• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


8 melhores (e piores) versões alternativas dos X-Men

POR Toni Nascimento    EM Fatos Nerd      08/08/18 às 15h15

Os X-Men sempre acalentaram um lugar especial nos corações dos fãs de quadrinhos. A equipe foi destaque de vendas por muitos anos. Além disso, sempre teve muitas séries animadas em exibição e deu muito lucro para a Marvel Comics com produtos licenciados. O Bryan Singer também cuidou muito bem (ou não!) da franquia no cinema. Depois de 6 longas do universo regular e 3 spinoffs do Wolverine, os X-Men estão voltando para casa. A Disney comprou a Fox, e todos os personagens mutantes farão parte do Universo Cinematográfico da Marvel, o MCU. E o que não faltam são figuras interessantes.

Além dos personagens populares, o universo mutante conta com uma galeria muito grande de personas interessantes. Todas prontas para serem exploradas. Como se já não bastasse todas essas figuras, temos também várias versões alternativas para conhecer. Muitas delas são tão boas que se tornam mais interessantes que as originais. Já outras não são tão boas assim, e decepcionam na hora de mostrar o seu poder. Mas o que importa é que as versões alternativas dão liberdade para os quadrinistas criarem histórias sem se preocupar com o cânone ou com a bagagem do personagem. Com isso, é possível criar sem barreiras. Agora, que tal conhecer algumas dessas variações e seus poderes? Listamos 4 versões alternativas iradas no seu nível de força e arco, e outras 4 que são bem fraquinhas.

1 - Irado - Velho Logan

A versão alternativa do Wolverine é tão boa quanto o original. A trama de Velho Logan (Old Man Logan) se passa em um futuro no qual o país é governado pelos vilões. Em algum momento, o vilão Mysterio mexe com a mente do Wolverine e faz ele matar todos os outros X-Men. Depois disso, o Carcaju abandona o uniforme e o apelido de Wolverine e assume o nome, Logan. A história mostra um herói já bem velho, cego de um olho e surdo de um ouvido. Além disso, seu fator de cura já está debilitado e não funciona como antigamente. Apesar dessa versão do herói ter poderes limitados, ela rende boas tramas e histórias riquíssimas. A HQ serviu de base para alguns elementos do filme Logan, de 2017.

2 - Flop - Emmeline Frost

Emmeline Frost (é a Emma Frost mesmo) vive no que pode ser a mais estranha realidade alternativa da nossa lista. A Terra-889 é uma versão radicalmente diferente, do início do século XX da Terra-616. Nessa realidade, os X-Men são chamados de X-Society e atuam como auxiliares da polícia em crimes relacionados aos mutantes. Emmeline é uma telepata, malvada e mimada. No entanto, esta versão de Emma não é tão poderosa (ou tão teimosa) quanto sua contraparte da Terra-616 tradicional. No final do arco, o governo coloca Emmeline em prisão domiciliar e ela simplesmente aceita sem dar nenhum pio. Ela, sem dúvida nenhuma, é uma versão alternativa ruim.

3 - Irado - Noturno na Era do Apocalipse

O Noturno da HQ A Era do Apocalipse é uma das versões alternativas mais iradas dessa lista. A história mudou completamente a personalidade do herói. O adorável  e devoto personagem do universo regular dos X-Men aqui se torna um guerreiro sedento por sangue. Isso pode vir do seu relacionamento com a mãe, Mistica, que é mais forte do que nas histórias originais nesta versão. Noturno continua se teletransportando, porém aumenta o seu poder de combate e também passa a lutar com espadas. E acredite, ele não tem escrúpulos, e luta para valer.

4 - Flop - Vampira do século XVII

Em 1602, uma versão do século XVII da Vampira descobre que seus poderes de absorção são inúteis contra a vilã Encantor, que usa magia para possuir o Homo Superior. Esta versão da Vampira não tem muito tempo para demonstrar seus poderes. Vemos pouco, e o que vemos não é promissor. Sem um professor, os poderes de Vampira são completamente indomáveis. O fato de que a Encantor foi capaz de possuí-la (e, finalmente, matá-la) mostra tão facilmente quão fraca era essa versão da heroína.

5 - Irado - Homem Múltiplo Ultimate

Jamie Madrox, também conhecido como o Homem Múltiplo, pode criar duplicados seus, ou seja, réplicas de si mesmo. Isso é no universo regular, a Terra-616. É um truque legal. Embora útil, os poderes do Homem Múltiplo não estão nem perto do nível Omega. Na maioria das histórias, seus poderes oferecem entretenimento superficial e só.

A versão final do personagem está em uma história completamente diferente. Como muitos do universo Ultimate Marvel, essa história é muito mais sombria. Em tenra idade, a Irmandade dos Mutantes fez uma lavagem cerebral no Madrox e o forçou a se tornar seu gerador de exército. Em um ponto, Jamie cria mais de dez mil duplicados para vencer alguns dos maiores integrantes dos X-Men.

6 - Flop - Fera Mutante X

O Fera da série Mutante X é uma versão alternativa bem fraca. Nessa realidade, depois de experiências perigosas, ele tem sua inteligencia reduzida drasticamente. Esses mesmos experimentos lhe dão escamas verdes, branquias, barbatanas, etc. Porém nada disso serve no campo de batalha se a inteligência do personagem não vem junto. O Besta azul, como conhecemos, ganha não por causa da sua cor, mas sim por causa da sua inteligência.

7 - Irado - Gambit/New Sun

A maioria dos fãs de X-Men provavelmente resumiria o Gambit em poucas palavras: engraçado, atraente e bom com cartas de baralho. Em termos de poderes, sua capacidade de controlar objetos com energia cinética é intermediária quando comparada a outros X-Men. Como o Homem Múltiplo, Gambit é mais espirituoso do que, propriamente, poderoso.

Claro, isso não significa que o personagem é sempre assim. Em realidades alternativas, Gambit tem variações. A mais notável foi Gambit na versão New Sun, na Terra-9921. Desde criança, os cientistas ensinaram para Gambit como desbloquear o potencial máximo do seu poder mutante. Quando ficou mais velho, o New Sun pôde manipular a energia cinética em um nível molecular, permitindo-lhe abrir portais interdimensionais. Foi ele quem derrotou a versão da Fênix nessa realidade.

8 - Flop - Jean Gray X-Men: The End

X-Men: The End detalha os eventos que levaram ao fim dos X-Men. Desde que a série terminou, em 2004, podemos supor com segurança que ela prevê um futuro alternativo. A razão número um é a Jean Grey. Como em muitos arcos dos X-Men, Jean Grey é a força motriz de X-Men: The End. Depois de ressuscitar usando a Força Fênix, Jean demonstra completo controle sobre a entidade cósmica. Ao contrário do universo regular, esta versão de Jean adora usar seus poderes e mergulha em estudos celestes.

E você, o que acha dessas versões alternativas? Conhece outras? Comenta aqui com a gente e compartilha essa lista nas suas redes sociais. E para você que está curioso para ver o que o MCU irá fazer com os X-Men, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   CBR  
Imagens GH CBR CN
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+