• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


8 coincidências históricas que vão te fazer questionar o mundo

POR PH Mota    EM Sem categoria      14/11/16 às 14h23

A vida é repleta de coincidências no dia-a-dia de todo mundo. São fatos que podem fazer as pessoas questionarem tudo ao seu redor, atribuindo os acontecimentos a previsões, religiões, magias ou quaisquer coisas que possam explicar e conectar os fatos semelhantes, que parecem conectados de alguma forma.

Nós até já mostramos aqui algumas vezes em que essa coincidências pareceram previsão do futuro, em episódios da série Os Simpsons. São várias formas que a vida nos apresenta algumas surpresas que parecem impossíveis de se explicar quando se fala de probabilidades, mas ainda assim são casos reais.

Estas coincidências vão te fazer pensar muito sobre o significado dos acontecimentos e sobre a conexão de tudo o que nos cerca, sejam realmente coincidências ou sinais para alguma coisa ainda maior.

1 - Quase uma reencarnação

1

O fundador da Ferrari, Enzo Ferrari, morreu em 14 de agosto de 1988. Dois meses depois, em 15 de outubro do mesmo ano, o jogador de futebol alemão Mesut Özil nasceu. Ao olhar fotografias dos dois, é surpreendente o quanto são parecidos, quase como irmãos gêmeos. Considerando o espaço entre o nascimento de um e a morte do outro, a coincidência fica ainda mais impressionante e curiosa.

2 - Premonição

2

Em 1898, 14 anos antes do naufrágio do Titanic, o escritor de fantasia Morgan Robertson publicou o livro Futilidade. A história falava sobre um navio de nome Titan que acabou afundando. Além da incrível coincidência do nome, os dois navios eram apresentados como incapaz de afundar por seus criadores, tinham características técnicas semelhantes, colidiram como icebergs no Atlântico Norte e não carregavam o número apropriado de botes salva-vidas. As coincidências eram tantas que após o acidente real com o Titanic, o livro mudou de nome para Futilidade, ou O Naufrágio de Titan.

3 - Separados por séculos

3

O famoso compositor clássico George Handel nasceu na Alemanha mas viveu boa parte da vida em Londres, mais precisamente no número 25, na Brook Street. Vários anos mais tarde, o guitarrista Jimi Hendrix viveu quase no mesmo local, no número 23 da Brook Street. Separados por alguns séculos, os dois foram incríveis músicas com uma importante influência no desenvolvimento musical do período em que viveram.

4 - Tragédia na Represa Hoover

4

Durante a construção da Represa Hoover, no rio Colorado, entre os estados de Nevada e Arizona, nos Estados Unidos, George Tierney foi a primeira pessoa a morrer. Um acidente durante o trabalho, em 20 de dezembro de 1922 acabou matando o homem. Anos mais tarde, também no dia 20 de dezembro, seu filho Patrick Tierney foi a última a pessoa morrer nas obras de construção da represa. Está aí uma família que realmente deu a vida pela trabalho.

5 - Encontro de carros

5

Em 1895, no estado de Ohio, nos Estados Unidos, dois carros sofreram uma colisão. Poderia ser só mais um acidente normal, não fosse o peculiar fato que, naquela época, a produção de veículos estava apenas dando os seus primeiros passos e esses eram os únicos dois carros de todo o estado. Infelizmente, os acidentes de trânsito não eram registrados na época e não há muitas informações documentais sobre o caso em registros oficiais.

6 - Destino dos presidentes

6

Existem diversas coincidências nas biografias dos presidentes americanos Abraham Lincoln e John Kennedy. Os dois foram assassinados numa sexta-feira, com tiros na parte de trás da cabeça nas vésperas de uma celebração nacional. Os dois presidentes estavam acompanhado das esposas e deixaram quatro filhos, além de ambos terem um amigo de nome Billy Graham. Na sucessão dos dois presidentes, também houverem candidatos de nome Johnson, sulistas e democratas.

7 - Máquina do tempo de Allan Poe

7

A Narrativa de Arthur Gordon Pym é o único livro do gênero romance do escritor Edgar Allan Poe. Nele, nós conhecemos a história de quatro marinheiros que sobrevivem ao naufrágio de seu navio e são obrigados a comer um aprendiz do navio de nome Richard Parker. O autor dizia que a história era baseada em fatos reais, ainda que não houvesse nenhum caso documentado de histórias semelhantes. No entanto, 46 anos depois da publicação do livro, membros da tripulação de um navio naufragado revelaram que, para sobreviver, precisaram comer um aprendiz chamado Richard Parker. Na época, a história motivou teorias que apontavam que Allan Poe possuía uma máquina do tempo.

8 - Anthony Hopkins e o livro

8

Para estudar para um papel no filme A Garota de Petrovka, Anthony Hopkins estava em busca do livro de mesmo nome escrito por George Feifer. O livro, no entanto, não era encontrado em nenhuma loja. Acidentalmente, Hopkins encontrou uma cópia abandonada no metrô e conseguiu ler. Mais tarde, quando o autor e o escritor se encontraram, Feifer revelou que nem ele tinha cópias do livro, pois a última delas foi emprestada para um amigo que perdeu o livro no metrô.

Difícil de acreditar que tantas coincidências podem mover as situações, sem nenhum motivo aparente, não é mesmo? Qual delas você achou mais incrível? Deixe a sua opinião nos comentários e aproveite para discutir o assunto com seus amigos.

Próxima Matéria
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+