icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


8 realidades que quem mora em capital tem que conviver

POR PH Mota    EM Mundo Afora      10/05/16 às 18h33
capa do post 8 realidades que quem mora em capital tem que conviver

Crescer na cidade grande tem seus altos e baixos. Nas capitais do país, a correria e stress do dia-a-dia deixam muitas pessoas malucas. Por outro lado, o avanço e desenvolvimento das cidades permite situações difíceis de se ver no interior.

Andar pelas ruas de um grande centro de seu estado talvez não lhe traga muitas faces conhecidas da vila ou da rua de baixo, mas pode oferecer um passeio que só tem ali. Talvez você precise passar horas num ônibus cheio ao longo do dia, mas no caminho vai aprender muito vendo tanta gente diferente de todas as partes.

Seja pelo bem ou pelo mal, viver numa grande capital traz experiências únicas que a vida no interior não reserva. A gente separou algumas dessas coisas pra você entender como é viver na capital.

Falta de comunicação

Nas capitais, o ritmo de vida mais intenso e, muitas vezes, a falta de segurança, faz com que nossos círculos sociais sejam mais íntimos e reduzidos. Geralmente a gente conhece as pessoas da vizinhança, do trabalho, da escola, da faculdade e aqueles amigos dos seus amigos. A vida no interior, principalmente nas cidades pequenas, permite que todo mundo se conheça e uma caminhada na rua seja repleta de bom dia, boa tarde e boa noite, prática pouco comum nos grandes centros urbanos.

Opções de lazer

É comum que nas capitais a gente consiga encontrar muita variedade de empreendimentos. Não seria diferente no campo do entretenimento. Diferentes restaurantes, bares e baladas estão abertos para movimentar a vida noturna de quem vive nessas cidades.

Stress e correria

Com tanta gente, de tanto lugar, com tanta coisa pra fazer, parece que nas capitais tem sempre alguém atrasado pra um compromisso. Nessa situação, é comum ter que conviver com muito trânsito, transporte público caótico e muita correria. O resultado, quase sempre é muito stress por todos os lados.

Diversidade cultural

Muita gente sai das cidades do interior para tentar a vida nas capitais. Assim, nos grandes centros é possível entrar em contato com gente de variadas de culturas e origens. Além disso, a própria realidade social de grupos mais condensados, gera uma cultura de tribo mais presente do que nas cidades do interior, criando não só um grupo de várias origens, mas também várias posturas diferentes. Vivendo em meio a tantos grupos, a tolerância ao novo e diferente acaba sendo maior.

Poluição

Pra que haja o desenvolvimento da cidade, é necessário um grande impacto no meio ambiente. A quantidade de construções e carros transitando, assim como a concentração de indústrias e o número de pessoas criando lixo acaba deixando suas marcas no cenário. Não se vê nas capitais um rio límpido e disponível para a população como se encontra, com muito mais frequência, nas cidades do interior.

Shopping

Pode parecer normal um passeio no shopping pra quem sempre viveu numa capital, mas o lugar é atração pra muita gente que vive no interior e não tem acesso a ambientes assim com frequência. A possibilidade de um lugar que te permite passear, fazer compras, comer fast-food e até pegar um cineminha chama a atenção de quem saiu das cidades mais afastadas. É claro que muitas cidades do interior já tem seus próprios shopping, mas a realidade é muito mais presente nas capitais do país.

Sem contato com a natureza

Para abrigar e servir gente das mais diversas regiões, é necessário infraestrutura e, para isso, uma certa destruição. Para construir novas sedes de atendimento ao público, novos empreendimentos ou novas moradias, destroem arvores, rios, lagos e outras paisagens naturais. Muita gente que cresce numa capital passa grande parte da vida sem contato com a natureza e até mesmo alguns animais. Em alguns grandes centros, as pessoas não podem nem ver o céu pela combinação da poluição com as grandes construções.

Grandes eventos

Congressos, festivais, shows, apresentações. Por mais que várias cidades do interior sejam consagradas por alguns festivais, dificilmente você encontra uma que reúna várias atrações desse tipo em seu calendário anual. Por outro lado, nas capitais é normal que o ano seja recheado de grandes atrações, sejam focadas no lazer ou na educação. O movimento da cidade cresce na época dos eventos e comércio e hotéis agradecem.

Viver numa capital traz muito aprendizado, contato com o diferente e opções pra se manter ativo o tempo todo. Por outro lado, o contato com o natural e com o simples pode ser reduzido. Seja no campo ou na cidade, os altos e baixos estarão presentes e pode ter certeza que em toda cidade tem muito motivo pra sorrir.


Próxima Matéria
avatar PH Mota
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest