icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 vezes que crianças foram presas por motivos inacreditáveis

POR Toni Nascimento EM Curiosidades 26/12/18 às 16h37

capa do post 7 vezes que crianças foram presas por motivos inacreditáveis

Vamos começar essa matéria esclarecendo uma coisa: prender crianças é uma ação proibida. No Brasil, não é permitido levar crianças presas nem mesmo para a prisão. Muito menos é permitido mante-las presas em qualquer outro lugar. Deixado isso claro, na história do mundo, durante muitos momentos as crianças foram presas por pessoas por algum motivo. Muitos pais chegaram a prender seu filhos em caixas por algum motivo. Outros amarraram sua prole por coisas bizarras.

Um exemplo era no inicio de 1990, aonde as crianças que tentavam fugir de casa eram acorrentadas em suas camas ou então em alguma cadeira. Isso poderia ser feito tanto pelos país como pela babá. Sem tirar as vezes em que as crianças eram presas para serem usadas como escravas ou em outras situações de crueldade escancarada. Além disso, se hoje esses país seriam presos, no passado eles talvez ganhariam só uma multa ou passar alguns dias atrás das grades. Veja 7 vezes em que crianças foram presas por motivos inacreditáveis.

1 - A criança e o macaco

Peter e Mary Stankovitch, dois ciganos sérvios, andavam pela Inglaterra em 1938 com uma criança de dois anos, neto deles, e um macaco. Durante o dia, a criança e o macaco eram acorrentados a charrete e obrigados a dançar enquanto andavam pela cidade no dia inteiro. Os ciganos recolhiam as moedas de quem via o "show" pela região.

Em certo momento eles foram denunciados a polícia e levados a julgamento. Eles levaram apenas uma multa por manter a criança presa e trabalhando feito uma escrava. Além disso, descobriram que o casal, era na verdade, extremamente rico.

2 - Criança que estudou demais

Bertha Childs de La Crosse, foi uma garota que em 1905, era acorrentada todos os dias na roça perto de seu pai, enquanto ele trabalhava. Ele fez isso, por que segundo ele, mulheres não podiam estudar demais por que começavam a enlouquecer, e sua filha andava estudando demais. Certo dia, ela pegou um queijo envenenado no casaco do pai, que estava-o guardando para os ratos, e morreu.

3 - O garoto incorrigível

Em 1936, uma criança foi descoberta em Ohio, nos EUA, carregando uma corrente de mais de quatro metros. Ele havia sido preso no dia anterior ao fogão corrente, e depois, obrigado a ir ao colégio com ela. No tribunal, o pai alegou que fez isso por que o menino havia comido uma fatia de bolo de aboborá sem permissão, sendo assim incorrigível. O juiz concordou, porém achou que o pai tinha ido longe demais. Acabou condenando-o a apenas 90 dias de prisão.

4 - Garota azarada

Uma garota de 7 anos, em 1930, foi acorrentada em um jardim pelo pai. Ele disse para a polícia que a mãe da menina tinha morrido a três anos, e que a garota era uma azarada. Isso por que o homem não conseguia mais encontrar uma esposa, interessada em cuidar da criança. A polícia a tirou de lá, e ela foi entrega a primeira esposa do pai, que prometeu cuidar dela como se fosse sua.

5 - Escola cruel

Fairview Training School era uma escola especial para crianças com mal comportamento, em Nova Jersey. A escola era alvo de várias denuncias, afirmando que os homens da escola exploravam os jovens fisicamente. O diretor da escola, Henry O. Kight, supostamente, atingiu um menino de dez anos de idade na cabeça com o lado largo de uma machadinha. Outros teriam sido acorrentados por semanas em seus quartos, enquanto outros era chicoteados.

O relatório final sobre as alegações de abuso dizia que "as denuncias públicas das condições da escola foram exageradas", e nada mais foi feito.

6 - Deus mandou

Em 1912, nos EUA, uma mãe recebeu uma ordem de Deus: acorrentar a sua filha. Ela acorrentou o garoto de 19 anos com uma coleira de cachorro, enquanto ia rumo a criança mais nova, os vizinhos chegaram e salvaram os meninos. No tribunal ela afirmou que fez aquilo por que era a vontade de Deus, e ele havia mandado.

7 - Pescaria

Em 1947 um pai de família queria muito ir pescar, porém, não podia deixar sua filha de 8 anos vagando por aí. O pai afirmou que já havia pegado ela roubando no passado, e não podia correr esse risco de novo. A solução foi acorrentara a criança enquanto ia para a pescaria. Um policial encontrou a criança acorrentada, o que levou o pai a ser julgado a 21 dias de prisão posteriormente.

E aí, o que você achou dessa lista? Comente aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que está assustado, aquele abraço.


Próxima Matéria
Via   Listverse  
avatar Toni Nascimento
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest