• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


9 coisas que podem estar diminuindo seu tempo de vida

POR PH Mota    EM Entretenimento      29/08/17 às 17h56

Desde que a gente nasce, os instintos humanos mais básicos dizem que a gente tem que tentar se proteger e estender a vida o máximo possível. Apesar disso, coisas extremamente comuns em nosso dia-a-dia podem estar tirando tempo de nossas vidas sem que a gente perceba.

Isso não quer dizer que você tenha que eliminar esses comportamentos completamente da sua vida, mas acende um alerta para que você não faça em excesso e tenha resultados ruins.

Conheça as histórias de 7 pessoas que morreram tentando se tornar imortais.

Agora, vamos conferir algumas coisas que provavelmente você está fazendo e estão acabando com a sua expectativa de vida.

1 - Você tem dificuldade de encontrar o amor

Não encontrar um amor significa estar solteiro por muito tempo, e isso pode significar até uma década perdida. Um estudo descobriu que nunca se casar pode aumentar o risco de morte em até 32% e causar a perda de até dez anos de vida.

2 - Você passa muitas horas do dia sentado

Dois anos de sua vida podem estar indo para o lixo se você fica sentado por mais de três horas por dia. Mas nem tudo está perdido, porque pesquisadores australianos descobriram que exercícios regulares podem rebater os efeitos negativos de se sentar por muito tempo. Um outro estudo divulgado na JAMA Internal Medicine descobriu que ficar sentado por mais de 11 horas por dia aumenta o risco de morte em até 40% em comparação com apenas 4 horas por dia.

3 - Você ignora os seus amigos

Pessoas com conexões sociais mais fracas morrem mais do que outras, segundo uma pesquisa das universidades Brigham Young e de Carolina do Norte que analisou 148 estudos diferentes. Segundo os pesquisadores, a solidão prolongada pode ser tão perigosa como fumar 15 cigarros por dia.

4 - Você passa muito tempo em maratonas em frente à TV

Assistir a apenas duas horas de televisão por dia (Netflix também conta, OK?) pode aumentar o risco de morte prematura, doenças do coração e diabetes, segundo pesquisadores de Harvard. Os efeitos negativos de ver televisão se misturam com os de ficar sentado por muito tempo, mas com a TV eles ficam ainda piores. De acordo com o New York Times, "cada hora de televisão vista depois dos 25 anos diminui a expectativa de vida do espectador em 21,8 minutos."

5 - Você ainda está procurando por um emprego

Estar desempregado pode aumentar o risco de morte prematura em até 63%, segundo pesquisas canadenses que analisaram dados de 20 milhões de pessoas em 15 países. Outros estudos mais específicos mostraram que os dois fatores mais associados com a mortalidade eram fumar e não ter um emprego.

6 - Você faz viagens longas com frequência

Quem viaja muito sofre com os mesmos efeitos de quem fica sentado por muito tempo e ainda pode ter mais estresse. Viagens longas e frequentes podem reduzir o interesse de participação em atividades saudáveis e afeta principalmente mulheres. Uma pesquisa sueca aponta que a expectativa de vida de mulheres que percorrem longos trajetos com frequência (50km) é que a sofre mais impacto.

7 - Você fica muito tempo sem sexo

Um estudo entre homens mostrou que quem apresenta dificuldade de atingir orgasmos por longos períodos tem uma chance de mortalidade 50% maior do que os que alcançam o clímax sexual. O resultado foi percebido mesmo quando outros fatores foram controlados, como idade, classe social e hábito de fumar. Aproveite para conhecer 7 motivos científicos para você fazer sexo, mesmo que não esteja no clima.

8 - Você tem colegas de trabalho irritantes

Ter conexões sociais mais fracas com seus colegas de trabalho podem significar uma vida mais curta. De acordo com pesquisadores da Universidade Tel Aviv, a integração social dentro do local de trabalho pode ajudar a prever riscos de várias causas de mortalidade. Pessoas que relataram menos socialização no emprego, sem contar estímulos de chefes e superiores, apresentaram 2,4 vezes mais chance de morrer durante o período do estudo.

9 - Você não dorme o suficiente (ou dorme demais)

A Escola de Medicina de Harvard destaca pesquisas que mostram que a expectativa de vida reduz significantemente em pessoas que dormem por menos de cinco ou mais de nove horas por noite. A maioria das pessoas têm problemas com pouco sono, e não muito, mas a pesquisa indica que existe um ponto ideal de quantidade de sono, ao menos para quem espera viver por mais tempo. Apesar das 8 hora recomendadas, pessoas que dormiam por esse tempo apresentaram 12% de aumento na taxa de mortalidade em comparação com quem dormia cerca de 7 horas.

Depois dessa, talvez você vai olhar com mais cuidado para alguns hábitos, não é mesmo? Comente com a gente o que achou e não deixe de compartilhar a lista para alertar outras pessoas!

Próxima Matéria
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+