icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


8 novas guerras atuais que estão mudando o mundo e você ainda não percebeu

POR Magno Oliver    EM Ciência e Tecnologia      24/08/15 às 17h09
capa do post 8 novas guerras atuais que estão mudando o mundo e você ainda não percebeu

Estamos enfrentando uma nova era de guerras e confrontos que talvez você não tenha percebido. Esqueça a tensão no habitat dos palestinos e israelenses, Rússia x Ucrânia, Cuba X EUA e até mesmo o climão complicado entre as Coréias.

As armas desse novo cenário de guerra não são rifles, tanques e soldados espalhados ou com aeronaves prontas para emitirem bombas. Não, muito menos o foco dessa guerra é o poder ou dinheiro.

O objetivo dela é mais específico, apesar de não ser também por estes dois motivos, e ainda mais claro: você. Sim! Você é o novo motivo para estas 7 novas guerras. Com o advento das novas tecnologias digitais e a era da conectividade remota, novas possibilidades de serviços surgiram e estão deixando serviços tradicionais de "cabelo em pé" e ameaçados de perderem seus antigos e conquistarem novos clientes.

Segundo um relatório da Digital Vortex: How Digital Disruption is Redefining Industries, apresentado pelo DBT Center (Global Center for Digital Business Transformation), cerca de 40% das atuais empresas de 12 setores do mercado vão atingir o status de extintas dentro dos próximos 5 anos.
O futuro está aí próximo e separamos para você 8 atuais guerras de 2015 que comprovam um novo modelo de confronto? a guerra mundial entre as gerações de negócios:

1 - Taxistas x Uber


Por qual serviço você optaria: Taxistas ou Uber? Esse é um dos novos embates da atualidade. De um lado, o tradicional serviço de transporte pago e do outro o mesmo princípio do táxi só que com uma proposta de conforto, qualidade no atendimento e comodidade por um preço menor que o serviço tradicional. A regulamentação do Uber no Brasil foi além do âmbito jurídico e criou um verdadeiro caos entre as duas categorias pelas cidades de Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. E isso porque o novo serviço oferece qualidade no que se propõe a fazer, carros selecionados e novos que oferecem conectividade aos passageiros, além de guloseimas e músicas à vontade. Ele chegou e causou dor de cabeça entre os taxistas. Em cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, foram registrados casos até de agressão em clientes do Uber por não utilizarem os serviços dos taxistas.

O Uber além de oferecer comodidade, comida e até playlists para ouvir durante o trajeto, garante(segundo a empresa) ao cliente bom tratamento pelos funcionários nos quais até podem ser avaliados. Segundo a empresa, "ou o valor justo cobrado ao final de sua corrida ou seu dinheiro de volta". A categoria dos taxistas alega que o serviço é ilegal e que não possui devido regulamento e fiscalização por parte das autoridades. A novela entre estes dois serviços tem dado o que falar e, pelo que indica até agora, só está na primeira temporada os capítulos. Vamos aguardar para ver no que vai dar.

2 - Emissoras de TV / Locadoras de DVDs x Netflix


E se um serviço novo surgisse com a proposta de trocar o seu pacote de televisão por assinatura que custa uma mensalidade de mais de R$70,00 para ter um enorme catálogo de mais de 2 mil seriados, programas e filmes a um custo de R$ 19,90 por mês, com o primeiro mê de serviço gratuito e o restante dos meses pagando este valor? É isto que está acontecendo entre as emissoras de televisão e o serviço de streamimg Netflix.

Essa perda de clientes para a novidade tem causado muita dor de cabeça para as grandes redes de televisão. Para tentar conter essa baixa, elas investiram em ações para buscar explicações da Netflix sobre o motivo do baixo custo das mensalidades, além de solicitarem às autoridades taxações de impostos sobre o serviço. Uma nova guerra que surgiu e que o motivo principal é um só: conquistar você.

3 - Operadoras de telefonia x WhatsApp


Essa outra guerra está na palma das suas mãos, acontece toda vez que você liga sua rede de dados móveis do celular para se comunicar e talvez nem esteja percebendo. A dor de cabeça em donos de operadoras de telefonia tem incomodado desde que o aplicativo de mensagens instantâneas e gratuitas WhatsApp chegou para as pessoas com o seu pacote de possibilidade de enviar mensagens instantâneas, chamadas de voz e emissão de áudios tudo apenas estando conectado à internet móvel e a um custo bem abaixo de uma ligação ou envio de mensagem de texto.

O aplicativo gratuito e mais popular do mundo tem feito com que muitos clientes de operadoras de telefonia migrassem para o aplicativo instantâneo. E o motivo desta nova guerra tem uma só palavra: você.

4 - Livrarias x Amazon


Outro capítulo dessa nova era de guerra. As livrarias e a Amazon. Novamente a novidade que fez com que um serviço antigo começasse a perder clientes muito mais que o considerado normal. A Amazon surgiu revolucionando o mercado para os leitores oferecendo livros digitais ou físicos por um preço bem abaixo do praticado nas lojas físicas. O questionamento é o mesmo do caso Netflix: como conseguir oferecer o serviço com preços tão baixos?

Associações de livrarias já entraram em contato com o departamento de justiça dos EUA para que investigue a gigante de livros da internet. O serviço surgiu como uma nova proposta para atender a pessoas que preferem livros digitais ou mesmo produtos a um preço considerado justo. O embate surgiu e o objetivo de ambas as parte é só um: conquistar você. E aí, de que lado você fica?

5 - Gravadoras e artistas x Spotify


Outro novo serviço de streaming, só que agora para a plataforma música. É o aplicativo Spotify. A pirataria digital tem andado com os seus dias contados depois do surgimento desse novo serviço. Mesmo oferecido como uma nova opção para ouvir música, o Spotify não agradou a artistas e gravadoras.

O motivo dessa guerra é dado pelo fator da pouca lucratividade do Spotify, que custa uma mensalidade baixa e oferece uma gama enorme de CDs e discos remasterizados, além de lançamentos que antes eram vendidos a um preço acima de R$20,00.

6 - Agências de Turismo x Booking online


Quando a gente vai viajar, não tem nem talvez que a sua preferência é por uma passagem em conta, com o máximo possível de economia em hospedagem e despesas não é mesmo? Mas e para procurar hospedagem, passagem e tudo mais, você procura uma agência de turismo ou buscaria o conforto da internet bem acessível à sua casa e no banquinho em frente ao computador?

Pois é o que o Booking vem oferecendo: informações precisas, práticas e tudo a um clique ou simples toque na tela do seu celular sem ter que ficar gastando com ligação ou se deslocando até uma agência de viagem. Os sites como Hotel Urbano, Booking.com e Decolar.com estão com o intuito de trazer mais comodidade, conforto e serviços melhores para quem deseja viajar e isso tem feito com que as agências de turismo perdessem suas cartelas de clientes. Daí então... pronto, uma nova guerra no âmbito das viagens e turismo também se implantou.

7 - Hotéis x Airbnb


O Airbnb surgiu para ajudar e facilitar a sua vida, mas acabou ganhando foi problema com o bom e velho hotel. A plataforma reúne milhares de opções de quartos ou imóveis para locação em vários países do mundo e te livra da velha burocracia de ligar, mandar e-mail, agendar horário e tudo aquilo que tinha que ser feito pelo serviço de hotel.

O bom da plataforma é que tanto quem quer alugar um imóvel quanto quem desejar alugar uma parte dele saem ganhando. Além de render uma graninha para o proprietário, ele também fica assegurado pelo serviço caso alguma eventualidade seja causada pelos inquilinos, um serviço que os hotéis não oferecem e que tem causado muita dor de cabeça e migração de clientes para a novidade.

8 - Vendedores de DVDs piratas x Netflix


Mais uma da novela Netflix na qual quem sai ganhando entre esse embate é você. Antes, para se assistir ou ter um filme, era preciso baixar o mesmo e arriscar a saúde do computador com downloads demorados e cheios de vírus como são em alguns sites por aí. Ou para fugir disso, a opção era você recorrer ao bom e velho serviço do vendedor de DVDs piratas ali do seu bairro ou perto do seu trabalho para assistir à película que você deseja.

Mas com a chegada do Netflix isso mudou e pode até dar um fim à "profissão" de vendedor de DVDs piratas, pois com R$20,00 mensais você pode ter um arsenal de filmes à sua disposição e sem correr o risco de colocar vírus em seu computador ou ter que sair de casa para encontrar um vendedor de DVDs. A novidade streaming veio para te trazer mais facilidade com algumas mídias, mas, infelizmente, acabou ganhando embates e até tendo que travar guerras com concorrências. E quem ganha com essa nova opção é você.


Próxima Matéria
avatar Magno Oliver
Magno Oliver
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest