icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


8 coisas simples para manter seu cérebro sempre forte

POR Natália Pereira EM Curiosidades 28/06/18 às 15h39

capa do post 8 coisas simples para manter seu cérebro sempre forte

Alguém já te falou sobre a importância de exercitar o seu cérebro? A verdade é que a maioria das pessoas fica tão concentrada nós músculos que são visíveis e na forma que eles ganham que acabam esquecendo do órgão mais importante que temos: o cérebro. E, assim como qualquer outra parte de nós, ele precisa sim de atenção, caso contrário vai acabar não funcionando tão bem como gostaríamos e até tendo problemas no futuro.

A questão é: Como podemos exercitar algo que está dentro de nós e que não é realmente um músculo como o que estamos acostumado a treinar? Bom, na verdade, fazer isso pode não ser tão difícil como as pessoas te fazem acreditar que seria. O fato é que existem exercícios simples e práticos que podem te ajudar nesse aspecto. Além disso, eles servem para pessoas de qualquer faixa etária e com certeza vão ajudar o seu cérebro a se manter ativo. Então porque não experimentar, não é mesmo?

1 - Use sua mão não dominante

Você é destro ou canhoto? Independente da sua resposta para isso, tudo o que queremos é que você passe a fazer algumas coisas no seu dia-a-dia usando a sua mão não dominante. Mas o que isso significa? Por exemplo, se você escreve com a mão direita, tente fazer o mesmo com a esquerda. Você também pode fazer outras coisas com ela como pegar um copo ou arrumar algo.

Fazer isso diariamente vai ajudar a parte não ativa do seu cérebro a expandir o seu córtex. Afinal, eles são responsáveis pelo processo de informações relacionados ao seu tato e, por isso, devem se manter ativas.

2 - Faça algumas coisas com os olhos fechados

Você já reparou como acabamos fazendo a maioria das nossas tarefas diárias no piloto automático? Uma prova disso é o fato de você provavelmente não saber descrever com certeza coisas que você faz ou vê todos os dias. Por exemplo, quantos paços você dá para ir do seu quarto até o banheiro? Ou mesmo, quantos copos ou pratos tem no armário da sua cozinha? Não saber responder essas perguntas simples mostra o quanto vivemos de forma distraída.

E, para resolver um pouco esse problema, indicamos que você faça algumas atividades, como tomar banho ou ir de um cômodo para o outro, de olhos fechados. Isso faz com que você vivencie mais as pequenas ações ao invés de se distrair com as coisas a sua volta. Além disso, quando você toca em algum objeto dessa forma, o sinal acaba sendo enviado para o seu cérebro e melhor processado.

3 - Mude a ordem das suas atividades

Apesar de nem todos manterem um cronograma detalhado e escrito das suas atividades diárias, nós meio que fazemos isso de forma inconsciente em nossas mentes. O problema é que essa rotina acaba acomodando o nosso cérebro. Ele gosta de novidades e é isso que o faz se manter ativo. Por isso, é recomendado que faça algo para mantê-lo ativo. Você não precisa, necessariamente, criar novos hábitos. Basta que alterne suas atividades cotidianas um pouco.

Por exemplo, se você costuma tomar banho antes de tomar o café da manhã, que tal fazer o contrário dessa vez? Você também pode alternar o programa que assiste quando chega em casa ou mesmo a rota que faz para o trabalho, que tal?

4 - Veja as coisas de um ângulo diferente

Você sabia que quando uma imagem chega até os nossos olhos ela é refletida de cabeça para baixo e é o nosso cérebro que a orienta para a forma que imaginamos ver? Pode parecer confuso mas é desse fato que tiramos o nosso próximo tópico. E aqui a intenção é fazer com que você mude a orientação de alguns objetos no seu dia a dia, ou passe a ver as coisas de outro ângulo. Por exemplo, já deitou com a cabeça na beirada da cama e olhou para as coisas a sua volta? É como se tudo estivesse caindo e isso faz com que seu cérebro fique em alerta.

Colocar objetos como um porta retrato de cabeça para baixo também pode ajudar nesse aspecto. Isso porque, ao ver algo "fora de ordem", o seu cérebro acaba se concentrando nela para interpretar o que está sendo mostrado. Isso também vai colocá-lo em alerta e mantê-lo ativo.

5 - Leia as moedas

Pode parecer estranho dizendo dessa forma mas queremos que você leia as suas moedas. Você já parou para pensar na forma como os cegos leem ou enxergam as coisas. Eles precisam, por meio do tato, conseguir fazer com que o seu cérebro processe aquilo que está passando pelos seus dedos. E, dessa forma, conseguem ler em braille. Agora, queremos que você faça um processo similar a esse e instigue o seu cérebro a identificar algo, nesse caso as moedas.

Para isso, coloque algumas moedas diferentes dentro de um pote e tente identificá-las sem olhar para elas. Uma boa dica é colocá-las dentro do seu carro e, quando parar em algum sinal vermelho, pegue uma delas aleatoriamente e tente descobrir qual é o seu valor apenas sentindo-a.

6 - Coma coisas diferente

Acabamos nos tornando tão acomodados com o tempo que, ao ir em um restaurante, é normal que sempre escolhamos as coisas com as quais estamos familiarizados. O fato é que isso pode não ser muito bom para o nosso cérebro. Ele precisa estar sempre em contato com coisas novas e, para isso, você pode colocar algumas coisas novas no seu prato, que tal? Caso não queira fazer algo muito drástico, pode pelo menos trocar um item escolhido por dia. Isso vai ser uma boa experiência para você e para o seu cérebro.

O motivo para isso é que, quando nos deparamos com um alimento novo, diversos sentidos nossos acabam sendo aguçados, indo desde o paladar ao olfato. Isso faz com que nosso cérebro ative os seus receptores. Além de proporcionar novos sentimentos e sensações.

7 - Leia em voz alta

É claro que isso nem sempre é possível mas, ainda assim, você pode tentar fazer isso quando estiver sozinho em casa por um tempo. O fato dessa ação fazer com que o processo de leitura dure mais tempo pode te incomodar, mas vale a pena. Afinal, um experimento mostrou que isso ativa diversas circuitos do seu cérebro simultaneamente. Além disso, ouvir audiobooks acaba provocando o mesmo efeito. Então que tal tentar esse novo hábito? Você vai estar satisfazendo três diferentes áreas do seu cérebro ao fazer isso.

8 - Alimente seu cérebro

Além de fazer essas exercícios cotidianamente para manter o seu cérebro ativo é bom comer coisas que o fortaleçam também. E, acredite, existem ótimos alimentos para isso. Tudo o que você tem que fazer é dar para ele uma boa quantidade de vitaminas e gorduras. Alguns dos alimentos mais indicados para isso são nozes, óleo de coco, açafrão, mirtilos, ovos, brócolis e abacate. Que tal adicionar alguns deles nas suas refeições?

Essas coisas simples podem ajudar consideravelmente no funcionamento do seu cérebro, então porque não fazer pelo menos algumas delas? Afinal, é do seu cérebro que estamos falando e é bom mantê-lo ativo!


Próxima Matéria
avatar Natália Pereira
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest