icone menu logo logo-fatos-historicos.png


8 escândalos sexuais que chocaram a Europa medieval

POR PH Mota EM História 05/01/17 às 15h40

capa do post 8 escândalos sexuais que chocaram a Europa medieval

Dentre vários hábitos comuns na cultura da Europa da Idade Média estava o conservadorismo sexual, pelo menos na teoria. Apesar disso, nem mesmo as famílias reais e igrejas estavam livres das polêmica envolvendo o assunto.

Famílias que se envolveram em casos de incesto secretos ou relacionamentos homossexuais escondidos, ou mesmo membros do clero e de instituições religiosas que mantinham casos amorosos e sexuais mesmo que fosse contra as leis que deveriam respeitar.

Aqui estão alguns dos casos mais polêmicos que chocaram países da Europa durante a Idade Média pelo envolvimento de membros da realeza ou da igreja.

1 - Abelardo e Heloísa

No começo do século 12, Pedro Abelardo era um famoso filósofo na Europa que chocou a população quando começou a se relacionar com uma de suas estudantes, Heloísa de Argenteuil. Heloísa era sobrinha de Fulbert, um clérigo da Catedral de Notre Dame que ficou furioso quando descobriu a a verdade. Fulbert exigiu que os dois se casassem e eles o fizeram, mesmo que contra a vontade. O casamento se manteve em segredo, até que a mulher teve um filho e seu tio decidiu revelar a farsa publicamente, mas Heloísa negou tudo. Para manter segura, Abelardo a enviou para o convento de Argenteuil. Para se vingar, Fulbert ordenou que um grupo atacasse Abelardo durante seu sono e o castrasse. Depois do ataque, ele se tornou monge e continuou a se comunicar com sua amada.

2 - Katherina Hetzeldorfer

No fim do século 15, um jovem se mudou para a cidade de Speyer, na Alemanha, e desenvolveu uma reputação marginal de conquistar mulheres e atacá-las nas ruas durante festivais. Ninguém se importava muito com a situação até que, em 1477, foi revelado que o jovem na verdade era uma mulher chamada Katherina Hetzeldorfer. De acordo com os registros do julgamento, a mulher construiu um pênis falso para si mesma "com um pedaço de couro vermelho na ponta, preenchido com algodão, e um pedaço de madeira colocado dentro dele". No tribunal, todas as mulheres alegaram que fizeram sexo com Katherine sem saber que o órgão não era real. A mulher foi condenada e afogada num rio da cidade e suas vítimas foram exiladas.

3 - Rei Valdemar da Suécia

A Princesa Jutta era filha do Rei Eric IV, da Dinamarca, que viveu sua vida confinada para se tornar uma freira na vida adulta. Ao invés disso, a jovem conseguiu escapar para a Suécia, onde foi recebida pela sua irmã Sophia, casada com o Rei Valdemar. O rei e a jovem começaram a se envolver e chegaram até mesmo a ter um filho juntos, espalhando rumores da união do casal por toda a Suécia. Em razão da traição, Valdemar chegou a fazer uma peregrinação até Roma, onde pediu perdão para o papa, que aplicou uma multa ao governante.

4 - Freiras de Littlemore

Em 1517, um bispo local decidiu inspecionar o Priorado de Littlemore, me Oxfordhisre, na Inglaterra, descobrindo um comportamento sexual de freiras que se tornou um escândalo. As mulheres do convento tinham o hábito de se envolver com jovens garotos, chegando até mesmo a ter filhos. Quando uma delas foi presa pelo ato, três outras quebraram a porta do local, a resgataram e colocaram fogo num cômodo antes de fugir pela janela. O comportamento chegou a um nível tão polêmico que foi ordenado que o convento fosse fechado.

5 - Papa João XII

João 12 foi papa de 955 a 964 e teve uma péssima reputação. De acordo com a Enciclopédia Católica, o papa era um homem grosseiro e imoral que transformou a sede da igreja quase num bordel. Ele foi acusado de perjúrio - mentir perante um juiz num tribunal -, simonia - venda de favores ou bênçãos em troca de dinheiro - e outros crimes. Acredita-se que o papa tenha sido morto após um homem o assassinar por pegá-lo na cama com sua esposa. Leia também a história de outros religiosos que fizeram coisas realmente absurdas.

6 - William, o Conquistador

Antes de ser conhecido como William, o Conquistador, William I da Inglaterra era mais conhecido como William, o Bastardo. Isso porque era filho de um romance adolescente entre o Duque Roberto da Normandia e a filha de um curtidor de couro. Como Roberto nunca teve outros filhos, William se tornou herdeiro legítimo, mesmo que o escândalo continuasse o perseguindo por sua vida. Protestos envolvendo peles e couro de animais aconteceram na região, provocando a fúria do rei, que chegou a ordenar as mãos de vários dos manifestantes fossem arrancadas.

7 - Rei Henrique II, Ricardo Coração de Leão e Princesa Adela

A Princesa Adela da França e Ricardo, filho do Rei Henrique II da Inglaterra, eram prometidos desde a infância e, por isso, a menina passou a morar com os ingleses desde os 9 anos de idade. Quando a menina fez 16 anos, no entanto, Henrique proibiu que os jovens se casassem, gerando o rumor de que ele mesmo estava atraído por Adela. O papa ameaçou excomungar todo o reino de Henrique a menos que ele permitisse o casamento, enquanto o Rei Luís da França exigiu que, caso o casamento não acontecesse, sua filha fosse devolvida. O homem concordou, mas não marcou uma data oficial, adiando o evento. Depois que Henrique morreu, Ricardo se recusou a se casar, alegando que a mulher já havia dado à luz a um filho de seu pai. Para complicar ainda mais as coisas, historiadores sugerem que Ricardo tinha um relacionamento o irmão de Adela, Felipe.

8 - Leonardo da Vinci

No século 15, foram colocadas caixas chamadas de "buracos da verdade" na cidade de Florença. Os cidadãos escreviam acusações anômicas e colocavam nas caixas para que as autoridades investigassem. O maior escândalo aconteceu em 1476, quando várias mensagens acusavam Leonardo da Vinci e outros três nomes notáveis da época de terem um relacionamento sexual com um garoto de 17 anos. Eventualmente as acusações foram deixadas de lado sem causar muito dano à carreira de da Vinci.

Qual dos casos você achou mais polêmico? Conte para a gente nos comentários da matéria!


Próxima Matéria
avatar PH Mota
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest