icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 vezes que coisas foram inventadas cedo demais

POR Bruno Destéfano EM Curiosidades 31/05/19 às 14h35

capa do post 7 vezes que coisas foram inventadas cedo demais

Por vezes, grandes inovações começam com ideias consideradas esdrúxulas. A boa recepção depende do contexto histórico e, por isso, muitos gênios passam despercebidos em vida. Tudo isso porque a mente das pessoas pode não estar completamente aberta para receber novas informações. A tendência, em certas épocas, é conservar o que já foi descoberto e averiguado antes de dar atenção para o "desconhecido". É possível que invenções ditas "sem cabimentos" ganhem status completamente diferente após a assimilação fluída da opinião das outras pessoas. Isso não quer dizer que as ideias são ruins ou não devam ser vistas com consideração. De fato, tudo depende do contexto e para quem você está criando ou idealizando novas coisas. Por essa razão, criamos uma lista especial com 7 vezes que coisas foram inventadas cedo demais.

As aparências enganam, não é? Ainda mais quando estamos nos referindo à descobertas ou invenções que parecem inadmissíveis no campo do real. Por causa da mente fechada de várias pessoas, grandes ideias tiveram que esperar um pouco para serem exploradas em todas as suas potencialidades.

1- Detector de terremoto

Muitos dos inventores à frente de seu tempo surgiram com conceitos sem uso prático. Entretanto, isso não aconteceu com Zhang Heng. O inventor chinês criou um detector de terremoto eficaz no ano 132 a.D. O instrumento fora capaz de identificar a atividade sísmica a centenas de quilômetros de distância. Isso aconteceu enquanto a maioria dos chineses estava tentando viajar para o Tibete, com o objetivo de consumir águas da imortalidade. Essa, com certeza, foi umas vezes que coisas foram inventadas cedo demais.

2- Reprodutor de áudio portátil

Na década de 1970, ouvir música através de fones de ouvido geralmente exigia a conexão de aparelhos de som maciços e pesados. Os toca-fitas portáteis só entraram nos mercados por volta dos anos 80. Nesse ínterim, Kane Kramer, um vendedor de móveis britânico, inventou o reprodutor de áudio portátil com até meia hora de armazenamento. Infelizmente, ele não conseguiu continuar com o financiamento a ponto de reter os direitos sobre a tecnologia. É inegável, contudo, seu impacto nas indústrias em geral. Décadas depois, a Apple elaborou o seus primeiros MP3 players e chegou a creditar Kramer por sua contribuição.

3- Engenho analítico

Mais de 100 anos antes da construção do primeiro CPU, o matemático inglês Charles Babbage projetou o computador programável de uso geral. Conhecido como engenho analítico, o computador era completo com unidade aritmética, circuitos de fluxo de controle e memória. Embora Babbage tenha ficado sem dinheiro, seus projetos e conceitos foram testados em 1991. Os resultados indicaram que o mecanismo analítico teria sido bem-sucedido. Essa é uma das vezes que coisas foram inventadas cedo demais.

4- Máquina de escrever

A história da máquina de escrever é surpreendentemente controversa, com várias máquinas e invenções reivindicando o título de primeira do mundo. No entanto, o dispositivo mais antigo documentado desse tipo foi o scrittura tattile (1575). Mesmo 300 anos após a invenção de Francesco Rampazzetto, as gráficas ainda estavam criando protótipos.

5- Café

Um acadêmico de Oxford do século XVII argumentou que o "aprendizado sério" estava diminuindo, porque as pessoas estavam gastando tempo demais com cafés. Os donos de tabernas também reclamavam que as pessoas bebiam aquele líquido sujo em vez de apreciarem bebidas saudáveis. Logo após, panfletos anti-café começaram a circular pela Europa. O rei Carlos II da Inglaterra, então, decidiu que estava na hora de destruir todas as cafeterias e proibir a venda da bebida.

Contudo, convenhamos: isso era menos sobre o café em si e mais sobre o medo de Carlos de acabar decapitado como o pai. Até porque as cafeterias eram lugares propícios para conversar sobre política. Carlos abandonou a ideia depois de descobrir que o café tinha vários adeptos pela Inglaterra.

6- Máquina Térmica de Heron

"Apenas" duzentos anos após Platão caminhar na Terra, Heron de Alexandria começou a colocar alguns de seus conceitos em prática - criando, entre outros, a máquina a vapor. O eolípila era um dispositivo simples que consistia em uma caldeira com dois jatos. Quando aquecida, a água na caldeira escapava e fazia com que a coisa inteira girasse. Essa é uma das vezes que coisas foram inventadas cedo demais.

7- Programação

Além de ser a primeira pessoa a escrever códigos de computador, Ada Lovelace foi a primeira pessoa a perceber o quanto os computadores poderiam fazer. Segundo o historiador Doron Swade, ela entendera que os números no processamento computacional poderiam representar qualquer coisa (não apenas quantidades). Este salto, que ninguém mais fez na época, previu nosso atual uso de computadores como mais do que meras calculadoras.


Próxima Matéria
avatar Bruno Destéfano
Bruno Destéfano
Escritor, fotógrafo e jornalista // Deixe que o conhecimento te revolucione de dentro para fora.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest