• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


8 mudanças nos vilões da Marvel que não dá pra defender

POR Hanier Maciel    EM Fatos Nerd      22/02/18 às 18h14

A falta de vilões realmente convincentes é um dos maiores problemas do Universo Cinematográfico da Marvel (UCM). Embora conte com um catálogo gigantesco de antagonistas nos quadrinhos, a produtora tem dificuldade em conseguir adaptar um contraponto realmente decente. Não é que só tenha vilões ruins no UCM, mas são tantos potenciaisdesperdiçados que fica complicado defender.

Parte do problema vem com algumas mudanças em relação as suas características e personalidades originais. Loki e Killgrave, por exemplo, são queridos pelo público, mas estão longe das suas versões dos quadrinhos. As vezes as mudanças fazem até bem, como o Coringa de Heath Ledger, que é mais inteligente e sádico do que suas versões desenhadas. Mas ao contrário do caso, a Marvel comete muitos pecados no quesito e a Fatos Nerd fez uma lista com mudanças nos vilões da Marvel que não dá pra defender, confira:

1 - Mandarim - Homem de Ferro 3

A adaptação de Mandarim no terceiro filme solo do Homem de Ferro era uma das coisas mais esperadas pelos fãs. O personagem é um dos principais inimigos do herói nos quadrinhos, atazanando sua vida desde os anos 60. Diferente da sua versão original, que é bem malvada e meticulosa, a do filme não passa de uma tentativa de alívio cômico e um plot twist que ninguém pediu. O Mandarim foi tão distorcido que, de longe, se tornou a pior coisa da trilogia de Tony Stark.

2 - Surtur -  Thor: Ragnarok

O Surtur dos quadrinhos é um gigante de fogo que vive no plano extra dimensional da terra dos demônios de Muspelheim. Em Thor: Ragnarok ele foi retratado de forma fiel, em sua origem e caracterização, mas foi usado apenas como alívio cômico no filme. O vilão acabou facilmente derrotado por Thor logo no inicio do filme. No fim, ele só é revivido para derrotar Hela e destruir Asgard.

3 - Ultron - Vingadores: A Era de Ultron

O Ultron original é um vilão absolutamente aterrorizante. O conceito de máquina que se rebela contra os seus criadores é muito batido, portanto é preciso um pouco mais de cuidado e desenvolvimento para não virar um "novo" Exterminador do Futuro. No segundo filme dos Vingadores ele foi adaptado exatamente assim, de forma bem genérica. O Ultron do longa não chega nem aos pés da sua versão dos quadrinhos, sendo ingênuo e prepotente, facilmente derrotado pelos heróis.

4 - Ronan, o Acusador - Guardiões da Galáxia

Você consegue lembrar de algo relevante que o Ronan fez no primeiro filme dos Guardiões da Galáxia? Pois é, o ponto é justamente esse. O personagem foi porcamente desenvolvido, com vários desvios de personalidade e para piorar nem teve carisma o suficiente para fazer parte da galeria de "vilões engraçadinhos" do UCM. Tudo que ele faz no filme é questionável, até mesmo sua derrota que acontece sem cerimônia alguma.

5 - Malekith - Thor: O Mundo Sombrio

Malekith dos quadrinhos é líder dos elfos negros, com superforça, resistência e uma grande esperteza. No UCM ele não passa de um monstro sem personalidade alguma, perdendo toda a sua inteligência, uma das principais características do personagem. Para piorar, ele também faz parte daqueles vilões que não combinam com o tom cômico tão querido pela Marvel, algo que foi forçado no Malekith de Thor: O Mundo Sombrio. Um desperdício do talento de Christopher Eccleston, que deu vida ao antagonista.

6 - Dormammu - Doutor Estranho

O filme do Doutor Estranho teve um probleminha relativo ao desenvolvimento apressado dos seus personagens. Dormammu foi uma vítimas. Originalmente, ele é um ser místico que governa a dimensão negra, que fica lá nas profundezas de toda e existência. Ou seja, ele é poderosíssimo. Porém, no filme, um recém treinado Doutor Estranho consegue derrotá-lo com tanta facilidade que ele parece ser só mais um personagem descartável, como um minion. Suas capacidades foram banalizadas e ele foi preso por Strange num loop infinito. Tem alguma lógica? Pelo menos rendeu alguns memes.

7 - Hela - Thor: Ragnarok

Ok, a Hela de Thor: Ragnarok não é ruim. Interpretada pela sempre competente Cate Blanchett, a personagem, originalmente é filha de Loki e não de Odin. Ela também é Deusa da Morte, mas no filme fica presa no inferno por muito tempo. A versão cinematográfica não apresenta a magnitude divina tão característica da personagem nos quadrinhos. São pontos que, se concertados, poderiam fazer dela uma das maiores figuras antagônicas do UCM. Uma pena!

8 - Caveira Vermelha - Capitão América: O Primeiro Vingador

Apesar de não ter sido adaptado fielmente, Caveira Vermelha ainda pode ser considerado um dos melhores vilões do UCM até agora (o que não significa muita coisa). Sua versão dos quadrinhos é a personificação do mal puro. Ele é tão desprezível que causa repulsa. No primeiro filme de Steve Rogers ele não é retratado como nos quadrinhos, mas acabou ficando um pouco aquém do seu potencial. Felizmente, sabemos que o personagem tem grandes chances de retornar. E ele precisa muito se redimir!

Gostou da lista? Comenta com a gente!

Próxima Matéria
Via   CBR  
Imagens PB AF AL CC CN LDH TB FD AP JN
Hanier Maciel
Um jornalista pseudo-cinéfilo com mil filmes preferidos, fã incondicional de Friends e quase sempre de mau humor!
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+