• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


9 imagens raras do passado que marcaram a história

POR PH Mota    EM História      02/12/16 às 10h50

A importância das fotografias para a história pode ser extremamente alta, quando se tratam de imagens singulares de pessoas ou situações capazes de provocar efeitos políticos e sociais, seu impacto pode ser ainda maior.

Algumas fotos icônicas ajudaram a registrar momentos importantes da história, servindo como marcos de mudanças ou eventos que tiveram verdadeira importância nos contextos em que as imagens foram tiradas. Em alguns casos, as situações tiveram tanta força, que afetaram sistemas políticos e até mesmo a relação dos próprios fotógrafos com a vida.

Confira algumsa das históricas fotografias que marcaram consequências terríveis de guerra, momentos emocionantes do passado ou situações determinantes para a mudança do futuro do planeta.

1 - Epidemia de AIDS

1

Em novembro de 1990, a revista Life publicou essa fotografia de David Kirby, um ativista homossexual que havia contraído HIV. Depois de três anos de batalhas, ele entrou em contato com sua família e pediu para voltar para casa para poder morrer com os familiares ao redor. Seu corpo estava se deteriorando e sua família lamentando enquanto o via partir. Ele morreu em abril de 1990, antes mesmo da foto ser publicada. David queria que sua imagem fosse utilizada para espalhar a palavra sobre os perigos da AIDS, para alertar famílias e comunidades.

2 - Estação sul de Xangai

2

Em 28 de agosto de 1937, um ataque aéreo do Japão sobre a China marcou o dia que seria conhecido como sábado sangrento. O ataque deixou a estação sul de Xangai em ruínas. Na ocasião, o fotógrafo H.S. Wong conseguiu tirar uma foto de um bebê chorando no meio dos destroços, enquanto sua mãe estava morta nas proximidades. O fotógrafo declarou o horror que viu no local e publicou a foto. Depois que ela foi divulgada, nacionalisas japoneses declararam que a imagem era fabricada e uma recompensa de $50 mil foi colocada para a cabeça de Wong.

3 - Viagem de Hitler a Paris

3

Essa fotografia foi tirada em junho de 1940, dois dias depois da França assinar o armistício com a Alemanha. O acordo colocou fim às hostilidades entre as autoridades alemãs e representantes do governo francês, durante a Segunda Guerra Mundial. Essa foi a primeira e única visita de Hitler ao país. Nas visita, ele estava acompanhado de Albert Speer e Arno Breker. Enquanto estava em Paris, Hitler visitou ambientes como a "pera da cidade, Champs-Elysees, o Arco do Triunfo, a Torre Eiffel e o túmulo de Napoleão.

4 - O urubu e a menina

4

No Sudão, os fotógrafos recebiam a recomendação de não tocar vítimas de fome, por medo de contágios de doenças. Em 1993, o fotógrafo Kevin Carter se aproximou de uma singular cena de forma bem lenta, para que não assustasse o urubu e pudesse fazer a imagem. Antes de morrer, porém, o fotógrafo declarou ter se arrependido de não ajudar a garota quando a imagem foi capturada. Carter ganhou o Prêmio Pulitzer pela fotografia no mesmo ano em que tirou a própria vida.

5 - Assassinato de Asanuma

5

Aos 17 anos, Otoya Yamaguchi era membro de um radical grupo ultranacionalista de direita no Japão. De outro lado, estava Inejiro Asanuma, um líder do partido socialista no país. Durante um debate político televisionado, Asanuma discursava quando Yamaguchi invadiu o palco e assassinou o político utilizado uma espada. Menos de três semanas depois do crime, Yamaguchi se matou dentro de sua cela em um centro de detenção juvenil utilizando uma corda feita com pedaços de lençol.

6 - Monge queimado

6

Em junho de 1963, o monge budista Thích Quang Duc queimou até a morte durante um protesto em Saigon. Ele tentava mostrar que todas as formas de luta, inclusive o budismo, precisavam de um mártir. O auto flagelo levado ao extremo era resultado de um protesto no regime Diem, do Vietnã. Em particular, essa manifestação lutava contra a medida católica extremista que bania a bandeira budista. As fotografias do evento rapidamente conquistaram todo o mundo, o que representou um ponto crítico no colapso do regime Diem.

7 - Nuvem atômica sobre Nagasaki

7

Estima-se que mais de 40 mil pessoas morreram e outras 40 mil ficaram feridas com o ataque da bomba atômica em Nagasaki. Depois que os danos das explosões foram percebidos ali e em Hiroshima, o imperador japonês informou a decisão de enfim se render e colocar fim à participação na guerra. Vários membros do conselho de guerra acreditavam que o país ainda poderia vencer as batalhas, mas o imperador foi contra e decretou a rendição incondicional.

8 - Última fotografia de Hitler

8

A última imagem conhecida de Adolf Hitler foi registrada dois dias antes de sua morte num bunker em Berlim. Com a Alemanha em ruínas, Hitler decidiu colocar fim à sua própria vida, em 30 abril de 1945. Depois que Stalin foi informado sobre o suicídio de Hitler, tentou renegociar termos de rendição para colocar fim à guerra.

9 - Primeira fotografia de Machu Picchu

first-photograph-machu-pichu-640x480

Em 24 de julho de 1911, um fazendeiro peruano pediu que um filho de indígenas de apenas 11 anos apresentasse parte de seu terreno inca para o professor de Yale Hiram Bingham. Foi nesse momento que a cidade inca gigante de Machu Picchu utilizada de 1430 até 1572, quando pragas e conquistadores espanhóis expulsaram os povos da região. Depois que a foto foi tirada, limpeza e reformas na região começaram a acontecer na região, com esforços para reerguer estruturas originais e respeitar a cidade antiga.

Qual das imagens mais gostou? Compartilhe com os seus amigos e conte para a gente qual sua favorita, respondendo nos comentários.

Próxima Matéria
Via   Bore Burn  
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+