb09a98

A clássica imagem de Albert Einstein com sua língua para fora foi feita em 1951, pelo fotógrafo da UPI Arthur Sasse. O registro foi feito em um evento na Universidade de Princeton pelo aniversário de 72 anos de Einstein.

A curiosidade sobre o pôster é que ele curtiu tanto a fotografia que fez várias cópias dela e a enviou em cartões para os amigos.

A foto original é de Einstein sentado no banco de trás de um carro entre o Dr. Franfk Aydelotte, o ex-chefe do Instituto de Estudos Avançados e sua esposa.

4 - Che Guevara

poster3

Esta foto clássica de Che Guevara em um palco, enquanto Fidel Castro elogiava as vítimas da explosão La Coubre, foi tirada em Havana, Cuba, no dia 5 de março de 1960 por Alberto Korda.

O pôster é considerado uma das 10 imagens mais icônicas do mundo. Um ponto curioso sobre ela é que Guevara chamou o registro de "grosseria comercial" e daí então Fitzpatrick, que criou o retrato em dois tons, anunciou que iria querer o direito autoral da imagem, mas tudo acabou se resolvendo e ele o entregou à família Guevara.

5 - We can do it! (Nós podemos fazer isso)

380

Em 1941, foi criado o pôster que ficou conhecido como "Rosie the Riveter" pelo artista gráfico americano J. Howard Miller. Por ter se destacado com seu trabalho, a empresa Westinghouse decidiu contratá-lo para produzir uma série de cartazes para divulgar a empresa War Production Coordinating Committee.

O cartaz acabou se tornando um símbolo para as mulheres que produziam armas de guerra e assumiram postos de trabalho em substituição aos homens que serviam às forças armadas americanas.

O mais curioso do "Rosie the Riveter" é que nem mesmo a modelo, Geraldine Dolye, sabia da existência deste cartaz com sua imagem.

Só em 1984, ao ler um artigo na revista "Modern Maturity", que relacionava sua imagem ao pôster, é que ela ficou sabendo do cartaz. Na época da captura para a imagem do pôster, ela trabalhava em uma fábrica e daí então decidiu posar para a lente da câmera.

6 - A foto de casais apaixonados no Hotal de Ville

6b1d0f72051e95f64b4a237896d23ac9

Essa foto foi tirada em 1950 pelo fotógrafo francês Robert Doisneau a pedido da revista "Life" que solicitou a ele um ensaio com várias fotos de casais em Paris.

Doisneau encontrou o casal Françoise Delbart, de 20 anos, e Jacques Carteaud, de 23 e os levou a três lugares diferentes para tirar as fotografias, nas quais uma delas é essa no Hotel de Ville.

A foto foi publicada na revista "Life", mas acabou caindo no esquecimento por cerca de 30 anos quando uma empresa de cartazes republicou a imagem e ela acabou se tornando uma das mais vendidas do mundo.

O mais curioso do caso da foto do Hotal de Ville é que um ano depois de tirada a foto, o casal que posou para o fotógrafo havia terminado o relacionamento.

Jacques Carteaud se tornou vinicultor e morreu em 2001, enquanto que Françoise se casou com Alain Bornet, um diretor de documentários.

Em 2005, Françoise leiloou a foto original ainda com a assinatura do fotógrafo e recebeu 200 mil dólares.

7 - A Garota americana na Itália

howard_greenberg_ruth_orkin-web

A imagem foi tirada em 1951 pela fotógrafa americana Ruth Orkin para um ensaio para a revista "Life". A artista e compatriota Jinx Allen foi quem posou para a foto.

A ideia da foto surgiu depois de conversas entre a fotógrafa e a artista sobre suas experiências ao viajarem sozinhas. O papo inspirou Ruth a fazer uma série de fotos que foi chamada de "Não Tenha Medo de Viajar Só".

Ela tirou fotos da amiga fazendo compras no mercado, atravessando o sinaleiro, andando de carruagem, tomando café em uma cafeteria, mas o que chamou a atenção foi quando Allan andava pela praça da cidade e os olhares dos homens para ela começavam a se destacar. Foi aí então que a fotógrafa teve a ideia de capturar o momento e pediu que Allan andasse novamente por onde havia passado.

Um ponto curioso é o depoimento da moça que posou para o foto. Ela contou que "Me cobri bem com meu xale. Era minha proteção, meu escudo.

Eu estava caminhando por um mar de homens. Eu estava desfrutando de cada minuto. Eles eram italianos e os italianos me encantam".

Em 2016, a fotografia completa 65 anos. A fotógrafa morreu de câncer com 63 anos, em 1985 e a artista Jinx Allen agora é conhecida como Ninalee Craig.

Você já viu algum destes pôsters famosos? Mande seu comentário para gente!

Próxima Matéria
Via   G1     listverse     Eluniversal  
Magno Oliver
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+