icone menu


8 curiosidades da Grande Guerra que provavelmente você não sabia

POR PH Mota    EM História      29/05/17 às 18h54
capa do post 8 curiosidades da Grande Guerra que provavelmente você não sabia

De 28 de junho de 1914 até 11 de novembro de 1918, as maiores potências do mundo estavam divididas em dois lados que colocaram o mundo em guerra. O Áustro-Húngaro declarou guerra na Sérvia e o conflito ficou historicamente conhecido como a Primeira Guerra Mundial.

Aproveite para ver como a Primeira Guerra Mundial mudou o mapa mundi.

Agora, cem anos depois do conflito, ainda podemos listar uma série de curiosidades que marcaram o evento que transformou o mundo. Seus efeitos foram determinantes para gerar a Segunda Guerra Mundial e várias divisões políticas e econômicas que vivemos hoje.

Confira 14 imagens chocantes da 1ª Guerra Mundial que foram coloridas.

Nós já mostramos várias coisas determinantes do conflito histórico, como coisas que a guerra mudou na humanidade ou invenções que só surgiram graças a ela.

Agora vamos conferir algumas das curiosidades que provavelmente você ainda não sabia sobre a Primeira Guerra Mundial.

1 - Adolf Hitler era cabo do exército alemão

Antes de liderar a Alemanha na Segunda Guerra Mundial 20 anos mais tarde, Hitler já fazia parte do exército do país.

2 - A Rússia foi o país com o maior número de mortos

Ao todo, foram cerca de 10 milhões de mortos e 20 milhões de feridos em toda a guerra, sendo que 2 milhões de mortos e 5 milhões de feridos eram russos. De todas as baixas registradas oficialmente, 70% foram causadas por disparos de artilharia.

3 - Estima-se que 58 mil soldados britânicos morreram só no primeiro dia da Batalha do Somme

Ao lado da batalha de Verdun, a batalha do Somme foi a maior responsável por mortes dos dois lados do conflito. Ao todo, estima-se que a batalha do Somme tenha registrado 1,2 milhão de baixas, entre mortos, feridos e desaparecidos.

4 - De cada cinco soldados australianos na guerra, apenas um retornou para casa

A taxa de morte entre soldados australianos que lutaram na Primeira Guerra foi extremamente alta. Dentre os sobreviventes, Briton Claude Choules ficou marcado como último veterano combatente do conflito a morrer, em 2011, com 110 anos de idade, cego e quase totalmente surdo.

5 - 90% dos soldados de Áustria-Hungria morreram

Pelo lado do Império Áustro-Húngaro, foram mobilizados 9 milhões de soldados, dos quais apenas 900 mil chegaram ao fim do conflito com vida.

6 - 296 soldados norte-americanos se suicidaram durante a guerra

A rotina dos soldados nas trincheiras durante a Primeira Guerra Mundial era extremamente complicada. Por conta da presença nas trincheiras e da dificuldade de se ter conforto por dias, semanas ou meses, muitos soldados não conseguiam lidar e acabavam desistindo da vida.

7 - O gás mostarda foi a primeira arma química utilizada numa guerra

O terror das trincheiras na Primeira Guerra Mundial era o gás mostarda. Ele recebia esse nome por sua cor amarela e seu odor. Por ser mais pesado que o ar, o gás mostarda revelou-se particularmente eficaz como uma armadilha para valas e foi responsável pela Convenção de Genebra de 1928. Quando inalado, o gás faz com que os pulmões encham de líquidos, afogando a vítima em seus próprios fluídos.

8 - A maior tragédia ferroviária da Europa ocorreu durante a Primeira Guerra

Em 1917, a França viu acontecer uma tragédia que marcou o país e a Europa. Um trem de 350m de comprimento sofreu uma falha nos freios e acabou provocando um incêndio. O fogo matou mais de 700 pessoas à bordo.

O que achou das curiosidades? De qual você mais gostou? Conte para a gente nos comentários!


Ei Fatos, não deixe de conferir:

A câmera das meninas desaparecidas revela fotos arrepiantes e sem explicação

Próxima Matéria
avatar PH Mota
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+