icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


8 doenças terríveis que você não desejaria nem para seu pior inimigo

POR Natália Pereira EM Ciência e Tecnologia 19/02/18 às 16h56

capa do post 8 doenças terríveis que você não desejaria nem para seu pior inimigo

Infelizmente as doenças são algo comum na vida das pessoas. Algumas mais simples como a gripe acabam atingindo a todos nós em algum momento de nossas vidas. Apesar disso, algumas piores e realmente perigosas por aí acabam sendo ainda mais perturbadoras e esperamos que fiquem bem longe de nós. Ninguém quer ficar doente, isso é um fato. Afinal, você não quer ficar debilitado e sentindo dor.

Você já deve ter se deparado com situações bem desconfortáveis por conta de alguma doença comum e "normal". Agora, se esses problemas considerados simples e normais já são desconfortáveis imagina aqueles mais desconhecidos. São em momentos como esses, quando nos deparamos com doenças assim, que começamos a refletir mais sobre nosso próprio estado. Doenças como as que trataremos a seguir você não vai querer desejar para ninguém, nem mesmo para o seu pior inimigo.

1 - Neuralgia do trigêmeo

A maioria das pessoas provavelmente nunca chegou a ouvir falar dessa doenças, muito menos se deparar com ela. Se você é um desses então agradeça porque a dor proporcionada por ela é tão grande que ela ficou conhecida como a "doença do suicídio". O problema se encontra no quinto nervo craniano e possuí dois tipos. O primeiro deles, e mais doloroso, acontece em fases. Ela provoca uma dor inimaginável em seu rosto durante episódios de até dois minutos. Eles podem se repetir consecutivamente durante até 2 horas.

Enquanto isso, o segundo tipo é um pouco menos doloroso do que o primeiro. Apesar disso a sua durabilidade é muito maior. Ele acontece de forma constante, e não em episódios como o anterior. Dessa vez o paciente sente uma sensação de queimação ou choque elétrico que pode durar anos. Essa é uma das dores mais fortes que o corpo humano é capaz de suportar e analgésicos como a morfina comum ou drogas anticonvulsivas não tem efeito sobre ele, ou as perde com o tempo.

Apesar de alguns procedimentos cirúrgicos terem mostrado progresso com a doença eles geralmente apresentam apenas uma solução temporária.

2 - Febre hemorrágica de Marburg

Essa doença é extremamente rara e apesar de ter sido noticiada pela primeira vez em 1967 existem apenas uns mil casos classificados até hoje. A sua formação é similar ao conhecido vírus de Ebola e acabou se dissipando depois que macacos importados da África foram usados em pesquisas contra poliomielite e espalharam a doença em alguns laboratórios na Alemanha e na Iugoslávia.

Ainda se sabe pouco a seu respeito mas acredita-se que seu principal hospedeiro e transmissor seja o morcego frugívoro africano. A forma como ele se espalha pelos seres humanos ainda é desconhecida e o diagnóstico é complicado já que suas características são similares a da malária. Ele pode ser mais comumente encontrado na África Central e seus casos mais extremos podem resultar em sangramentos na boca e no reto.

3 - Cancrum oris

Conhecida também como Cancro oral ou noma, essa doença infecciosa ataca o tecido do rosto de suas vítimas. A taxa de mortalidade da doença é extremamente alta, com 80%, e tem como principal alvo as crianças menores de seis anos nas regiões pobres da África. Ela chega a atingir 100 mil crianças todos os anos e aquelas que sobrevivem acabam ficando com o rosto desfigurado. Ela faz com que os anticorpos do seu corpo se virem contra a própria vítima e ataquem o tecido mole das bochechas, da boca e do nariz.

Sua disseminação começou por volta de 100 anos atrás e esteve presente por um curto período na Europa e na América do norte. Seus efeitos nocivos são rápidos e fazem com que a pessoa fique desfigurada e incapaz de se comunicar ou comer normalmente em pouco tempo. Ela também foi bastante presente nos campos de concentração nazistas e apesar de existirem antibióticos que param a propagação das feridas eles nem sempre funcionam. Além disso são muito caros e quase sempre ineficientes.

4 - Capsulite adesiva

O fator de origem desse problema ainda é desconhecido mas existem algumas suspeitas a respeito. Acredita-se que doenças como a diabetes, lesões ou até mesmo cirurgias na região do ombro possam proporcionar o risco de desenvolvê-la. Ela é conhecida também como "Ombro congelado" devida a região atingida por ela. A pessoa que carrega esse problema desenvolve uma enorme dor na região do ombro que torna quase impossível toda a movimentação do braço. Isso acarreta outros problemas como dificuldade em dormir, depressão e ansiedade.

Ela chega a afetar cerca de 2% da população em algum momento de suas vidas, sendo mais comum que os demais. Além disso, um tratamento é possível através de medicação e reabilitação física, apesar de poder durar anos até que ela melhore realmente. Por volta de 2 anos.

5 - Síndrome complexa de dor regional

Até o momento as suas causas são apenas suposições e já passaram por mudanças. Ainda sim ela é considerada uma das doenças raras mais dolorosas de todo o mundo e provoca uma dor extrema de queimação, alteração nos ossos e na pele. Além de uma altíssima sensibilidade ao toque. Atualmente as teorias afirmam que ela é formada por um trauma nas extremidades.

A doença não tem cura até o momento mas uma tentativa arriscada foi feita em 2003 e mostrou certo resultado. Uma garota de 14 anos foi induzida ao como e trazida de volta para que suas conexões se "reiniciassem". O procedimento envolve sérios riscos.

6 - Urticária aquagênica

Você já imaginou viver sem água? Nós estamos constantemente em contato com ela, seja para nos lavarmos ou para bebermos. Agora, imagine não poder entrar em contato com ela. A Urticária aquagênica é basicamente como uma "alergia" a água. A pessoa que possuí esse problema pode ter erupções cutâneas extremamente dolorosas nas regiões da pele que entrarem em contato com a água. Depois de mais ou menos uma hora a pessoa começa a apresentar manchas avermelhadas e alguns relevos na pele, conhecidos como pápulas.

Não se sabe como a doença é transmitida e se ela teria um componente genético. Apensar dessa suposição os casos apresentados se encontram em famílias separadas e em apenas alguns dos parentes. Ela é extremamente rara e só existem cerca de 100 casos noticiados.

7 - Diarreia de Brainerd

Desta vez, o nome da doença já diz muito a seu respeito. Ela se trata de um caso agudo de diarreia e foi classificado pela primeira vez depois de um surto em Brainerd, em Minnesota. Apesar de não se saber ao certo, acreditasse que ela pode ser contraída através de água contaminada ou leite não pasteurizado. A maioria dos casos foi encontrada nos Estados Unidos e seus pacientes podem chegar a ter de 10  a 20 episódios de diarreia em um único dia. Ela pode durar meses ou até anos diretos, sem intervalos. Tendo um tempo prolongado devida a sua resistência aos tratamentos antimicrobianos.

Relatos afirmam que o Imodium possa trazer um certo alívio para o doente porém as doses para que isso aconteça são extremamente altas.

8 - Maldição de Ondine

Respirar é um ato inconsciente do nosso cérebro, certo? Bom, nem sempre. Conhecida também como "hipoventilação alveolar primária" aqueles que possuem a doença simplesmente não respiram dessa forma. Eles não tem uma função do sistema nervoso responsável por regular a respiração. Por esse motivo é preciso se lembrar de respirar a todo instante, porque isso não acontece naturalmente. Na hora de dormir é preciso que se use aparelhos de respiração artificial para desempenhar o papel. Quando chegam a idade adulta as máscaras de dormir de tratamentos para a apneia do sono podem ser de grande ajuda.

Alguns acreditam que ela esteja relacionada a genética. Porém, alguns casos já foram apresentados depois da vida adulta, decorrentes de cirurgias ou traumas.

Ninguém quer estar no lugar dessas pessoas e ter que aguentar tudo isso, não é? Esse é o tipo de coisa que não esperamos para ninguém, nem mesmo para aqueles de quem não gostamos. Já conheciam essas doenças? Comenta aí embaixo!


Próxima Matéria
avatar Natália Pereira
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest