icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 vezes que pessoas levaram a rivalidade longe demais

POR Bruno Dias EM Curiosidades 25/03/19 às 17h49

capa do post 7 vezes que pessoas levaram a rivalidade longe demais

Grande parte das pessoas gosta de uma competição nem que seja uma brincadeira. É claro que queremos que tal competição seja saudável, mas quando ela não é, a rivalidade entre as partes é bem maior e causa até uma fixação maior na disputa. Mas é certo que, às vezes, as pessoas vão a extremos para se vingar dos rivais.

Desde estátuas, cercas ao redor de casas e torres em formatos de pênis foram construídas para humilhar os rivais. E é claro que têm aqueles que partem pra métodos mais radicais como assassinato, envenenamento ou algum enredo esquisito. Mostramos aqui alguns casos extremos de rivalidade.

1 - Torre de 187 metros

Essa torre, que fica na capital do Egito, é considerada um grande dedo do meio do Egito para os EUA. Ela foi construída pelo presidente Gamal Abdel Nasser, depois de uma queda política com o governo dos EUA. A construção foi financiada com subornos que o governo dos EUA pagou para o Egito. E em 1990, a torre foi considerada controversa depois que estudiosos islâmicos a condenaram por ter, supostamente, excitado as mulheres egípcias.

2 - Bush no chão

Em 1991, a Primeira Guerra do Golfo terminou com o Iraque sendo derrotado. Com a vergonha de ter perdido, o então presidente Saddam Hussein decidiu fazer algo que melhorasse sua autoestima. Ele fez um mosaico do presidente Bush no chão do hotel Al-Rashid, no Iraque.

O hotel foi escolhido por ser visitado por turistas estrangeiros. E o mosaico foi colocado na entrada para que não tivesse como os visitantes não pisarem nele.

3 - Comida envenenada

Em 2002, Chen Zhengping, de Tangshan, província de Jiangsu, na China, resolveu se livrar da concorrência de um jeito radical. Ele colocou veneno de rato nos lanches que eram vendidos na concorrência. Com isso, ele matou 38 pessoas e hospitalizou aproximadamente 200 outras.

As principais vítimas foram crianças e soldados que sangraram pela boca depois de comer os lanches envenenados. Chen foi preso e disse que queria apenas deixar as pessoas doentes e não matá-las. E foi condenado à morte por seu crime.

4 - Comentários anti-LGBT

Esse ex-senador dos EUA e republicano aspirante à presidência, Rick Santorum, nunca escondeu o fato de ser homofóbico e até mesmo comparou sexo gay com um homem fazendo sexo com um cachorro. Depois dessa declaração, a comunidade LGBT se viu farta dele e decidiu resignificar o sobrenome do candidato.

O colunista LGBT, Dan Savage, perguntou aos leitores o que Santorum deveria significar. E ficou decidido que se referiria ao resíduo que é ejetado do ânus depois do sexo anal. O colunista criou um site para o novo nome e ele logo se tornou o principal resultado na pesquisa do google.

5 - Dedo do meio

Em 2013, depois de seu divórcio, Alan Markovitz provavelmente ainda não tinha superado a separação de sua mulher, Lea Tuohy. Ele comprou uma casa ao lado da dela e colocou uma estátua de um dedo do meio levantado, de 3,5 metros, virada para a janela da ex-esposa. Além disso, ele também colocou holofotes para ter certeza de que ela veria a estátua. Segundo Markovitz, a estátua era para o namorado da sua mulher com quem ela teve um caso enquanto os dois ainda eram casados.

6 - Assassinato e boato

No dia 12 de novembro de 2012, Cari Farver escreveu para sua mãe, Nancy Raney, contando que tinha terminado com seu namorado e que talvez se internasse em uma clínica psiquiátrica. Na virada do ano 2012 para 2013, ela escreveu em seu Facebook que sua antiga conta tinha sido hackeada e que seu namorado, Dave, tinha pedido ela em casamento.

A mãe de Farver achou estranho e registrou o desaparecimento da filha na polícia. Quatro anos depois, foi descoberto que a mulher estava morta desde 2012. Ela foi morta por sua rival Shanna Golyar, que também era apaixonada em Dave. E as mensagens no Facebook foram todas elaboradas pela mulher para tentar encobrir o crime e ter Dave para ela.

7 - Carros esportivos

Por conta de um briga entre o fundador da Ferrari, Enzo Ferrari, com o fundador da Lamborghini, Ferruccio Lamborghini, na década de 1950, os carros de corrida da Ferrari foram modificados para serem vendidos para uso em estradas públicas.

Ferruccio, que gostava de carros esportivos, comprou uma Ferrari, mas não ficou satisfeito com o interior pobre e com a manutenção que o carro exigia, além de ter uma embreagem não muito confiável. Quando Ferruccio informou à Ferrari sobre o problema, Enzo foi rude com o dono da concorrente. Então Ferruccio decidiu começar a fazer carros esportivos.


Próxima Matéria
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest