• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 vezes em que pessoas criaram seu próprio idioma

POR Isabela Ferreira    EM Curiosidades      04/12/17 às 16h52

Segundo relatos bíblicos, um dia os homens já falaram todos um mesmo idioma... Até que certo dia, enquanto construíam a lendária Torre de Babel de forma extremamente ambiciosa, Deus confundiu seus idiomas e acabaram se espalhando. Bom, embora esta não seja uma explicação científica para a pluralidade de línguas, é algo bem aceito por diversas crenças e religiões do mundo.

Olhando por esse lado, é bizarro imaginar que alguém seja capaz de criar um idioma próprio, não acha? Bom, por mais estranho que pareça, é algo que já aconteceu muitas vezes ao longo da história. Em alguns casos, os indivíduos fazem isso sem nem mesmo perceber e começam a se comunicar com a nova língua. Em outro contexto, muitos criam de forma proposital com a intenção de unir povos. Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 vezes em que pessoas criaram seus próprio idioma. Dá uma olhada!

1 - AUI

Pode parecer um nome bem estranho para um idioma, mas se pronuncia "a-OO-ee". Foi apresentado pela primeira vez por John W. Weilgart, que afirmava ter recebido a visita de um extraterrestre que o ensinou sua língua. Ele acreditava que o AUI, que em sua maioria é representado por simbologia, substituiria muitos idiomas complicados presentes no mundo, a exemplo do inglês.

No ano de 1968, o homem chegou a lançar um livro onde apresentava o idioma e toda sua etimologia. Ainda aconselhava que nós, humanos, aprendêssemos o idioma antes dos extraterrestres chegarem em massa ao nosso planeta.

2 - Língua Ignota

Há aproximadamente mil anos atrás, a compositora, palestrante e também freira, Hildegard von Bingen, desenvolveu uma linguagem baseada no alfabeto. Não se sabe ao certo o que ela definiu como idioma, mas sua criação é chamada de língua ignota. Ela havia renomeado divindades, plantas, humanos e objetos.

Apenas à título de curiosidade, de acordo com seu dialeto, Deus seria "Aigonz"; os anjos seriam "aigenz"; humanos como "inimois", e assim por diante. Segundo linguistas, ela pode ter se baseado no grego ou cirílico, mas também existem características do alemão e latim.

3 - Língua de sinais na Nicarágua

No ano de 1977, a Nicarágua teve sua primeira escola que atendia aos surdos. No entanto, o interesse em ensinar a linguagem de sinais era baixo. A partir daí, um fenômeno aconteceu: os alunos invetaram seu próprio idioma, utilizando uma linguagem de sinais completamente diferente.

Os linguistas ficaram fascinados com o ocorrido e chamaram o novo idioma de "Linguagem de sinais da Nicarágua". Havia sido a primeira vez que puderam testemunhar o desenvolvimento de uma linguagem natural. Em um curto espaço de tempo, os alunos ainda foram capazes de criar a estrutura gramatical para orientar o uso do idioma.

4 - Lojban

No ano de 1997, o Lojban foi desenvolvido pelo Grupo de Linguagem Lógica. No entanto, eles já estavam trabalhando no idioma desde 1987. Sua base tinha apenas 1.350 palavras derivadas do chinês, espanhol, árabe, russo, hindu e inglês, que por sinal, são os 6 idiomas mais falados do mundo. Sua fonografia é amplamente fonética e evitaram ao máximo o uso de ambiguidade.

5 - Folkspraak

Curiosamente, esse é um idioma que tem a pretensão de se transformar em uma linguagem universal, podendo ser utilizada por todos os falantes de línguas germânicas. Nisso, incluem o inglês, holandês, alemão, sueco, norueguês, dinamarquês, islandês, entre alguns outros. É um idioma que ainda está em desenvolvimento e é encabeçado por pessoas comuns, que se reúnem em um grupo do Yahoo. Por outro lado, os frequentes conflitos e discordâncias entre as pessoas do grupo representam um grande problema para que o projeto siga em frente.

6 - Tutonish

Assim como o idioma acima mencionado, o Tutonish foi uma tentativa de universalizar uma linguagem para falantes de línguas germânicas. Com o desenvolvimento liderado por Elias Molee, se baseava no alemão e inglês, embora mantivesse estrutura parecida com a de outras línguas.

Uma curiosidade é que o idioma foi completamente escrito com letras minúsculas. Molee promoveu sua criação ao escrever uma série de livros que, por sinal, chegaram até mesmo a passar por revisões comandadas pelo New York Times.

7 - Lingwa de Planeta

No ano de 2010, uma equipe de linguistas liderada pelo psicólogo russo Dimitri Ivanov, começou o desenvolvimento do que chamaram de "Lingwa de Planeta". Não, não está escrito errado... É exatamente assim, por mais estranho que pareça. Acontece que a intenção inicial é criar um idioma universal que pessoas do mundo todo entendam. Baseia-se nas línguas do inglês, chinês, árabe, alemão, francês, persa, hindu, português, espanhol e russo, que entram no ranking entre as 10 mais faladas do mundo, mas não necessariamente nessa ordem.

A equipe visa usar essas línguas para não favorecer nenhuma sobre a outra. Pretendem que as pessoas de todos os cantos do mundo sejam capazes de compreender, pois acreditam que chegará o dia em que precisaremos entender o que todo o mundo fala, devido à maior conexão que temos com a internet.

E então pessoal, o que acharam? Conhecem outra ocasião em que um idioma foi desenvolvido? Compartilhem com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+