• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


8 vezes em que a natureza prejudicou o ser humano

POR Nelyne Mota    EM Natureza      21/05/19 às 14h54

Amantes da natureza ou não, é fato que ela é essencial para nossa sobrevivência. Exercendo funções básicas como a purificação do ar. Ou ainda através de funções de lazer, oferecendo aventuras e pontos turísticos. A natureza é sem dúvidas parte integrante de nossas existências. Difícil imaginar uma realidade completamente longe dela.

Porém, o que vamos listar aqui é sobre o lado b da natureza. Sobre as vezes em que a mãe natureza pregou peças na existência humana. Oferecendo perigo leve e grave ou até mesmo prejudicando de outras inúmeras formas curiosamente assustadoras os nossos semelhantes. Vamos à lista.

1 - White Snakeroot

Arbusto de pequeno porte com flores brancas, esse vegetal parece inofensivo e bonito. Mas possui uma toxina chamada tremetol que pode causar tremores incontroláveis, vômitos, problemas intestinais, delírios, coma e até mesmo a morte.

O detalhe crucial dessa planta é a forma pela qual ela pode te intoxicar. A contrário de como acontece com a maioria das outras plantas tóxicas para humanos, o snakeroot pode intoxicar humanos sem o contato direto. Há registros de contaminação através do consumo de leite de vacas que comeram o arbusto, por exemplo. Foi o que aconteceu, por volta do ano de 1.800, com milhares de pessoas nas fronteiras americanas.

A descoberta real do quanto o pequeno arbusto podia fazer mal e contaminar pessoas de forma indireta só aconteceu em 1.830. Isso quando a médica Anna Pierce Hobbs soube dos perigos do White Snakeroot através de uma mulher da tribo Shawnee.

2 - Hutchinsonite

Três vezes mais tóxica, a huchinsonita possui tálio, chumbo e arsênio. Além de enxofre que a deixa também com um odor peculiar. Provavelmente, você já ouviu falar de chumbo e arsênico, durante seu período escolar.

Mas o pouco conhecido tálio é considerado o gêmeo maligno do chumbo e frequentemente é encontrado no veneno de ratos. Seus sintomas de envenenamento, incluem perda de cabelo, danos aos nervos periféricos e suspeita-se que ele cause câncer.

3 - Cobra Boomslang

De beleza incomum, a boomslang é uma cobra nativa da África Subsaariana. Animal comumente pacífico e que não ataca seres humanos. Porém, o veneno é uma hemotoxina que destrói as células do sangue, causa danos aos órgãos e impede a coagulação. Ou seja, caso aconteça o ataque dessa cobra contra um ser humano, ele pode ter sangramentos internos e externos até a morte.

Além disso, o veneno tem uma ação lenta e os sintomas só se manifestam muito tempo depois do seu contato com a corrente sanguínea.

4 - A planta de óleo de mamona

Apesar de ser comum encontrá-la em jardins de todo o mundo, a mamona possui em suas sementes, uma substância química chamada ricina. O contato com essa substância pode produzir sintomas como náuseas, dificuldades respiratórias, edema pulmonar, pele azulada, diarreia sanguinolenta, falência de órgãos, pressão arterial baixa e eventualmente, pode levar à morte.

O curioso é que, apesar da popularidade, a planta faz parte do Guinness World Records como uma das plantas mais venenosa do mundo. E vale lembrar que não há antídoto contra o veneno da mamona, além de intervenção médica e de uma boa dose de sorte.

5 - Amianto

Ao contrário da maioria das outras substâncias nocivas do mundo natural, os danos do amianto aos humanos não são causados por toxicidade ou envenenamento. A questão é que quando o amianto é manipulado, fragmentos fibrosos de sílica são liberados e podem se alojar nos pulmões de quem quer que esteja por perto. Causando danos físicos e mecânicos.

E o contato desses fragmentos com os pulmões, causam danos que podem levar ao desenvolvimento de câncer.

6 - Aranha Errante Brasileira

Considerado o aracnídeo mais venenoso do mundo, é membro do gênero phoneutria, que vem do grego "assassinato". De comportamento agressivo, quando se sente ameaçado o animal levanta-se sobre as patas traseiras. Curiosamente, esse tipo de aranha não constrói teias. Por isso, o termo "errante" em seu nome.

O animal possui ainda tendência a peregrinações noturnas. E durante o dia, se esconde em lugares silenciosos e escuros. A picada da aranha errante brasileira causa sintomas como queimação severa no local, seguida de taquicardia, sudorese, hipotermia, cólicas abdominais, vertigem, convulsões e visão turva.

7 - Cogumelo Touca da Morte

Integrante do reino dos fungos, mas comumente confundido com vegetal. O cogumelo touca da morte é encontrado em toda a Europa e é facilmente confundido com os cogumelos comestíveis. Ele é o responsável pela maioria das mortes humanas envolvendo intoxicação por cogumelos. Vale ressaltar que o pequeno fungo possui um gosto agradável, ao contrário da maioria das outras plantas venenosas que possuem gostos ásperos ao paladar humano.

Os sintomas do envenenamento pelo cogumelo touca da morte incluem vômito, diarreia, delírio, convulsões, coma, além de danos ao fígado, rins e sistema nervoso central. E em consequência desse último, podem ocorrer icterícia, hemorragia intracraniana e falência múltipla dos órgãos.

8 - Toxina Botulínica

Conhecida como botox, é uma das substâncias mais mortais do planeta. Confundida com mineral, trata-se na verdade de uma neurotoxina produzida pela bactéria Clostridium Botulinum. É tão tóxico que apenas 1 kg do material é suficiente para matar toda a população humana. Além do uso dessa toxina para diminuir linhas de expressões através do ato de injetá-lo em pontos específicos. Seres humanos podem ter muito contato com essa toxina em seu dia a dia.

É fácil encontrá-la escondida em alimentos enlatados. A ingestão, inalação e infecção da toxina botulínica causam a condição conhecida como botulismo. E os sintomas incluem náuseas, tonturas e vômitos.

No entanto, como estamos falando de uma neurotoxina, temos também um impacto significativo no cérebro. Podendo gerar paralisia, que começará com pálpebras caídas, produção excessiva e sem controle de saliva e problemas para engolir.

É possível ainda que o botox se espalhe pelo corpo, causando danos como a incapacidade de respirar de forma voluntária.

Próxima Matéria
Nelyne Mota
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+