A aterrorizante e polêmica morte de Elisa Lam

POR A redação    EM Mistérios & Horror      27/07/15 às 16h53
foto de destaque

No início de 2013 em Los Angeles, no Estados Unidos a estudante Elisa Lam de 21 anos, foi dada como desaparecida. A jovem havia viajado sozinha com a intenção de conhecer vários estados norte-americanos. Elisa mantinha o contato com os seus pais diariamente, até que, de repente ninguém mais ouviu falar da jovem.

No dia 31 de janeiro, a garota deveria realizar um check out na recepção, mas passou o dia e ela não apareceu. Dois dias se passaram sem sinal da dela e, com a demora, os funcionários do hotel entraram no quarto dela - só que não havia ninguém lá.

Sem notícias da jovem, a família alertou a polícia de Los Angeles, que começaram imediatamente com as buscas. Mais quatro dias se passaram e seu desaparecimento chamou a atenção da mídia e, consequentemente, de mais departamentos de polícia.

Nem os cães farejadores conseguiram qualquer rastro de Elisa, então o ultimo recurso da polícia de los Angeles foi verificar os registros da câmera de segurança. Através dos registros abaixo que a aterrorizante morte de Elisa Lam ficou conhecida em todo o mundo.

Elisa entrou no elevador e apertou vários botões, mas, de maneira inexplicável o elevador não saí do lugar. Apavorada com alguma coisa que nós nunca vamos saber, Elisa rapidamente enfia a cabeça para fora do elevador, e olha ambas as direções, voltando para dentro e se escondendo em um dos cantos.

Ela tentar sair do elevador, mas volta rapidamente e aperta os botões de maneira frenética. Novamente ela saí, e, a partir deste ponto, todos os seus movimentos são completamente estranhos. Ela gesticula com as mãos como se estivesse conversando com alguém que não aparece em vídeo.

9

Elisa não retornou ao elevador. Esses foram seus últimos registros com vida. A parte mais aterrorizante é: a porta do elevador se fecha após diversos momentos de tensão. Ela passou um tempo relativamente grande dentro do elevador, se escondendo, longe da porta. Durante todo esse tempo, os botões estavam pressionados e o elevador não se mexeu.

O elevador só se fecha depois que ela desiste e vai embora, só que Elisa foi embora para sempre depois dessas filmagens. O tempo se passou e os hóspedes começaram a reclamar do gosto e da textura da água. Algo estava errado. O hotel então mandou que alguns especialistas inspecionassem a caixa d"agua do hotel e, finalmente, após 16 dias, Elisa Lam foi encontrada.

10

A polícia de Los Angeles foi chamada, e os bombeiros tiveram que cortar parte da estrutura para poder retirar o corpo da jovem. A perícia que realizou exames no corpo de Elisa afirmou que ela estava em perfeitas condições, sem resquício do uso de drogas, ou de qualquer substância química.

A Família também revelou que a estudante era bipolar, o que deveria justificar parte dos seus atos no vídeo e justificar a sua morte.cEla foi encontrada dentro do tanque com a entrada fechada. É perfeitamente possível Elisa ter adentrado na caixa d"agua - mas é teoricamente impossível ela ter fechado a tampa do lado de dentro do tanque.

13

O hotel Cecil, onde a jovem estava hospedada, também tem ótimas histórias para contar. Vários assassinatos notáveis já aconteceram no local, ou tiveram alguma conexão com o hotel. Elizabeth Short, uma das vítimas da Black Dahlia, passou sua última noite em vida hospedada no hotel. Anos depois, uma mulher foi estuprada e morta em um dos quartos.

A repercussão negativa do caso de Elisa foi tão grande que o hotel mudou de nome, hoje ele se chama Stay on Main Hotel. Ainda há muita polêmica envolvendo sua morte, principalmente pelo fato da polícia de Los Angeles considerar como uma "morte acidental".


Ei Fatos, não deixe de conferir:

2 SINAIS QUE FALTAM PARA JESUS VOLTAR - E SE FOR VERDADE

Próxima Matéria
avatar A redação
A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+