• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 vezes que pessoas entraram na deep web por motivos inesperados

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      15/04/19 às 16h04

A Deep Web é rede similar à internet com conteúdo não indexado em sites de busca, como o Google. Com um conteúdo vasto, superior ao da internet comum, a Deep Web é criptografada e mantém o anonimato dos usuários.

A estrutura da rede não é feita em camadas, mas em redes de máquinas independentes como Onion (TOR), I2P, Freenet, Loky, Clos e Osiris. Para acessar o conteúdo, também é necessário a utilização de programas ou configurações específicas.

A maior parte da mídia condena esse lugar. Eles dizem que as pessoas vão a esse lugar para ver imagens ilícitas, comprar drogas, recrutar pessoas para organizações terroristas. Pode até ser verdade, mas existem outras coisas que também podem ser encontradas por lá. Qualquer pessoa que estiver navegando na deep web está livre da vigilância da rede regular, pelo menos em teoria. E mostramos aqui algumas coisas que as pessoas encontram e vão procurar por lá.

1 - Clube do livro

A distribuição de livros digitalmente é um tema bastante crítico. E existem muito mais bibliógrafos de guerrilha do que se possa imaginar. E a deep web é um terreno onde é possível achar literatura alternativa.

Bibliotecas online como a Biblioteca Imperial de Trantor e o Clube do Livro de Jotunbane tem vários exemplares de variados gêneros literários. Então os leitores mais ávidos podem procurar os exemplares que desejam ler e com certeza encontrá-los com facilidade.

2 - Publicidade

Pode ser estranho, mas a deep web é um lugar que atrai vários anunciantes online. Isso porque, normalmente, quem navega nesse lugar são usuários mais experientes e com visão do futuro. Então os varejistas da deep web estão sempre inventando maneiras novas de fazer negócio.

E várias ideias que conhecemos hoje tiveram seu início na deep web. Como por exemplo, os anúncios patrocinados pelo Gmail, a plataforma de crowfunding Thunderclap. Além disso, algumas agências, como é o caso da Big Spaceship, financiam estrategistas para vasculhar a deep web e ver quais são as tendências.

3 - Fatos sobre gatos

Não importa em qual o lugar da internet você está. Os memes de gato estarão sempre lá presentes. Não que eles sejam ruins, são até bastante fofos na verdade. E na deep web, você pode encontrar infinitos fatos sobre gatos.

Um site chamado Anonymous Cat Facts faz exatamente o que seu nome propõe. Ele é um suprimento com trivialidades de gatos. Só é preciso clicar no botão de "novo fato" e um fato sobre gatos surgirá na tela.

4 - Mídias Sociais

 

Em outubro de 2014, o Facebook deu um passo para a deep web. Aqueles que querem acessar o site de forma segura e anônima, podem fazê-lo pelo navegador Tor com o site facebookcorewwwi.onion. Esse link é criptografado e com total privacidade.

E o cuidado em compartilhar dados pessoais é ainda mais real quando se trata da deep web. Sites que parecem legítimos são criados para enganar usuários e inserir informações confidenciais que são transferidos para sites falsos.

5 - Ciber stalkers

Com a internet ficou mais fácil conseguir abusar ou assediar alguém. Os ciber stalkers conseguem ouvir chamadas telefônicas, hackear contas bancárias e até mesmo ver a localização física da vítima escolhida.

As vítimas desse ciber stalking estão encontrando refúgio da deep web. Um dos cofundadores do Projeto Tor, Andrew Lewman, criou vários programas de contra-vigilância que foram feitos junto com grupos de atendimento à vítimas de violência doméstica. O navegador é incógnito e dá às vítimas tempo suficiente para procurar ajuda online sem que seus agressores fiquem sabendo.

6 - Discordantes políticos

As pessoas contra governo sempre usaram a deep web como uma ferramenta política. E nos tempos de turbulência política, ela virou um lugar essencial para resistir à censura online e a repressão do Estado.

Um exemplo foi em 2011, quando as forças rebeldes da revolução egípcia começaram a se comunicar com Tor, depois do presidente Hosni Mubarak tentar instigar um blecaute na mídia social.

7 - Jornalistas e denunciantes

A liberdade de expressão ficou um pouco controversa para qualquer um que publique coisas online. Aqueles que ousam retratar tópicos delicados acabam sofrendo com ameaças e sérias repercussões.

Então, para aqueles jornalistas que querem divulgar a verdade, seja corrupção no governo ou empresas, a deep web se tornou um lugar seguro. Lá, eles são livres para publicar o que quiserem sem medo de tonar essas informações visíveis.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+