• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


A criança que foi criada por lobos durante 17 anos

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      20/01/20 às 19h12

No cinema e literatura, histórias de crianças criadas em meio a natureza por animais selvagens não é bem uma novidade. Todo mundo conhece a história do Tarzan, que foi uma criança criada por macacos na floresta.  No entanto, por mais que pareça coisa da ficção, isso realmente acontece na vida real, e existem diversos relatos de crianças que cresceram em meio aos animais na floresta. Muito além das fantasias da tradição popular, há vários casos de crianças criadas por lobos, ursos ou macacos que adquiriram as tendências e hábitos desses animais.

Em alguns casos, isso acontece depois dos pais abandonarem um bebê na floresta, ou uma criança que se perde e nunca mais conseguir voltar para casa e acaba sendo criada por animais. Por não terem outras influências, eles acabam se adaptando a nova realidade, passam a viver como os animais ao seu redor, adquirindo seus hábitos e instintos selvagens. Um exemplo real disso, é a história da menina que passou 17 anos perdida na floresta, e foi criada por lobos.

A Garota da Selva

A criança que se perdeu na floresta e só foi encontrada quase duas décadas depois foi apelidada de "Garota da Selva". Ela saiu de uma selva na Província de Ratanakiri, no Camboja em 13 de janeiro de 2007, já adulta. Uma família, que vivia em uma vila próxima, alegou que a mulher era a sua filha, Rochom Pn"gieng, nascida em 1979, e que tinha desaparecido 17 anos antes.

A notícia do aparecimento da mulher chamou a atenção da mídia internacional. Principalmente, pelo fato de a mulher aparecer nua, suja e assustada de uma selva densa no nordeste do Camboja.

Ela foi descoberta depois que um morador da região notou o sumiço de alguns alimentos de sua casa. Desconfiado, ele demarcou toda a área próxima, encontrou a mulher desnorteada. Ele procurou ajuda e capturou a mulher com temperamento selvagem. Ela foi reconhecida pelo policial Ksor Lu, que declarou ser o seu pai. Ele disse que identificou a filha perdida devido a uma cicatriz que ela tinha nas costas.

Ele contou que Rochom Pn"gieng se perdeu na selva cambojana quando tinha apenas oito anos de idade. Na época, a menina estava pastoreando búfalos com a sua irmã mais nova, de seis anos de idade. Essa que também desapareceu.

Hábitos selvagens

Depois de uma semana após ser encontrada pela família, a mulher teve muita dificuldade para se adaptar à vida civilizada. A polícia local informou que ela só sabia dizer três palavras: "pai", "mãe" e "dor de barriga". A família acompanhou a filha recém-chegada o tempo todo, para garantir que ela não fugisse de volta para a selva. O que ela tentou fazer várias vezes, desde que voltou para casa.

A mãe tinha que colocar roupas constantemente nela, porque ela tentava arrancá-las o tempo todo. Três anos depois que ela voltou para casa, ela desapareceu novamente e só foi encontrada 11 dias depois pelo pai. Segundo ele, ela teria ido tomar banho em um poço e simplesmente sumiu. Quando retornou, a família tentou novamente integrá-la à vida em casa. No entanto, ela preferiu viver nos fundos, em um galinheiro que ela adotou como lar.

A família mantém o hábito de visitá-la a cada três ou quatro dias para alimentá-la. Ao preferir viver isolada da sociedade, só mostra o quanto esse tempo na selva influenciou a sua vida. Seus familiares continuam tentando reinserir a garota de volta a vida normal. Mas pelo menos ela já consegue conviver em família.

Próxima Matéria
Via   R7  
Imagens R7
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+