• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


9 armas de guerra mais bizarras que já foram inventadas

POR Júlia Marreto    EM Curiosidades      05/12/16 às 15h12

Por pior que tenham sido os períodos de guerra, elas influenciaram (e muito) no desenvolvimento da tecnologia. No quesito armas, alguns foram o início de desastres  incalculáveis, como as bomas de Hiroshima e Nagasaki, enquanto outras, apesar de terem sido utilizadas, não foram as melhores ideias que esses inventores poderiam ter tido.

Nós aqui da redação da Fatos Desconhecidos já falamos algumas vezes sobre o assunto, se você não viu ou quer (re)lembrar confira algumas delas: 13 armas de desenhos que todo mundo gostaria de ter; 5 armas medievais que você adoraria conferir nos tempos atuais; 5 armas secretas que os exércitos de todo o mundo tentaram esconder de você; 9 objetos inocentes que se tornam armas mortais em uma prisão.

Dessa vez, selecionamos uma listinha com 9 armas de guerra mais bizarras, incluindo as Primeira e Segunda Guerras Mundiais, além da Guerra Fria e Guerra de Timur (século 14). Confira:

1 - Galinhas e bombas

01

Durante a Guerra Fria, a primeira mina da Grã-Bretanha, chamada Blue Peacock (Pavão Azul), foi criada no inverno. O problema é que, apesar de haver componentes eletrônicos, não havia tecnologia para mantê-las aquecidas. Foi quando tiveram a brilhante ideia de usar galinhas para manter as bombas aquecidas, pelo menos durante algumas semanas. Mas, a ideia não deu muito certo. E graças a esse método a Alemanha não virou cinzas com os ovos, ou melhor, bombas de plutônio.

2 - David Crocket

02

Essa super arma matava, praticamente, todos os oponentes, o problema é que também matava aqueles que a manejavam (e mais alguns por perto). Primeiro, essa arma pesava 23 quilos e seu poder de destruição era equivalente a 10/20 toneladas de TNT. Só que para toda essa potência acontecer, ela liberava uma quantidade fatal de radiação pata todos aqueles que estivesse a até 400 metros de distância, aqueles que estivem a menos de 150 metros morriam instantaneamente.

3 - Bombas Gay

03

Foi um projeto que aconteceu nos anos 1990, nos Estados Unidos. A ideia era atirar bombas afrodisíacas no inimigo, na tentativa de transformar os soldados em pessoas homossexuais, para que ao invés de guerra fizessem amor. A ideia ficou só no papel, e o Pentágono afirmou nunca ter aprovado a ideia. Mesmo assim, sofreu acusações de ser ultrapassado e preconceituoso.

4 - Gatos bomba

04

Durante a Segunda Guerra Mundial, diante do conhecimento de que gatos detestam água, os soldados estadunidenses colocaram bombas em gatos e os soltavam no mar. Uma tática que não funcionou bem, porque os gatos ficavam desesperados com a água e morriam afogados ou as bombas estouravam antes que eles alcançassem o barco inimigo (na tentativa de se refugiar), e acabavam acertando o mais próximo (aqueles dos quais tinham saído).

5 - Tanque Tsar

05

Essa foi usada no período da Primeira Guerra Mundial, lá no início do século 20. O Tanque Tsar foi desenhado por 4 engenheiros russos, levando em consideração que a tecnologia dos tanques da época não eram lá essas coisas, esse tanque realmente deu o que falar. E, apenas um ano foi o necessário para mostrar que era um fracasso. Além do projeto que era praticamente impossível de entender, ele atolava o tempo todo. Isso acontecia porque as rodas traseiras tinham 1,5m de diâmetro, enquanto as dianteiras tinham 8m.

6 - FP-45 Liberator

06

Mais uma das invenções malucas da Segunda Guerra Mundial. Essa arma de 500g e tamanho compacto foi produzida em massa e vendida por toda a europa. Na teoria, a ideia era boa, o problema é que na prática foi um desastre. Era parecida com uma Colt 1941, seu sistema de recarga era bastante primitivo, além de ser mais demorado carregá-la (10 segundos) do que fabricá-la (7 segundos). Seu alcance era de apenas 7 metros e a capacidade de munição ínfima. De tão frágil quase não se encontra vestígios dessa arma.

7 - Scherer Gustav

07

Esse "pequeno" aparato pesava em torno de 1,35 toneladas. Tinha capacidade de atirar apenas 14 projéteis por dia, porém altamente destrutivos. Ainda assim, foi mais um invento inutilizado, construído na Segunda Guerra Mundial, chegava aos 50km de alcance, em compensação, depois de disparar andava pelo menos 3km para trás.

8 - Bombas morcego

08

Também na Segunda Guerra Mundial, os soldados colocavam bombas nos morcegos e estes dentro de gaiolas de metal. Depois os lançavam de um avião, com paraquedas. Quando chegavam a 300 metros de altura, os morcegos começavam a se aquecer e acordar. Essa ideia surgiu para que os estadunidenses pudessem queimar cidades japonesas. Mas, o problema de usar esses animais foi quando um grupo desses animais foi solto no Novo México e se aninharam em cima de um tanque de combustível.

9 - Bolas de fogo de camelos

09

Alguns séculos antes das invenções anteriores, lá no século 14 (mais ou menos em 1398), na Guerra do Timur. Também conhecido como Tamerlão, Timur precisou guerrear com Mahmud Khan, em território indiano. O problema é que Khan tinha um exército de 120 elefantes, para lidar com a situação, Timur desenvolveu o seguinte plano: cremar seus camelos e utilizar as cinzas como bolas de fogo. Uma estratégia que deu certo, assustados, os elefantes fugiam desesperados, passando por cima de tudo e todos que estavam na frente.

Então pessoal, o que acharam dessas invenções? Bizarras? Malucas? Geniais? Encontraram algum erro na matéria? Ficaram com alguma dúvida? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Próxima Matéria
Júlia Marreto
É a dona de um coração esculpido pela literatura e preenchido pelos bons vinhos de Baco. Guiada nas artes da vida por Ares, possui a discreta delicadeza de um elefante pulando carnaval numa loja de cristais! Movida diariamente pelo combustível da vida: o café, essa garota possui raízes profundas na poesia da vida. É muito séria, mas sabe brincar na hora certa. Ama os animais e detesta filme de terror. Apesar de cantar mal, canta com sentimento. E adora musicais! Sua principal tentativa desportiva é o baralho. Ela gosta mesmo é de coisas antigas, apaixonada pela vida e sonha com o universo. Instagram: , @juliamarreto
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+